AnimeMorte: One Piece - 9° Temporada - Marineford - Resumindo e Explicando

Sem dúvidas Marineford é um dos melhores arcos de One Piece, pois ele instaura uma mudança significativa no que a história representa. Amadurece ela, assim como sai daquele aspecto de introdução que todas as demais temporadas demonstravam, e caminha pra algo completamente inédito.


Curiosamente, é também um dos arcos mais chatos de assistir, não por ser desinteressante, mas por ser extremamente enrolado e cansativo. Pra mostrar uma guerra, os animadores usaram e abusaram de cenas estáticas e repetições com personagens coadjuvantes pra enrolar e esticar algo que poderia ser resumidíssimo.

Mas, apesar dessa alongada artificial, a obra também dependia disso pra impactar com as reviravoltas e consequências da grande guerra, então querendo ou não, assistir tudo isso é obrigatório pra sentir na pele o quanto o amargor de Luffy é pesado... até meterem o louco e criarem o "Sabo".


Aliás, diferente das duas temporadas anteriores, Luffy aqui não é o protagonista, e sim seu irmão, Portgas D. Ace. É interessante que essa temporada fala de personagens nunca antes explicados em One Piece, e é muito mais sobre eles, com Ace e Barba Branca no protagonismo, do que os Chapéus de Palha, incluindo seu capitão.

É uma temporada inteira sobre personagens que nunca vimos, histórias que pouco importam frente a do capitão que acompanhamos, e sobre uma guerra da qual Luffy mesmo nem tinha de participar. E mesmo assim, tudo isso é crucial pra sua existência, pra quem ele era, foi e se tornará.

É até mesmo um tipo de spoiler do que poderá acontecer com Luffy no futuro, e mostrando o quanto sua tripulação e essa longa introdução para apresenta-los de mais de 8 temporadas, pode ser arrasadora caso um desfecho semelhante ocorra.

Se com personagens coadjuvantes que nunca vimos ou pouco ouvimos falar, o aperto no coração é enorme, imagina quando o mesmo vier a acontecer com aqueles que tanto amamos.

Enfim, bora falar de Marineford... e a porcaria do Sabo.

E tem muito spoiler.

Boa leitura.


A Abertura


Já na música nova da abertura esse arco esmurra nosso peito, e forte. Ela é triste pra caramba, apesar de boa, e a arte destaca a relação de Luffy com seu irmão, já preparando pra tragédia e ilustrando a grande jornada do Chapéu de Palha.

E, confesso que ao assistir eu chorei, já iniciando minha experiência carregado de emoção, e apesar de tudo, eu já havia tomado um spoiler grande.


Portgas D. Ace


Essa temporada quase inteira gira em torno de Ace, irmão de Luffy, mesmo ele estando em todos os episódios preso, e sem ter muita ação (tirando no finalzinho). 

A proposta é simples: Ace vai ser executado pela Marinha, como exemplo pro mundo, e todos aguardam por uma retaliação do Barba Branca, um dos quatro "Imperadores do Mar", que é também "pai" de Ace.

Assim, a história é mais sobre o Barba Branca, e toda sua tripulação e aliados, todos que ele considera filhos, indo ao resgate de Ace, criando assim a primeira Guerra entre a Marinha e os Piratas.


Até então, Barba Branca não havia aparecido totalmente, muito menos sua tripulação ou alianças piratas. No máximo, havia uma rápida aparição dele conversando com o Shanks, que eram inimigos (ambos imperadores do mar), mas nunca diretamente na trama.

Por isso, o surgimento repentino dele em massa, é uma surpresa em tanto, mas não deixa de ser pouco impactante. Até porque, são todos personagens que nunca tínhamos nem ouvido falar.


Mas pra Ace, cada pessoa que surge tem uma importância similar (ou até maior, acredite) aos tripulantes do Chapéu de Palha pro Luffy, então pouco a pouco, sentimos as dores dele, sem poder se mover, assistindo seus amigos e família lutarem por ele.

Pra carregar ainda mais isso, somos apresentados ao verdadeiro Ace, e sua história, sem precisar de flashbacks, sem precisar de cortes no passado ou resumos de aventura. A gente conhece no agora, com as revelações vindo pro mundo inteiro (através de um telão de transmissão providenciado pela Marinha), e nos surpreendendo junto com os coadjuvantes.


Gol D. Roger e Dragon


A primeira grande revelação, é que Ace é filho de Gol D. Roger, e não de Dragon (o que era inclusive deduzido pelas pessoas que ouviam de Luffy que eles eram irmãos).

Isso era de conhecimento da Marinha, pois o próprio Garp (quem adotou Ace e o protegeu escondido) acaba sendo forçado a revelar, isso, e o parentesco de Luffy também, com Dragon.


Tanto Roger quanto Dragon são considerados "Demônios", e os herdeiros deles são uma afronta à humanidade perante a Marinha. Por isso, a execução de ambos é emergencial.

Inicialmente, Luffy seria o primeiro executado, por isso a missão do Barba Negra era captura-lo (pra se provar digno do título Shichibukai), mas Ace se sacrificou por ele, praticamente se entregando no lugar.

Pra Marinha não era interessante provocar o Barba Branca assim, mas já que o Barba Negra agiu, eles se adaptaram e formularam o plano pra finalizar a Grande Era Pirata, matando Ace, após revelar que ele era filho do Roger.


E pra ajudar mais ainda, Luffy acaba indo de encontro à Guerra, pra salvar seu irmão também, depois de todo o caos criado lá em Impel Down. Uma presença imprevisível, que não é tão significativa pra guerra em si, mas muda o rumo de tudo no final.


O Parentesco por Consideração


Ace é filho biológico do Rei dos Piratas, mas também é filho do Barba Branca, algo que ele faz absoluta questão de lembrar sempre. Pra ele, seu pai biológico é um ser odioso, por causa do tanto que ele sofreu na infância (pelo preconceito). Já Barba Branca, é seu pai de consideração, não por tê-lo criado (afinal, foi Garp quem o criou, seu "Avô"), mas por tê-lo acolhido.


Igualmente, Luffy é seu irmão de consideração, por ter sido criado ao seu lado desde os 7 anos de idade (ele já tinha 10 anos quando o conheceu), e ambos se tornaram irmãos por terem feito um ritual de bebida juntos, algo que pra eles significou tudo.

Ambos beberam saquê juntos, e firmaram uma irmandade permanente, e assim foi pra todo o sempre.


Pra Luffy, que é filho do Dragon, a irmandade com Ace é muito mais importante que esse laço sanguíneo, e pra ele, Garp é seu avô, Ace seu irmão, e pronto. 


Barba Branca ainda por cima é um cara dedicado à família, e seu maior objetivo de vida era tão somente consolidar a maior família possível, de renegados e desajustados, como suas muitas tripulações em várias embarcações, todos adotados como seus filhos, e amados.


A Guerra


Infelizmente a Guerra é a coisa mais chata do anime. São slides de gente gritando, e sons de espadas e tiros, com os personagens reagindo ao que assistem mas, nunca mostrando nada de mais.

Tem morte pra caramba, matança pra caramba, mas fica tudo só nas entrelinhas. A gente nada assiste disso, e o que vê, é parado e sem graça.


Do lado da Marinha, temos milhares de soldados genéricos, alguns vice-almirantes Gigantes (genéricos pra variar) e os muitos vice-almirantes com Akuma no Mis que só fazem número, com direito aos esquecidos ressurgindo, como o Smoker por exemplo, e os amigos e inimigos antigos de Luffy na jornada, que foram parar na Marinha.

Além deles, tem os Três Almirantes, os três usuários das Akuma no Mis do tipo Logia mais poderosas do mundo (tirando a do Barba Negra claro), sendo Aokiji do Gelo, capaz de congelar o mar.


Kizaro, cara da Luz que é lento pra caramba, mas também é simplesmente a própria luz.


E o odioso, detestável, horripilante, maligno, nojento, revoltante Akainu Sakazuki... o filha da put4 do cara que controla e é feito de Magma.


Com esses três desgraçados, ainda há os Shichibukais que sobraram, todos na linha de frente mas, cada um com seus próprios objetivos.

Ainda tem Garp e Sengoku, os chefões da Marinha. Sengoku fica no Cadafalso do lado de Ace, junto de Garp, só assistindo as matanças, e quando se coloca em campo é pra fingir que é forte.


Ele usa uma Akuma no Mi de expansão, que faz ele ficar gigante e de ouro. Mas tipo, quase não usa isso pra lutar, e ainda é defendido por Luffy facilmente.




Os Shichibukais na Guerra


Potencial pra um caramba, temos os personagens aparentemente mais poderosos à serviço do Governo Mundial, ali de tocaia pra dar vantagens à Marinha na Guerra. Mas, a história os limita a atacar apenas quando o roteiro pede, e dentro dos limites do roteiro também. São eles:


Boa Hancock



A esposa por auto consideração de Luffy, Hancock só ta na guerra de fachada, fingindo ser aliada da Marinha mas na verdade, fazendo de tudo pra proteger seu amante pirata.


Ela sai petrificando as pessoas, piratas ou marinheiros, tanto faz, e as vezes aparece no caminho de Luffy pra segurar os personagens que ele nunca venceria, como o Smoker, só pra ele continuar correndo.


Corrida essa que pelo amor de deus viu, ele corre muito, pra nunca chegar.


No fim, mesmo ela literalmente sabotando a guerra pelo lado dos piratas, ela ainda sai como mocinha e a Marinha parece nem perceber que ela é uma traidora.


Bartholomew Kuma


Um dos personagens mais perdidos e ignorados da trama, toda a história do Kuma foi posta de lado pra darem ênfase em personagens aleatórios gritando.


Aquele que teria mandado os tripulantes do Chapéu de Palha pro além, era na verdade um aliado da Revolução, aliado inclusive de Dragon e Ivankov, e aparentemente amigo deles. Mas agora, do nada, ele sofreu lavagem cerebral, não lembra da amiga, não fala, não pensa, não faz nada.


Ele inclusive SOME durante a guerra, e ninguém explica pra onde ele foi. Tamanho seu potencial, o personagem foi esnobado, mesmo tendo sido o primeiro Shichibukai a atacar.

Quando ele confronta Ivankov, ambos ficam se encarando, mas o anime corta tudo o que rolou entre eles, deixa tudo vago, e cenas/episódios depois já mostra Ivankov em outro lugar como se nada tivesse acontecido.


Ainda por cima, colocam os muitos Kumas Robôs aparecendo no meio da Guerra, e todos não fazem a menor diferença no equilíbrio da luta. Eles parecem fortes, mas o roteiro também os ignora, tirando de cena rapidamente pra matarem "coadjuvantes".


Gecko Moria


Um dos personagens mais ridículos que só teve espaço mesmo em Thriller Bark, e que não tem muita importância aqui, inclusive vai contra sua própria proposta de existir!


Ele coleciona corpos, e usa sombras de pessoas vivas para reanima-los, certo? Foi isso que aprendemos na longa temporada dos zumbis. Porém, esqueça isso. Agora ele controla suas próprias sombras (sim, ele tem várias dele mesmo, come sombras do nada, enfim), não precisa tirar sombra de ninguém, solidifica sombras pra fazer armas, e claro, ele tira zumbis do C*, pra atacar ao seu comando.


A probabilidade dele ser um grande risco na história cai por terra, pois na lógica, ele poderia usar sombras de piratas para reanimar outros piratas, e só elevar o número de soldados pra Marinha. Mas ao invés disso, ele fica assistindo, e quando ataca, é só pra falar que existe mesmo.

O personagem é tão ridículo, e foi tão mal aproveitado, que no fim ele é "executado" nos bastidores, pelo Doflamingo.



Dracule Mihawk


Lamentavelmente, Mihawk foi resumido a um cara que ataca Luffy com cortes de vento e fim.


Ele tem uma estranha obsessão em matar Luffy, peita vários piratas com espadas e ferra com todos só pra continuar atacando Luffy.


No fim, nem faz sentido ele querer tanto matar o Chapéu de Palha, e pra variar, ele só vai embora no fim, pra não ter de lutar com o Shanks.


Donquixote Doflamingo


E temos ele, o cara que não faz NADA na guerra inteira, mas pelo menos é um dos personagens mais promissores.

Ele é uma incógnita, e apesar de se dizer ao lado da Marinha como Shichibukai, ele é só um observador, um espectador do conflito, que ri e aplaude tudo o que acontece, e ainda afirma que está esperançoso pelo resultado, afinal isso traria uma nova era.


Evidentemente ele planeja algo grande pós guerra, independente de qual lado ganhe. Por isso ele só observa, e parece buscar montar um grupo que o siga. Ele até mesmo fica dando em cima do Crocodile, tentando fazer ele se tornar seu aliados pro plano posterior, mas no fim, ele apenas some da trama.


Claro, aparecendo pra matar o vampiro das sombras em nome do Governo Mundial, aparentemente.

Lembrando que Doflamingo tem o poder de CONTROLAR PESSOAS. Ele usa isso em uma parte na guerra, mas apenas brinca com tal poder, sem hostilizar de mais, nem intervir de mais.


Os Aliados dos Piratas


Do outro lado, com os piratas, também há Shichibukais, porém cada um igualmente com seus interesses individuais. Aliás, Barba Branca chega com sua frota toda usando o Revestimento de Sabaody... é um indício dessa "tecnologia" e como ela pode ser útil.


Os demais como o Chapéu de Palha chegam navegando mesmo, depois da guerra começar.


Crocodile


O odioso vilão, conseguiu se redimir de tal maneira, que me fez pensar o quão longe Oda irá com seus personagens, sejam protagonistas ou antagonistas. Crocodile foi resgatado em Impel Down, parecia estar planejando algum tipo de traição contra Luffy na "tripulação reserva", mas na verdade, é um dos melhores aliados que ele já teve.


O "Croco boy" como Ivankov o chama, simplesmente salva Luffy da morte pelo menos 3 vezes, sendo uma delas um momento decisivo da batalha, sem contar que assim como Doflamingo, ele parece mais observar do que interferir.

Sempre de olho, ele faz tudo pra proteger justamente Luffy, e olha que ele até tenta matar o Barba Branca (uma das razões de estar na Guerra), mas no fim das contas sua atenção se volta pro Chapéu de Palha, e ele inclusive passa a respeitar Luffy e obedece o acordo de trégua com ele, e com Barba Branca. 


Doflamingo tenta manipular ele inclusive, tenta fazer ele virar seu aliados, várias vezes, mas é rejeitado na integra, e o mais interessante, é que o poder da areia de Crocodile parece ser resistente aos poderes do Flamingo.


Jinbe



O segundos ex-Shichibukai é o Homem-Peixe Jinbe, um poderoso lutador dos mares, que enquanto preso com Ace lá em Impel Down, pôde simpatizar com a irmandade dele.

Jinbe sempre teve respeito e simpatia por Ace, e pelo Barba Branca, mesmo quando era Shichibukai. A razão dele ser deposto e preso foi justamente sua oposição aos planos de Guerra, então no fim, era de se imaginar que ele iria lutar do lado oposto ao da Marinha.


Mas, mais que isso, ele está protegendo Luffy a todo custo. Sua presença na Guerra se resume a ser um escudo vivo pro garoto de borracha, e sempre está protegendo ele, acompanhando e defendendo.

Jinbe é quem mais se fere na luta, sem agravantes letais ao menos, mas ele cumpre sua promessa pra Ace, e ainda cria mais vínculo com Luffy, se tornando praticamente seu psicólogo pós guerra.


Aliás, Jinbe leva um dos socos de magma também (explicarei eles depois), mas no seu caso, o soco não funciona bem, pois ele era destinado ao Luffy. Jinbe entra na frente e impede o impacto, que derrete apenas um pouco da pele de Luffy, ao invés dos órgãos dele (e de Jinbe).


No fim aliás, Jinbe fica próximo a Luffy mas, ele decide partir e só reencontra-lo depois da "Mensagem".




Marshall D. Teach, o Barba Negra


E o último Shichibukai, esse que surge no instante final da Guerra e revela seus planos (o que é bizarro), o Barba Negra na verdade havia manipulado tudo pra tirar proveito, simples assim.


Desde a captura de Ace, até sua visitinha de última hora à Impel Down, tudo isso parte de um plano terrível e mortal, para ele se tornar o ser mais poderoso de todos os mares.

Primeiro, ele precisava ser um Shichibukai pra acessar a prisão marítima. Então através da captura de Luffy, ele conquistaria tal honra, e a confiança da Marinha. Mas, o mar mudou e ele se adaptou, capturando Ace com o poder da Escuridão.


Assim, ele se tornou Shichibukai e já partiu pra sua missão paralela, de invadir Impel Down e libertar os prisioneiros mais fortes como parte de sua tripulação. Mas, paralelo a isso, Luffy invadiu a prisão, sendo pirata mesmo, e fez todo o trabalho sujo pelo Barba Negra.

O cara chegou com a confusão já instaurada, e parecia ser um aliado até que se voltou contra todos ali, e ajudou Luffy a escapar indiretamente. Mas, seu plano era um só: Liberar os prisioneiros mais fortes pra si.


Com esse grupo, ele que já estava infiltrado na Marinha (com homens seus disfarçados), abriu os Portões para que Luffy chegasse na Guerra, mas só o fez pois ele também precisava entrar na Guerra. Mais uma vez, o Barba Negra ajudou Luffy indiretamente.

Porém no final, ele aparece e massacra o Barba Branca, mata ele durante a fuga de todos, e obtém a última parte de seu plano: O poder do Barba Branca.


Esse é um ponto bem curioso da saga, pois até então, usuários de Akuma no Mi só podiam ter 1 poder, afinal duas frutas se anulavam em teoria. Mas Teach consegue absorver o poder de outras frutas e usa-las indefinidamente, graça ao poder das Trevas. Ou seja, ele pode anular poderes alheios, e copiar também.


E, ele copia simplesmente o poder do Barba Branca, que é um dos poderes mais desastrosos do mundo, um dos poucos capazes de destruir o planeta inteiro facilmente. 

Só que o Barba Negra chega no fim da Guerra, e depois de quase massacrar geral, ele é impedido temporariamente, em uma trégua das três partes, para que enterrem os corpos.


Pior que Barba Negra depois ainda vai pro Novo Mundo, sem ter nem um barco, e mais uma vez captura um pirata novo pra tentar vender pra Marinha. No caso ele sequestra e tenta abusar da Pirata Jewelry Bonney (aquela que pode mudar a idade dos outros), mas no fim ele foge e deixa ela pra trás, nas mãos de alguém ainda pior.


Aliados Secundários


Buggy


O palhaço não tem importância na lógica, sendo só um aproveitador que acompanhou Luffy em sua fuga da prisão, mas se parar pra pensar, ele é importantíssimo na prática, pois sem ele muita coisa teria acontecido sem ninguém nem perceber. Aliás, é interessante que Buggy é cleptomaníaco! Ele sempre pega armas e roupas de quem ele derrota, equipando tudo mesmo sem precisar (ele veste o traje da marinha do nada).


A principal ação que Buggy tem durante a guerra, e que faz a diferença, é o fato dele roubar uma das "Câmeras" da Marinha (na verdade eles usam aqueles caramujos chamados Den Den Muchi, mas em modo filmadora, transmitindo tudo que eles veem assim como as Câmeras de Segurança de Impel Down). 


Graças a isso, a mensagem final de Barba Branca, assim como o surgimento do Barba Negra como nova ameaça mundial, são coisas que a Marinha não consegue esconder.


E eles pretendiam, pois cortam as filmagens assim que os Bartholomew Kuma de latão aparecem em campo, pra manter o segredo da arma viva da Marinha. Mas, Buggy expõe a verdade, claro que se colocando à frente dela pra alavancar sua imagem.


Algo que na realidade, nem precisava, pois ele já é um personagem significante na história do mundo. Ele tem a mesma trajetória inicial de ninguém menos que Shanks, um dos 4 Imperadores do Mar. 


Ambos eram como irmãos quando faziam parte da tripulação do Gol D. Roger, e sim, eles eram "iguais". One Piece mostra como a vida é, alguns chegam longe, outros nem tanto, é assim que as coisas são.


Buggy e Shanks tem uma amizade estranha, e o curioso é que enquanto Shanks tem o respeito do mundo inteiro, amigos e inimigos igualmente, Buggy é desconhecido nos mares, tendo de brigar por um pouco de fama.


Mas, isso muda conforme ele força sua participação na Guerra, e conforme é exposto, ele ganha mais notoriedade, tanto por se aproximar de Barba Branca (fingindo tentar mata-lo mas, sem a menor chance disso), depois por se aproximar de Shanks (e até mesmo ajudar a salvar Luffy), e claro, se aproximar de Luffy, quem ele ajuda várias vezes sem querer querendo.


Buggy parece eu, aos 30 anos brincando de palhaço enquanto os colegas de escola tão tudo casado, com filhos, ricos, viajando pro Canadá, e mesmo assim, quando se reúnem se botam tudo no mesmo lugar. 


Grande Ivankov


A drag queen Cabeçuda que usa poderes duvidosos é presente, mas também não importa tanto. Algo que eu gostaria de ter visto é ela transformando geral, mudando sexo da galera e deixando a guerra uma desordem, afinal seus poderes modificam a forma de pensar das pessoas.

Mas ao invés disso, ela só fica aumentando a cabeça e piscando, poderes esses que não fazem muito sentido com a Fruta dos Hormônios. O poder de cura mortal dela é usado de novo no Luffy, mas as consequências parecem inexistentes então, eu não compreendo a personagem ainda.


O ponto mais forte dela seria seu encontro com Kuma, e ela batendo de igual pra igual com ele, mas isso é cortado da Guerra pra forçar um mistério sem sentido.


Felizmente, ela consegue sair viva, e ainda ajuda Luffy depois, voltando pra sua terra natal (onde um dos aliados de Luffy está, e me fez querer ver o encontro deles).


Ivankov também é mostrada ao lado de Dragon no passado, viajando com ele pelo mundo, mas nada disso importa (parece algo forçado pra dizer que eles são aliados).


Monkey D. Garp


Tenho pena e raiva do Garp ao mesmo tempo. O vovô de Luffy e Ace é um babaca, desculpe ser sincero.


O cara fica a Guerra inteira ao lado de Ace, no Cadafalso, preparado pra testemunhar ele ser executado, chorando e de cabeça baixa mas, sem nem tentar impedir.

Que tipo de avô é esse? Eu sei que na lógica, Garp precisava deixar acontecer e ele havia avisado Ace disso, que se ele virasse um pirata ele seria seu inimigo. Mas em dada ocasião, não é sábio o que ele fez.


Ficar ali do lado ouvindo o próprio neto chorar, pedir pela vida, enquanto os amigos dele morrem na frente dele, que isso cara, isso é desumano.

Mas o pior nem é isso, mas o fato de Garp bater de frente com Luffy, e apesar de entregar a vitória caindo no primeiro murro, Garp ainda se colocou ali como um escudo.


Fosse pra defender sua patente, ou pra lutar por um ideal, Garp foi um babaca desumano, que mereceu muito os murros que tomou da Dadan pós-guerra.


Aliás, Garp adotou Ace como um pedido do próprio Gol D. Roger. A mãe de Ace se chamava Portgas D. Rouge, e sua gestação foi segregada ao Garp pelo próprio Roger, já preso.


Foi Garp quem o capturou, lembrando que Roger se entregou pois secretamente estava morrendo. Garp era um amigo apesar de rival.

Então antes de morrer, fosse da doença ou pela execução pública, Roger contou pra Garp sobre sua mulher grávida. Isso gerou um massacre de bebês e mulheres grávidas por mais de 10 meses, depois que a informação vazou.


Mas Garp protegeu Rouge, nunca entregando sua identidade, e ela própria também protegeu Ace, murchando a barriga por mais de 20 meses de gestação! Ela escondeu a gravidez, criando Ace dentro de si, até chegar a hora do parto inevitável.


Ela morreu depois do parto, mas Garp resgatou o bebê, e o levou pra uma bandida das montanhas de uma ilha isolada, a Dadan. Ela foi responsabilizada por cuidar do bebê como seu filho, e assim Ace cresceu (sem o mínimo de respeito por Dadan e traumatizado por ser filho de Roger).


Garp o visitava mensalmente, e o treinava, mas mesmo assim ganhou o título de vovô em sua consideração. E, quando Ace completou 10 anos, ele ganhou Luffy como seu irmão, outro neto bastardo de Garp.

E sim, ele chora com o destino de Ace, quase mata Akainu na fúria, é impedido pelo Sengoku, mesmo assim... não da pra aceitar a falta de ação dele.



Shanks


E chegamos nele, Shanks, o monstro.

Shanks aparece em 2 ou três episódios e só faz pose, pois não precisa de mais que isso.

Como um dos Imperadores dos Mares, ou Kaidou como é mencionado de relance, ele é simplesmente um dos 4 seres mais poderosos que existem. 


Barba Branca também era, então eles estariam num nível similar, contudo, Barba Branca estava bem debilitado antes mesmo da Guerra, então a Marinha via vantagem em ataca-lo, o que não é o caso com Shanks.


E olha que ele tem um braço a menos, por causa de Luffy (ainda não acredito que ele perdeu um braço pra um Rei dos Mares qualquer), e mesmo assim, todos tremem com sua presença.


Shanks tem o Haki dos Reis, mas nem precisa usar isso quando surge. Na verdade ele emana naturalmente quase sem controlar.

Seu respeito é tanto, que quando ele chega na Guerra, ele decreta o fim, e todos apenas abaixam a cabeça e aceitam.


E tava um massacre! Barba Branca morto, Barba Negra poderoso puxando briga com a Marinha, e a Marinha querendo exterminar os piratas tudo. Shanks chegou, botou ordem e pronto.


Ele ainda se ofereceu pra enterrar Ace e Barba Branca, algo simplesmente aceito pela Marinha, como um sepultamento digno de reis.

Shanks teve também a chance de se reencontrar com Luffy, ele inclusive o salva, mas Luffy já estava desacordado pelas tragédias da guerra, e não o vê.


O ruivo também honra sua promessa e evita se aproxima de Luffy, colocando Buggy como seu "braço esquerdo". Ele usa de sua antiga amizade com o palhaço pra induzi-lo a resgatar Luffy na última hora, e ninguém vai contra suas ações.


As 4 Akuma no Mi do Fogo


Há muitos personagens ainda menores aparecendo, mas poucos são realmente importantes, por conta de algumas características do universo de One Piece melhor abordados.


A maior questão seria a das Akuma no Mi similares. Assim como é o caso do Moria e o Barba Negra, existem Akuma no Mis com poderes parecidos mas, nada iguais, como Sombra e Trevas.

Um caso intrigante seriam as 4 Akuma no Mi que dão poderes de fogo, e sim, até então já tem 4 delas (mas podem ter mais). É um caso diferente das Akuma no Mi do tipo Zoan (que transformam em animais), pois no caso dos elementos, eles deveriam ser exclusividade.


Mas há variáveis condicionais, que são demonstradas na melhor hora possível já que, Ace é o usuário da Akuma no Mi do Fogo, e não tinha hora melhor pra mostrar que há frutas parecidas e até mais fortes que a dele.


A segunda fruta com propriedade de fogo é a do Akainu, a fruta do Magma. Ela não dá o poder sobre o fogo necessariamente, mas é algo que produz fogo por conta do calor extremo, e pra piorar, é mais forte que o Fogo, inclusive sendo capaz de aniquilar o fogo.


É essa a fruta que mata Ace, por ser seu counter natural (igual Luffy da Borracha com Enel do Raio). Akainu só derrete os órgãos de Ace com um murro, na frente de Luffy.


É feio de assistir, mas no fim é a forma de mostrar que há muitos outros jeitos de conter um usuário de Akuma no Mi, e até derrotar.


A terceira fruta elemental de propriedade de fogo é a da Fênix, que na verdade é um fruto do tipo Zoan, mas é um "Zoan Místico", ainda mais raro e poderoso que os Zoan Ancestrais (de dinossauros). Ela transforma seu usuário em uma Fênix, capaz de produzir fogo Azul, virar a própria Fênix, ser simplesmente imortal, e pra variar, é um dos raros tipos Voadores que existem.


Marco é o usuário da Fênix, e é o braço direito do Barba Branca. Mesmo assim, ele não é capaz de bater de frente com Akainu (provavelmente por saber que o poder dele o supera), e é tirado de ação com algemas de Kairoseki, até voltar tarde de mais, sem tempo de salvar o Barba Branca, ou Ace.


A quarta fruta elemental com propriedades do fogo, é a da Vela. Sim, algo completamente aleatório que na lógica, é fraquíssima com fogo, algo demonstrado lá em Impel Down quando seu usuário, Mr. 3, quase morreu derretido nos andares inferiores.


Mas, não da pra negar que ele acende a ponta da Vela (sem usar isqueiro nem nada), para assim derreter a parafina, e molda-la conforme deseja. Mr. 3 cria uma pontinha de fogo no topo da cabeça, quase nada, uma merreca, mas ainda assim é fogo.


E ele também é importante na trama pois sem ele, Ace nunca se livraria das algemas de Kairoseki, e nem Marco. Mr. 3 pode criar chaves de vela, e essas chaves não derretem nem falham perante Kairoseki.


Louco que Mr. 3 aparece na história desde a fuga de Impel Down como um personagem sobrando, e no fim das contas ele é a chave da liberdade. 



As Reviravoltas


Durante a guerra há muitas situações de reviravolta, como a traição que Barba Branca sofre de um de seus filhos, induzido pela lábia de Akainu, ou a própria morte repentina de Ace.

Mas, são coisas que enrolam pra contar, sem necessidade pra tanta esticada. A própria reviravolta final é construída de forma desinteressante, com o primeiro amigo de Luffy na jornada, o marinheiro Koby, chorando em meio a luta, pedindo por misericórdia e suplicando pelo fim.


Por um instante, achei que ele despertaria o tal poder de Skypiea, o "Mantra", pois ele fica episódios gritando que escuta vozes se calarem (igual Enel e a garotinha anjo que nunca foi explicado), mas isso é rapidamente respondido como um tipo de Transtorno que ele sofre ao testemunhar tanta matança.


E, isso é ainda interrompido com a chegada de Shanks. Koby grita, pede o fim da guerra, mas a guerra só para mesmo pois o monstro chega.


Mas tem um monte de coisinhas pequenas, que teriam potencial mas acabam virando só detalhes a mais, como o filho do Oars, o maior gigante de todos (aquele que virou zumbi em Thriller Bark), que é amigo de Ace e vai lá ajudar ele. O Oars Jr. é gigantesco, anda pelo mar e é muito forte. Mas, morre em alguns episódios após andar e virar uma ponte viva pros demais piratas.


O tanto de personagens genéricos apenas lotam o campo de batalha e, tornam-se indiferentes. É o caso do Smoker por exemplo, e sua aprendiz, que viram só personagens quaisquer no meio da pancadaria. Smoker parece ter esquecido que é usuário de uma das Akuma no Mi mais fortes, a da Fumaça, e só... para de lutar, quando tá fora de cena.


Dos piratas do Barba Branca então, seja o usuário de Akuma no Mi do Diamante (que faz ele virar diamante, simples assim), ou qualquer outro secundário momentâneo, ninguém se destaca.


O Barba Branca


Até o próprio Barba Branca seria esquecível, se não fosse tão épico.

Ele fica a guerra inteira parado, assistindo seus filhos lutarem em seu nome, e apesar de desgastado, e sem seus equipamentos de vida (ele precisa disso pra ficar bem, pois tem doenças e é velhinho), o cara ainda impõe respeito, e é poderosíssimo.


Ele usa a Akuma no Mi do Terremoto/Tremor, e pode causar terremotos onde quiser, quando quiser.

É um tipo Paramecia, mas é poderoso ao ponto de torna-lo uma ameaça mundial, pois com tal poder, Barba Branca pode mover as placas tectônicas do mundo, por exemplo, e movimentar os mares como desejar.


Ilhas inteiras podem sumir diante seu poder, e ele ainda pode fazer isso num piscar de olhos, rasgando o tecido da realidade pra tremer o mundo todo, sem limites, sem falhas.

E ele ainda pode tremer pessoas e objetos, só pensando nisso. O cara é forte, e literalmente "tremula os ossos" dos outros com sua presença.


Mas, ele morre, por conta de muitos e muitos fatores. O principal é Akainu, que o fere três vezes, de formas devastadoras e cruciais pra sua morte.

Primeiro, ele fere seu orgulho, manchando sua reputação ao mentir pro mundo inteiro, e pra seus filhos, dizendo que ele fez um acordo com a Marinha pra salvar Ace e sacrificar seus aliados menores. Um dos filhos dele acredita nisso, e ataca ele com uma espada, perfurando ele, e isso faz ele ficar um pouco abalado.


Mas ele resiste a isso, ai vem o segundo golpe, o murro de Magma. Akainu usa o mesmo golpe que usou em Ace nele, duas vezes, e isso fere mortalmente Barba Branca. 


Mas, já bem enfraquecido, vem a morte de Ace como terceiro golpe mortal. Ele continua de pé, ainda dá uma surra em Akainu (mesmo com seus órgãos internos derretidos), e permanece de pé servindo de escudo pra seus demais filhos fugirem, mas psicologicamente o cara tava derrotado.


O espírito do Barba Branca cai por terra quando assiste Ace ser ferido com um murro de magma, e ter seus órgãos derretidos. Ele estava longe, não pode ajudar, e ainda estava servindo de escudo pra fuga de Ace, já tendo se movido pra frente de batalha nesse ponto.


A esse ponto, ele já estava praticamente morto, mas o monstro continua de pé e lutando... até que o Barba Negra, outro de seus filhos (este renegado), aparece pra por fim nele.

Barba Negra pega pesado, ele quase perde pro Barba Branca (mesmo usando a Akuma no Mi das Trevas), e por pouco não morre pro moribundo, mas, ele apela e chama sua tripulação pra esquartejar o grande capitão.


Barba Branca toma centenas de tiros a queima rouba, é esfaqueado e apunhalado também centenas de vezes, sem poder se defender.

Mas ele continua de pé, e vivo. Ele ainda discursa quando as balas de Teach acabam, e diz que ele não é aquele que Roger esperava.

Isso pois enquanto era ferido e esquartejado, Barba Branca para pra lembrar da juventude, e de quando ele e Roger conversaram sobre o mistério do nome "D.". 


Na época, Teach era o único "D." da tripulação do Barba Branca, e ele pergunta pro Roger o que isso significa, inclusive mencionando a confusão que faziam com o nome dele, em que chamavam ele de "Gold Roger" ao invés de "Gol D. Roger", principalmente nos cartazes de procurado.

A dúvida fica ai, pois Barba Branca nunca revela o que Roger lhe contou, mas, ele diz que o One Piece de Roger é real, logo após se lembrar disso, e grita pro mundo inteiro isso.


Com tais palavras, e seu discurso de viver pelo que importa, Barba Branca morre, de pé mesmo, e dá início a uma nova era, reforçando a busca pelo One Piece.

E ainda por cima diz que, apesar de Ace e Teach não serem o "D." que Roger queria, ainda havia esperança em Luffy, quem ele atribui sua confiança no último instante, botando sua tripulação pra protegê-lo.


A Dublagem Póstuma


Preciso dizer que a história do Barba Branca é ainda mais impactante quando se conhece a história de sua dublagem aqui no Brasil.

O personagem recebeu a voz incrível de Antônio Moreno (voz do Jigsaw de Jogos Mortais), e a voz simplesmente combinou tremendamente bem com ele. Mas, o curioso é que o ator/dublador faleceu em 2022, aos 76 anos de idade, muito antes da dublagem oficial de "Marineford".


Na verdade, One Piece estava longe de chegar nesse arco quando ele morreu, mas sua dublagem pro personagem já havia sido feita e guardada pelo Glauco Marques (dublador do Zoro), que também é o chefe de dublagem.

Mesmo sem ter o contrato estabelecido para dublar tal temporada (e como sabemos, dublagens nacionais são incertas e não é garantia que o mesmo estúdio consiga sempre manter elas em seu nome), o cara arriscou, e lutou pra colocar a voz de Antônio Moreno no personagem.

Antônio Moreno morreu pro Covid, por conta das complicações geradas pela doença, em 1° de novembro de 2022, mas gravou as falas do Barba Branca antes de falecer.


Isso apenas fortaleceu o discurso de vida do Barba Branca, que em sua voz, foi como uma mensagem dele próprio pro mundo, e não só do personagem para o anime. São as palavras finais de duas figuras implacáveis em um mesmo ser, de uma mensagem sobre lutar pela vida, e pelo que se ama, sem jamais virar as costas.


Barba Branca aliás morre de pé, de cabeça erguida, e sem cicatrizes nas costas, pois nunca virou as costas pra uma batalha. E, seu objetivo de vida, era criar uma família.



Os Piratas do Novo Mundo


No fim da Guerra um novo arco é previamente apresentado, mostrando mais uma vez aqueles piratas jovens que Luffy conheceu em Sabaody.

Trafalgar Law porém é o único que vai de encontro à Guerra, não para ajudar Barba Branca, nem pra participar da luta, mas simplesmente pra salvar Luffy.


O cara é um médico misterioso, com a Akuma no Mi também bem misteriosa da Divisão (até então não explicada). Mas, ele nem usa seus poderes, apenas chega de última hora, em seu Submarino, e resgata Luffy pra cuidar de seus ferimentos.


Essa é uma aliança estranha, e bem anormal, mas graças a isso Luffy ganha uma chance de sobreviver.

E olha que não é fácil fugir, pois mesmo com Buggy tirando Luffy e Jinbe (ambos desacordados) do campo de batalha, praticamente voando, ele ainda é atacado pelos três almirantes com muita força.


E  Shanks ainda pede pra Buggy dar o chapéu de palha pro Luffy de volta (que deixou cair), e ainda assim os Almirantes tentam captura-lo.

Os caras chegam a Congelar o mar, Disparar Lasers Explosivos, e Meteoros de Magma, tudo pra tentar pegar o Submarino, mas nada disso funciona.


E ai, a guerra acaba, com os Piratas do Novo Mundo testemunhando o surgimento de Barba Negra, com poderes de terremoto e trevas, e a Marinha sendo humilhada.


Monkey D. Luffy


A história não é sobre Luffy, mas ele está lá.


Numa corrida sem fim rumo ao Cadafalso, Luffy fica a guerra inteira batendo em coadjuvantes da marinha, enquanto os muitos aliados que criou lutam pra defender suas costas.


Luffy até chega a usar o Haki do Rei, poder este ainda pouco compreendido por ele (ele nem nota), mas que o faz virar um alvo pra todos ao perceberem o risco que ele oferecia.


Mesmo chegando ao Cadafalso, e libertando Ace, Luffy só tem um rápido momento lado a lado com seu irmão, mas, ele perde tudo quando Ace é morto na sua frente.


Enquanto fogem, Barba Branca se sacrifica pra que Ace e seus outros filhos consigam escapar, ficando na frente da Marinha. Porém, Ace se recusa a fugir, batendo de frente com Akainu (era só ter fugido mano).


Por ser filho de Roger, e por Luffy ser filho de Dragon, ambos são alvos de Akainu, então ele tenta brincar com o psicológico de Ace matando Luffy na frente dele.


Mas, Ace se joga na frente, e leva o golpe em cheio, morrendo minutos depois nos braços de Luffy.


Akainu ainda por cima zomba, tira sarro, é um merd4, e tenta matar Luffy, mas Crocodile, Jinbe, e mais um monte de gente faz de tudo pra salva-lo.


Luffy perde a consciência ao chorar, e apenas entra em coma, desligando o cérebro pra não morrer pelo trauma, e ele só acorda bem depois, salvaguardado na Ilha das Mulheres, graças a Boa Hancock que persegue o submarino e o leva depois pra sua ilha.


São essas pequenas múltiplas coincidências que fazem Luffy voltar pro exato ponto em que tudo começou. Ilha das Mulheres seria um dos poucos locais que a Marinha jamais procuraria por ele, e também era um lugar raro pra ele se esconder.


A aliança dele com Hancock é completamente impensável, então isso acaba sendo a fuga perfeita. Mas o roteiro não ignora as proibições da Ilha das Mulheres, e a tripulação do submarino é forçada a se alojar num canto da ilha, sem ter contato direto com as mulheres.


No fim, ele fica ali na ilha, confinado até se recuperar, e lidando com trauma da perda de mais um irmão... Isso até Ray chegar nadando, e assumir o controle da situação. Trafalgar Law e seu submarino partem depois disso, passando a responsabilidade de cuidar de Luffy pro Rayleight.


Sim, o cara chega do nada, e enquanto planeja algo com Luffy, somos apresentados pra uma nova história.



Sabo


Absolutamente um mini-arco desnecessário, inserido atoa e que prejudica muito a história. A existência desse personagem inédito e repentino é ridícula, mas por alguma razão Oda achou uma boa contar.

Sabo é um terceiro irmão nunca antes nem mencionado, que viveu sua infância ao lado de Luffy e Ace. Quase forjando uma retcon (quando reconstroem o passado com uma história inventada do nada), isso não só vai contra vários momentos de flashback e discursos que o anime teve até então (principalmente o ritual de irmandade bebendo saquê que antes, Luffy e Ace fizeram juntos, e agora simplesmente brotou Sabo no meio), como também não soma em nada pro que já havia sido construído.


Sei que, a ideia é marcar o espectador com o luto recente de Luffy, introduzindo uma perda anterior esquecida por amnésia, só pra tornar tudo ainda mais pesado. Mas, isso tem o efeito contrário, reduzindo a baixa do Ace, e manchando muitos momentos significantes que ele teve.

A história também é bem sem graça, enrolada, e chata, mostrando o que tem de mais clichê possível, com uma progressão de eventos perdida, e pra piorar, coisas forçadas enfiadas ao acaso.


Primeiro, colocam Dragon ao lado da Ivankov e o Bartholomew Kuma, chegando lá na terra natal dele, praticamente DO LADO do Luffy, e simplesmente ignoram que eles são pai e filho. O pior é ele usando o poder do vento (acho que é isso) pra abrir uma rota de fuga pros catadores de lixo que morreriam no incêndio, pra assim aumentar o número de sua própria tripulação, e ignorando o fato de que Luffy, filho dele, tava no mesmo incêndio!


Na história principal, a ilha em que Luffy e Ace vivem há uma favela que é queimada pelo pessoal rico, pra visita de um Tenryubito, e Sabo é de família rica (mas foge de casa pra viver com Ace e Luffy, e no fim é forçado a voltar, pouco antes do incêndio), daí mesclam as histórias. Dragon encontra Sabo tentando fugir pra impedir o incêndio, e diz que ele também vivia ali na cidade rica, ou seja, ele seria de família nobre (Luffy também). Mas tipo, é algo muito jogado de qualquer jeito. Não faz sentido Dragon estar ali justamente naquele momento, e encontrando exatamente Sabo... é meio que, absurdo.


Eles fazem isso pra dizer que tem algo importante pra se tirar dessa história, mas no fim, é ainda mais forçado (a dublagem do Dragon ainda por cima, só por deus viu, ficou péssima).


Também não sabem como mostrar a personagem Dadan, como uma mãe provisória de Ace e Luffy (e Sabo), com quem Garp deixou os pirralhos renegados pra serem criados, e só faz parecer que é uma velha oportunista, raramente se importando com eles, e sem a menor conexão possível.


Mostra-la assim, reduz o último pedido de Ace a algo estúpido, pois, em seus últimos momentos, ele fala pra Luffy mandar um salve pra Dadan, sendo que ela nem era tão importante assim (ele vivia praticamente sozinho). Pior ainda é notar que ele ignora por exemplo a memória do terceiro irmão perdido! E Luffy também, ambos. 


Muito podia ter sido aproveitado desse personagem, que no fim das contas é só um filho de nobre mimado que fugiu de casa e viveu com os pobres (clichê), e no fim volta pra casa, foge de novo, e ignora o fato de que seus "irmãos" precisam dele, e foge pro mar, com um navio roubado em tempo recorde!


E claro, "morre" (sem corpo não há morto, regra n°1 principalmente em One Piece, mas, seria uma tragédia trazer esse personagem de volta no futuro, pois só prejudicaria ainda mais a perda de Ace), navegando direto pra um NAVIO DO GOVERNO MUNDIAL, com uma Bandeira de Pirata?!


Ainda por cima com um Tenryubito a bordo, que aliás, deveria ter despertado alguma fúria ou desejo vingativo em Ace e Luffy, mas que simplesmente não acarreta em nada. Luffy nem sabe mais o que é um Tenryubito, como mostrado em Sabaody, o que me fez questionar: Aquele murrão... teria um impacto ainda maior agora não? 


Mas nem pra isso serviram, podiam ter colocado o mesmo babaca Tenryubito como assassino do Sabo, e por pura coincidência Luffy teria espancado ele, mas não, é só um genérico aleatório pra algo ainda mais genérico.

De tudo que vi até então, creio que esse mini-arco, que devia ser filler afinal, foi a pior coisa que assisti.


O pior de tudo é assistir isso bem depois do clímax de Marineford! Meu deus mano, a maior baixa de One Piece até então, a maior tragédia, o ponto de virada pra trama, o momento mais importante pra Luffy, a parte em que eu mais chorei na vida vendo anime de pirata... os caras estragam com esse retcon absurdo e sem nexo.


E nem falo o tanto de furo que tem nele pois, tudo soa descartável. Meu, Ace do nada usando o Haki do Rei na frente de Luffy, e Luffy nem compara isso com Shanks, enquanto um velhinho de filler que só aparece em 2 episódios usa um Haki meia boca num Urso, e Luffy fica todo boquiaberto.


A pelo amor né!?

São muitos momentos desperdiçados e sem graça, muitas cenas estragadas. Deviam fazer um favor e retirar esses episódios de One Piece, pois sério, Sabo é o personagem menos interessante já criado na trama. 



Os Companheiros de Luffy


Notou que nem citei os demais personagens? Pois é, eles não aparecem, exceto no fim do arco, quando Luffy lembra que eles existem.

A existência deles é inclusive o que salva Luffy, pois ele já havia entrado em depressão com a morte de Ace, mas lembrou que haviam pessoas por quem lutar ainda, e por isso se reergueu.


Todos eles permanecem nas ilhas nas quais Kuma os jogou, mas agora é explicado onde estão exatamente, e seus arcos são "encerrados".


É que, todas as aparições nas temporadas anteriores eram pura enrolação. Na verdade, era pra eles serem mostrados só agora, mas quiseram mostrar antes em Amazon Lily e Impel Down, mesmo sem ter muito o que contar.


Zoro


O espadachim foi jogado na terra de Mihawk, simples assim. A terra onde ele foi parar, onde é atacado por macacos equipados com armas de todos os tipos, e onde teve de conviver com minha personagem favorita, Perona, é a casa do maior Espadachim do Mundo, o Shichibukai Mihawk.


Coincidentemente, ele decide voltar pra casa depois de fugir do Shanks, e encontra Zoro tomando uma surra. É provável que ele vire seu tutor na arte da espada, por isso foi jogado ali.


E aí, no fim da temporada, tem a grande revelação do plano de Kuma, pelo menos indiretamente. No caso de Zoro, essa é a ilha perfeita pois além de Mihawk, o maior espadachim existente, ainda é um ponto no qual pode treinar técnicas com os "Imitadores". 


Vários macacos que imitam guerreiros, incluindo o próprio Mihawk, vivem nessa ilha, e podem servir de treinamento pra ele. Apesar de Zoro inicialmente hesitar em permanecer na ilha, quando ele recebe a mensagem de Luffy, ele aproveita a oportunidade pra se fortalecer, em um conveniente treinamento com o próprio Shichibukai da Espada.



Chopper


Toda a enrolação de guerra entre humanos dominados pelas aves gigantes acaba, e Chopper resolve a situação conversando com os pássaros. Era só um mal entendido entre eles, e os pássaros gostavam de tesouros, temendo que os humanos roubassem deles, enquanto os humanos da tribo queriam só remédios que os pássaros impediam de pegar nas montanhas.


Então Chopper banca o diplomata, e une os dois povos e raças, pra assim treinar medicina. Provavelmente, Kuma o enviou pra estudar medicina ali.


Mas o segredo da ilha e o motivo de Kuma era um ainda maior, pois na verdade, o povo de lá era muito avançado. Apesar das aparências, eles eram uma tribo cientificamente avançada e com grande conhecimento medicinal. Acaba que, esse é o lugar perfeito pra que Chopper desenvolva suas técnicas de medicina, aprimore, e ainda por cima aprenda a conviver com diferenças.


Afinal, já que ele tem grande problema com sua própria natureza, um lugar onde nada é o que realmente parece ser ajuda ele a treinar seu psicológico. Dessa forma, após receber a Mensagem de Luffy, Chopper opta por ficar na ilha e estudar medicina.


Nami


Essa nem liga pro Chapéu de Palha ou os outros, Nami já escolheu ficar na ilha dos céus treinando pra prever o clima, e simplesmente esqueceu sua promessa pros demais.


Kuma a enviou pra isso? Pois é, não.

Na verdade, a ilha dos pesquisadores climáticos é um ponto bom pra ela aprender mais sobre clima e melhorar seus ataques, mas mais que isso, esse é um lugar que estuda a Grand Line, e o Novo Mundo. 


O Novo Mundo é um mar além da Grand Line, pra onde Luffy e os demais precisam ir pra encontrar o One Piece, e muitos dos novatos na nova era já estão enfrentando os desafios de lá.


Contudo, o clima de lá é muito pior que o da própria Grand Line, e é um mundo pouco conhecido pra se navegar. O único lugar que tem estudos sobre ele, é justamente essa ilha, praticamente desconhecida pelo mundo inteiro, e onde Nami pode estudar pra se tornar uma Navegadora do Novo Mundo! Isso faz ela ficar ainda mais confiante, ainda mais depois de receber a Mensagem de Luffy.


Sanji


Ele então, virou mulher mentalmente e tá lá curtindo a vida na ilha das mulheres 2.0. Porém, ele recobra a consciência quando um jornal traz as novidades sobre Ace.


Não sei como, mas Kuma o enviou pra enfrentar seu lado machista... aliás estava ansioso pra ver ele se encontrar com a Ivankov, e quando isso ocorre, o significado dessa ilha ser seu destino vem a tona.


Sanji primeiro precisa convencer a Grande Iva que ele é mesmo um companheiro do Luffy, mas além disso, finalmente o lado Culinário dele surge.


Ivankov conhece 99 receitas especiais de pratos de Batalha, da chamada "Culinária Ofensiva", sendo estes alimentos que reforçam as habilidades de quem os comem. Provavelmente é algo intensificado com algo hormonal, afinal essa é natureza de sua Akuma no Mi, mas pra Sanji tal conhecimento tornaria ele ainda mais útil pro bando.


Contudo, ele também precisa lutar contra seus preconceitos, e reforçar seu próprio corpo, treinando com Iva e suas seguidoras. Tempo é o que ele mais tem, e é preciso se esforçar muito, ainda mais depois de ter recebido a mensagem de Luffy. 


Franky


A história do Franky foi literalmente cortada! Os caras ao invés de mostrarem ele lutando contra os animais robôs dentro das instalações do Vegapunk, apenas já botaram ele com tudo resolvido, reabastecido de refrigerante (ou seja, isso também não é mais problema), e recebendo um fax com as novidades do mundo.


Na lógica, Kuma o enviou pra melhorar seus equipamentos robóticos, na ilha dos maior cientista que já existiu, e é exatamente isso que ocorre.


Ao explodir o laboratório de Vegapunk, acidentalmente, Franky destrói seu corpo inteiro, mas também descobre um laboratório secreto com projetos ainda melhores dos que havia encontrado no laboratório abandonado. Dessa forma, ele pode se aprimorar, vivendo de forma nômade e escondido da Marinha (que sim, tem controle sobre a ilha em que ele caiu, pois é território do Vegapunk), mas com tempo suficiente, já que a Mensagem de Luffy é claríssima.



Nico Robin


Ainda acho as histórias da Nico com um visual diferente, mas, ela passou pelo que passou na Ponte gigante em construção, só pra conhecer a Resistência de Dragon.


Kuma viu ela como uma aliada em potencial pro próprio Dragon, enviando ela pra lá, e mais que isso, ele meio que corrigiu um erro grave da Força Revolucionária, unindo os dois.


É que, era pra Força Revolucionária ter resgatado Robin quando ela ainda era uma criança. Eles estavam atrás dela, pra protegê-la, mas a vida ferrou com ela. Então, Kuma dá uma nova chance deles a encontrarem, e agora Nico pode treinar com o próprio Dragon, conhecendo mais sobre o passado, entendendo mais sobre a luta contra o Governo Mundial, e treinando pra ser ainda mais útil pro bando. Legal que Dragon e os Revolucionários que transmitem as novidades sobre Luffy, inclusive a Mensagem dele sem perceberem. 


Usopp


Ele tá lá engordando, ainda como Nhonho, mas provavelmente Kuma o enviou para colocar um pouco de carne nos ossos. Usopp era magrinho de mais.


E na realidade, de todos os planos de Kuma, esse é o mais misterioso. A Ilha é praticamente uma "Ilha Carnívora", e é sim um bom lugar pra treinar, afinal tem alimento abundante mas também ameaças constantes. 

Em contraste ao que Luffy enfrentaria, é o treino quase idêntico, mas muito focado em físico e não mental. Pelo menos até então, Usopp só está treinando sua força física e resistência, mas ainda não tem nada relacionado a técnicas de mira, ou o misterioso "Haki", fazendo parecer que no caso dele, Kuma enxergou tanta fraqueza que fez ele viver entre monstros pra talvez, ser forte de verdade e começar a lutar.


Mas, nunca se sabe né. Heracles, o misterioso homem besouro que está com Usopp, ainda é um baita mistério... vai saber o que ele ensinará, ainda mais depois da Mensagem de Luffy.


Brook


E por fim, Brook... que só ta escrevendo uma música pro povo mais pobre de todos.


Nesse caso ainda não da pra saber seu objetivo destinado por Kuma, mas da pra deduzir não pela situação de Brook, mas pelo povo que ele conhece.


É que, além das pessoas pobres, que ele fortalece com sua música e faz enfrentarem os misteriosos "Homens de Braços Longos", tem esse outro povo, uma espécie humana estranha com 2 articulações nos braços (tecnicamente, eles tem 4 cotovelos ao invés de 2). 


Isso importa, mesmo não tendo tanto destaque, pois Brook é levado por eles, pra ser usado como uma atração circense dos "horrores". Ele é posto pro público ver e se maravilhar por ser estranho e incomum, perante a nação de pessoas de 4 cotovelos.


Mas o curioso, é que em termos musicais, essa também parece ser a melhor posição pra Brook. Já que, o único músico poderoso mostrado até então, foi o Usuário de Akuma no Mi Musical (aparentemente), que é um dos piratas novos, e apareceu poucas vezes. Ele é justamente dessa raça dos 4 cotovelos!


Isso nunca é conectado diretamente, mas pro bom observador isso basta pra deduzir, que talvez Brook aprenda algo sobre técnicas musicais. Também não fica bem claro se o cara da música realmente usa uma Akuma no Mi... então fica o mistério sobre o que Brook aprenderá.


Mas, ele decide se tornar mais útil pro Bando, no tempo que terá de esperar após a Mensagem do Luffy.




A Mensagem de Luffy: 3D2Y


Enfim, todos recebem a notícia sobre Ace, e o fim da guerra, mas a preocupação de todos é a mesma: Luffy.


Isso pois todos sabem o quanto ele se sentiria mal com isso, logo, todos finalmente vão tentar reencontra-lo.

Mas então Luffy reaparece nos jornais, voltando pra Marineford, fazendo um ritual fúnebre, e posando pras fotos com uma tatuagem nova no braço.


Isso circula o mundo inteiro e também alcança os Chapéus de Palha, mas a mensagem tem duplo significado.

Enquanto pro mundo, as ações de Luffy eram basicamente ele dizendo que uma nova Era se iniciou, para os Chapéu de Palha era uma atualização do plano.


"3 Dias 2 Anos" (3 Days 2 Years) seria uma atualização do acordo que todos fizeram, de se reencontrarem com Rayleigh, usando o Vivricard dele, após 3 dias.


Agora, eles tem de treinar e aguardar por 2 anos. O posicionamento de Luffy justamente em Marineford, prestando seu luto por seu irmão, é aquela demonstração de força e superação, para que seus amigos não se preocupem com sua mente.


A presença de Rayleigh com ele também é uma indireta, dizendo que ele está já com o cara, e para que eles não se preocupem pois quando for a hora, eles o encontrarão.


Todos entendem a mensagem, até Zoro (a muito custo), por isso eles aceitam e permanecem confiantes em suas respectivas ilhas e situações.


Tem também outro significado oculto na tatuagem, pois ela meio que imita a tatuagem de Ace (ASCE), ficando até mesmo na mesma posição em que ele tinha.


Nunca é explicado o que significava o "S" riscado na tatuagem, mas já que colocaram Sabo na trama, é provável que seja sua inicial, simbolizando seu luto eterno.


Talvez tenha outro significado maior mas, pouco importa agora. A questão é que Luffy se inspirou nisso, pra contar aos seus companheiros que ele está bem, e os esperará.


Os Mistérios


O tanto de coisa jogada na última hora em tela é sem tamanho. São muitos mistérios repentinos, como Kuma indo de encontro ao Thousand Sunny (o que é alarmante), que estava sendo protegido pelos motoqueiros amigos de Sanji.


Os novos piratas se lascando em diferentes ilhas no novo mundo, mas pior que isso, a Pirata mais legal sendo a única capturada pelo Barba Negra, e depois ainda sendo capturada pelo odioso Akainu (e sério, ela ta muito ferrada).


Rayleigh sendo chamado de "tio" do Luffy...

O paradeiro do Moria (que é mencionado como fugitivo e não morto) e os planos do Doflamingo...


A aposentadoria de Garp e Sengoku, com a substituição por outros marinheiros, e quem os sucederá...


O convite de Buggy pro Governo Mundial (só falta ele virar um Shichibukai kkkk).


E por ai vai.

A coisa muda muito, mas é tudo apenas uma pincelada provisória pra dizer que vai ter muita mudança no próximo arco.


Explicando o Haki


E finalmente, no último episódio, é explicado o que é o Haki (sim, Koby despertou Haki na guerra mesmo).

Luffy treinará com Rayleigh em uma ilha próxima a ilha das Mulheres, onde o clima é extremamente instável, e é um território hostil.


E ele ensina sem enrolar o que é o Haki. Basicamente, é uma forma de energia presente em todo ser humano, dividida em dois tipos: Haki de Observação e Haki de Reforço Físico.


No caso da Observação, ele permite que a pessoa sinta tudo em seu entorno, e quanto mais forte, mais distante esse sentido vai, permitindo não só que ela saiba tudo o que a cerca, mas também possa até "prever o futuro", lendo movimentos alheios.

Rayleigh até explica que o tal "Mantra" de Skypiea era só um nome diferente pra esse Haki.


Já o Haki de Reforço é justamente aquilo que eleva tanto a força física das pessoas, que é um counter natural de TODAS AS AKUMA NO MIS. Esse Haki reveste o corpo, e armas, e pode atingir até mesmo usuários do tipo Logia. 

Sem contar, que quanto mais forte é o usuário do Haki, mas poderoso se torna o revestimento, dando resistência e força física anormais.


Por fim, ainda há um terceiro tipo de Haki que poucas pessoas conseguem, e não pode ser aprendido, apenas "despertado" em algumas pessoas. Este é o Haki do Rei.

Ele é um tipo de Haki da Intimidação, que emana o poder da pessoa pra enfraquecer o espírito de luta de tudo que a cerca, e Luffy tem isso, assim como Rayleigh.


Então, Luffy treinará os tipos de Haki, mas Rayleigh já adianta que normalmente, as pessoas se focam em um só, sendo o que eles mais se identificam.

O curioso de Luffy, é que ele é naturalmente forte com os 3. Já que, ele é um tremendo observador (o fato dele raramente piscar simboliza isso), é poderosíssimo e resistente, sempre priorizando melhorar seu físico pra lutar, e tem uma presença digna de um Rei, afinal o cara literalmente transforma inimigos em aliados!


Na lógica, ele tem a capacidade de dominar os 3 tipos, mas ai fica a critério da próxima temporada, e do que o futuro reserva.


Ainda por cima, o anime termina com uma mensagem diferente da costumeira "Continua", com os dizeres "Para o Novo Mundo", finalizando toda essa fase de One Piece e preparando o terreno pra nova fase, a fase mais pesada, no "Salto do Tempo dos 2 Anos".


O bom, é que temos aquela abertura clássica tocando uma vez mais, em paralelo aos Chapéus de Palha em suas respectivas ilhas, todos se preparando pro futuro.

Enfim, aqui acaba Marineford.


E... bora ver o que virá!


Obrigado pela leitura.

Desculpe se esqueci algo, ou se enrolei em algo, e agradeço de mais por ler.

Até mais!

See yah!



Postar um comentário

16 Comentários

  1. Aeeeee, finalmente mais um. Eu fiquei em dúvidas se você gostou ou não ao longo do texto hahaha vou entender que gostou considerando o aspecto geral, mas que algumas coisas te desagradaram no decorrer.É uma pena que o barba branca (que tem bigode branco) tenha ganhado destaque apenas na temporada em que ele morre, bem triste. Essa questão de o barba Negra absorver os poderes dele ficou um pouco confuso, faz parte dos poderes de sombra dele então? E tipo, ele pode fazer com outros piratas?Outra coisa, o Shanks é poderoso simplesmente por conta do Haki ou ele tem algum outro poder? Ele não é usuário de nenhuma fruta né? Não lembro agora se já perguntei isso.Lendo eu achei bem legal, mas fico ainda mais convicto de que não teria paciência para assistir. A próxima temporada já se passa no time skip ou vai mostrar algo nesse meio tempo?

    Ed aqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que tá sr Ed, eu também não sei se gostei ou não. Tipo, eu levei o mês inteiro pra assistir, e não consegui maratonar. Teve uma hora que cochilei durante o anime, e foi a primeira vez que isso aconteceu. Mas eu sempre fiquei com vontade de voltar, curioso pra saber como acabava, e torcendo pra acabar logo, ao mesmo tempo que ficava preocupado que acabasse cedo de mais. Meio confuso eu sei... daí a confusão foi pro texto.

      O poder do Barba Negra é um total mistério ainda. Fato é que ele pegou o poder do Barba Branca escondido de baixo de uma manta escura, e depois que o Barba Branca morreu. Ele mata ele, e fica um tempo escondido com o corpo, reaparecendo já com o poder. Não fica claro se é uma propriedade das Trevas, ou se é algum truque, mas todos estão considerando ele como o primeiro Akuma no Mi duplo até então. Mas é aquilo, One Piece leva tempo pra contar o que quer contar... então ainda não é a hora do Barba Negra.

      Shanks é puro Haki, igual o Ray, Gol D. Roger, Garp, Zoro, Mihawk, enfim, esses monstros são tudo puro Haki... o que mostra que isso é algo muito mais forte que as Akuma no Mi. Por exemplo, os Homens Peixe, como o Jinbe, podem usar Haki também, e não tem a desvantagem da fraqueza marítima. Poxa, o Ray nadou de Sabaody até a Ilha das Mulheres, só na base do Haki. Pensa no quão poderosos são considerando que é a Grand Line!

      Próxima temporada é o time skip, se não me engano a Ilha dos Homens Peixes... tomei um spoiler de que é a temporada de geral forte e mostrando o quão forte são.

      Sr Ed, bom ver que conseguiu comentar. Aleluia! O site as vezes fica maluco.

      Excluir
    2. Ed:
      Espero que agora vá também...
      O cara roubou o corpo ainda pra fazer alguma maracutaia? Temos um ocultista.
      Então o Luffy tem realmente um potencial pra ser muito forte, unindo o poder da fruta e do Haki uma hora ele vai ficar quase invencível (infelizmente a fraqueza do mar ele não se livra pelo visto)
      Tô realmente ansioso pra ler o próximo, mas vai no teu tempo aí, do jeito que o anime parece enrolar...

      Excluir
    3. Agora to esperando a dublagem da tia Netflix. Tipo, eu até sinto vontade de assistir legendado, mas... assim meio que crio um limite. Se não provavelmente vou maratonar tudo sem parar e ai fica chato... (meu deus tive até medo agora).

      Mas é, Luffy provavelmente é o mais eficiente com todas as paradas do Haki, eu quero ver ele mais forte logo. O Oda não coloca aquele clichê do personagem ganhando super poderes no campo de batalha... então o jeito é espera a galera ganhando poder na raça!

      E... o Barba Negra deixou o corpo do Barba Branca pra trás mas, não se sabe o que fez debaixo da lona. Eu fiquei pacas curioso.

      Excluir
  2. Comentário muito longo para uma só postagem...

    Ahhh, finalmente saiu atualização de One piece \o/

    Esse é o arco que eu mais gosto... porém, em mangá.

    No anime, é muito enrolado e eu realmente assisti isso anos atrás já no meu limite.

    Ace... por mais que seja um personagem bem daora, nunca tive apego a ele... provavelmente porque ele nunca ficou tempo suficiente em tela para eu gostar dele, faltou desenvolvimento dele e o luffy juntos para justificar a irmandade deles (tanto que tem bastante conteúdo depois que é mostrado), porém eu realmente não senti a perda dele em momento algum.

    Apesar de gostar bastante desse arco, não posso deixar de lado que muitos personagens são deixados de lado na guerra, arcos grandes assim são realmente dificeis de lidar porque tem tanta coisa acontecendo de uma vez que fica dificil dar espaço para todos (inclusive digo isso por ter narrado um rpg de mesa por mais de ano e no dia que tive que unir toda a mesa por causa de uma guerra eu concluo que foram as piores sessões justamente por tanta coisa para lidar e não ter espaço para isso).

    Fora que nessa parte rola tanta coisa e tudo passa como se não fosse nada, Boa Hancock aprontando a todo momento a favor do Luffy e a marinha ignorando, muitos marinheiros bucha no caminho, marinheiros interessantes esquecidos, até entendo a parte dos piratas mais importantes não ter tanta coisa revelada porque eles apareceram nessa parte e não é para explorar mesmo, porém os personagens que reaparecem são ignorados.

    Garp é um personagem que eu não consigo odiar... porém também não consigo gostar, para mim ele só está ali, faz coisas boas e más, porém é vacilo estar ali presente entre Ace e Luffy e deixar tudo isso rolar ainda...

    Shanks é o fodão... realmente eu também não aceito muito bem o sacrificio de um braço para um rei dos mares, porém tem que levar em conta a evolução da história desde a base planejada e até onde tudo chegou atualmente... tanto que nem o haki tinha muita relevância até o momento e começa a se destacar de verdade nas ultimas temporadas pré-time skip.

    Cabe a como a história vai andar e como o autor pretende "ajeitar" as pequenas falhas que foram aparecendo conforme o avanço da história.

    Akumas no mi similares... vão aparecer várias na jornada, é só levar em conta a quantidade de coisas que as frutas podem fazer... criaturas mitológicas existem aos montes, temos varios elementos e também vários materiais que podem ser adaptados em habilidades... Normal que algumas frutas que já tenham sido vistas antes possam acabar retornando em "evoluções".

    Barba branca tem uma resistência anormal... no anime ele sofreu mas no mangá ele sofreu ainda mais... uma diferença é que no anime o Akainu apenas fez uma queimadura ali na lateral da cabeça e levou o bigode do véio... mas no mangá ele leva quase 1/4 da cabeça dele nesse mesmo golpe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parte 2...

      Sabo... não tenho nada contra ele, porém creio que essa história poderia ter sido apresentada um pouco antes, seja sugerindo a presença de outra criança no passado do luffy e do ace (um foco de camera deixando um espaço para três enquanto tinha apenas dois em tela ou algo assim) e essa história poderia somar um pouco mais para a perda do luffy em sequencia, já perdendo um irmão e agora perdendo o segundo e estando só (porém, com seus nakama, claro).

      Acho até o arco legal apesar de bobinho, ele se distancia bastante do ponto onde estamos e por isso fica tão estranho. PS: não lembro do ace usando haki do rei nessa idade no mangá, então tenho desconfiança nessa parte comparada ao anime, maaas, o Luffy sempre foi assim desligado, creio que ele acabou deixando isso passar sem nem notar também.

      Cada companheiro do Luffy acabou caindo exatamente nos lugares que permitem a sua evolução, apesar da gente notar como um recurso preguiçoso, creio que em todo mangá shonen meio que as coisas caminham para essas situações.

      Os mistérios fazem parte da história mesmo, normal terminar uma saga e ficar várias duvidas que até hoje não foram respondidas (sério), porém, pelo menos a maioria delas chegam a ter resoluções, principalmente fora da história mesmo (nas seções de perguntas do mangá, histórias de capa, ou nos compilados de respostas que tem suas próprias publicações).

      Quanto aos Hakis, pelo menos daqui pra frente vai ter um trabalho melhor nesse quesito e que explicará de forma correta seus usos e aplicações, justamente nessa saga que vem após o time skip, que como você já tomou spoiler de evolução, ficará mais óbvio.

      Excluir
    2. Como você está mais adiantado, vou perguntar. Eu achava que o Kuma sabia exatamente o que cada um precisava e os enviou ao lugar certo, daí ia perguntar como ele soube de todas essas informações precisas, já que ele precisaria conhecer muito bem o grupo. Mas pelo que parece foi coincidência então? Kkkk acontece, eu acho

      Excluir
    3. Comassim, Barba Branca perdeu a cabeça no golpe do Akainu do mangá? Meu pai.... entendo porque não adaptaram isso, mas caramba!

      E a impressão que deu é que Kuma escolheu o lugar pra cada personagem como um plano maior dele... fiquei bem curioso quanto a isso, pois fez até parecer que eles estavam sendo observados o tempo inteiro.

      Ai tem aquele mistério da idade, todos viraram obcecados no mundo pirata após os 7 anos de idade, quando cada um teve sua reviravolta... fico ansioso pra saber se tudo faz parte do plano ou é só improviso e adaptação conforme o roteiro segue.

      E o esquema do Kuma foi coincidência... matou um bom potencial da história. Até porque, quando Dragon aparece perto tanto do Luffy criança quanto do Zoro (num flashback bem meia boca), ambos crianças, deu a entender que eles estavam sendo "observados".

      Excluir
    4. No caso do barba branca, no mangá quando o akainu acerta a cabeça dele, não queima só o bigode, literalmente o golpe faz desaparecer todo um pedaço da cabeça dele...

      Quanto ao Kuma, isso já é uma parte que está sendo explorado só agora no mangá, ou seja, são questões que vão ficar pendentes por mais uns 500 capítulos ainda... e para explicar essas questões do kuma eu teria que comentar sobre praticamente os 3 arcos anteriores... então é melhor acompanhar o avanço do shady porque muita coisa não vai ser compreendida por faltar detalhes...

      Excluir
    5. Ai que a gente percebe que a jornada de One Piece é longa!!! Eu aqui pensando que a resposta já ia vim, e nem 2 anos de timeskip servirão pra responder kkkk. Obrigado sr Sieg, agora to mais empolgado pra conhecer o que virá, já que tamo todo mundo no mesmo barco rs.

      Excluir
  3. O poder do Barba Negra de ter 2 akuma no mis em seu corpo, é algo relacionado à raça dele. (Dica: É a mesma do Barba Branca, e o nome da raça é sua alcunha na vida real. Pesquisa Barba Negra no Google.) Sobre o Sabo, ele terá uma relevância bem bacana. (Sendo ele o cara que faz mais que o Dragon, e vai se acostumando com as merdas do "pai" do Luffy, porque não é a primeira e nem a última que ele é um completo omisso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Enfim, One Piece, nesse novo mundo, expande mais o universo dele, mas vai ter também receber imensos defeitos de narrativa. E a culinária da Ilha dos Travecos meio que F3d@0u o psicológico do Sanj, e ele virará um dos personagens mais insuportavelmente tarados dos animes. Sim, mais do que o Mestre Kame. E a Robim "mudou" de etinia. (Porque a etnia dela no anime tava errada, e corrigiram no Pós-Novo Mundo)

      Excluir
    2. Fala isso não... eu peguei um ranço do Sabo que até a voz do dublador dele passou a me irritar (e eu curtia!). Mas, se pelo menos vão torna-lo relevante sem forçar, melhor que nada. Fiquei triste sabendo que ele ta mesmo vivo kkkkk, mas, bora ver o que vai brotar disso.

      Tanto personagem pra desenvolver, Oda cria um do nada pra dar enfase... tenso.

      Se Sabo tivesse sido citado ou mencionado em algum momento ao longo das temporadas eu n teria tanta implicância. O ruim é ele surgir assim, de supetão, e cortando o clima da perda do Ace.

      Excluir
    3. Sanji mais tarado ainda? Jesus.

      Da etnia da Robin eu já sabia. Ela é morena e do nada passa a ser branca como a neve. Espero não estranhar muito... mas falta de sol da nisso kkkkk.

      Sobre as raças do Barba Branca e Preta... curioso. Achei que serem grandões era tipo, uma variante fisica humana. Se pa meio gigantes... mas tem mesmo uma nova espécie humanoide... One Piece surpreendendo. Vou esperar a revelação no anime.

      Que dublem Novo Mundo logo!!!

      Vlw sr Webit!

      Excluir
  4. Aliás, eu escrevi os dois comentários, só que em dois dispositivos diferentes.

    ResponderExcluir

Atenção: Antes de enviar seu comentário, por favor copie o que escreveu (para não perder o texto), pode haver erro ao publicar, então tente novamente.

Caso o erro persista, por favor me informe através do whatsapp (11 958017648), facebook, instagram ou tiktok.

Obrigado de mais por comentar, isso me estimula a continuar.

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)