Tommy Oliver, a lenda que mudou o universo de Power Rangers.

Pra quem não sabe, Power Rangers é uma adaptação americana de Super Sentais, usando até cenas já gravadas do show japonês, mas sob um novo contexto, e novas histórias.

Sempre fiquei curioso com as cenas de ação de Power Rangers e essa característica de reutilizar cenas de uma outra série, com quase nada a ver em enredo! Pois sim, muito muda de adaptações pra adaptações, exceto essas cenas.

Talvez a maior mudança que sempre me intriga é a existência de Tommy Oliver, personagem este que não foi apenas 1 Power Ranger, mas sim 5, e já retornou a franquia várias vezes, quando algo assim não é nada comum nos Super Sentais.

Hoje gostaria apenas de falar de todos os Rangers que Tommy foi, ao longo da franquia, e descrever o quão importante ele foi pra série, e pros fãs.

Boa leitura.

Essa ao meu ver foi a mudança que trouxe certa individualidade pra Power Rangers, e lhe conferiu uma identidade única. Enquanto em Super Sentais assistimos a super grupos renovados por temporadas, aqui em Power Rangers podemos assistir um tipo de evolução muito mais alongada de seus personagens, que compõem grupos por várias e várias temporadas.

Mesmo nos momentos em que trocam o elenco por inteiro, ainda há as conexões entre temporadas anteriores e o mais curioso, é que muitas das vezes Tommy é o representante dessas conexões.

Power Rangers - Might Morphin (1º Temporada)

Tommy Oliver surgiu na primeira temporada de Power Rangers como um personagem secundário. Era um estudante novato na escola da Alameda dos Anjos e ninguém esperava que do nada, um Ranger Verde surgiria, como vilão!

Inicialmente ele era o sexto ranger, mas foi criado pelos vilões para combater os heróis. Claro que, ao longo de sua história, o personagem acaba se redimindo, entra pro grupo temporariamente, mas é sacrificado, perdendo os poderes de Ranger Verde (que tinham origem maligna), mas ganhando a amizade do grupo, e se aliando.

Essa temporada foi o inicio da adaptação dos Super Sentais, mas começou pela 16º temporada (Zyuranger). E foi justamente com Tommy que o universo de Power Rangers se distanciou gradativamente de sua versão nipônica.

Diferente dos demais atores, Jason David Frank era lutador de verdade, por isso ele próprio criava suas cenas de ação (o que poupava o esforço de adaptar cenas da outra versão). Com isso, a ideia de somente refilmar cenas dos atores sem os trajes especiais para criar uma narrativa mais americana, ganhou novas possibilidades.

Power Rangers - Might Morphin (2º e 3° Temporada)

A partir da segunda temporada, utilizaram justamente Tommy como gancho pra uma transição parcial da adaptação em si. É que, essa temporada passa a adaptar a série "Dairanger", a 17º temporada dos Super Sentais, focada em animais mitológicos, onde os heróis são outros rangers e usam outros trajes. 

Porém, em Power Rangers mantiveram parte do elenco original, e os trajes também, apenas usando os Robôs Gigantes da nova versão como uma evolução dos poderes do grupo.

Tommy serviu de gancho pois é com o retorno dele como Ranger, que os novos poderes de todos são apresentandos (mesmo com seus uniformes não mudando). Tommy retorna como sexto Ranger, agora na cor branca, e usando o uniforme do Sentai Branco de "Dairanger", que é bem diferente dos demais.

Mas isso funcionou, e ele teve um brilhante destaque que só o consolidou ainda mais como Power Ranger.

Power Rangers - O Filme (1995)

Um filme 100% americano foi feito, com trajes melhorados pros personagens, mas mantendo o design visual de seus trajes no Might Morphin.

Tommy mantém a posição de Ranger Branco, e não há mudanças significativas aqui, exceto pela parte onde ele, e os demais, acabam se vestindo de Rangers Ninjas provisórios até recuperarem os poderes de morfar.

Essa foi a primeira tentativa de criar algo completamente original dentro da franquia, e o ajuste dos trajes pra algo mais musculoso e com aspecto de armadura foi curioso, mas logo abandonaram isso pra voltar aos conformes da série, no puro lycra.

Detalhe que, nos Super Sentais também há empreitadas cinematográficas, mas eles não mudam as roupas dos personagens, nem dão retoques mais realistas.

Alien Rangers - Might Morphin (Mini-Série)

Essa foi uma mini-série de transição pra próxima temporada de Power Rangers, com apenas 10 episódios. Nela, os Rangers viraram crianças por causa de algo que um inimigo fez, e no lugar deles surgem os Alien Rangers, formas alienígenas que aceitam ajuda-los a recuperar suas formas reais.

Adaptando "Kakuranger", a 18° temporada dos Super Sentais, aqui mudaram tudo, pra uma interação dupla de um grupo mirim de crianças, e um grupo misterioso de ninjas alienígenas, tudo pra construir a narrativa que explicaria os novos poderes do mesmo grupo que vimos desde o início da série.

E funciona, através dos cristais Zeo, as crianças recuperam suas formas, incluindo é claro Tommy, e assumem novos poderes como Rangers, o que começa a nova temporada.

Power Rangers - Zeo (4° Temporada)

O grupo mudou parcialmente, pois na transição alguns personagens passaram a bola pra amigos, mas não foi o caso do Tommy! Agora, ele é líder da nova composição, vestindo o Traje Zeo V - Vermelho, adaptação do "Ohranger", o 19º Esquadrão Sentai.

Power Rangers estabelece uma transição mais coesa entre suas temporadas, mantendo personagens mas também adaptando o enredo, e os cenários (para assim ser mais fácil utilizar as filmagens prontas das batalhas da outra série que a inspira). Então tem um roteiro muito mais arrojado (tanto que contou com a Alien Rangers só pra montar o palco pra Zeo Rangers).

Aqui, Tommy mantém sua estrela, mas outros personagens também começam a se destacar bastante, numa narrativa mais profunda, com Rangers do passado surgindo em novos trajes, passa a aumentar a mitologia dos Power Ranger, e tirar um pouco daquela dependência à Alameda dos Anjos e o grupo de adolescentes originais... mas Tommy persistiu.

Power Rangers - Turbo (5° Temporada)

Um filme foi lançado primeiro, antes da série estrear, explicando de certa forma a origem dos poderes Turbo, e a transição pra nova linhagem de Rangers. Tommy assume o manto de Ranger Turbo Vermelho (mantendo uma de suas cores, mas assumindo assim mais um traje Ranger) e posteriormente, passa ele pra TJ, assim como todos os demais do grupo passam seus poderes adiante.

É que nos critérios originais, somente jovens poderiam ser Rangers, com Tommy e os demais já se formando na escola e começando suas vidas adultas. Era hora da transição pra um elenco mais jovem, e usam o filme pra isso, depois a série.

Essa temporada é a dos carros, e os novos trajes são inspirados na série "Carranger", o 20º Grupo Sentai, que por sua vez era focada em humor puríssimo. Em todo caso, é aqui que Tommy sai do elenco pela primeira vez.

Power Ranger - Dino Trovão (12º Temporada)

Tommy volta ao elenco de um time de jovens, como um professor, e praticamente o novo "Zordon", coordenando eles, mesmo sem ser o líder, isso na 12º temporada, adaptação de "Abaranger", a 27º temporada sentai.

Surpreendentemente ele entra de vez pro time quando se torna um dos Rangers Extras (o time original tinha apenas 3 membros) e assume o uniforme Preto, pela primeira vez.

Como Ranger Preto ele é até mais forte que suas versões anteriores, e este vira seu traje final, pelo menos até começarem os especiais.

Participações Especiais

Tommy passa a retornar em encontros dos Rangers, como na participação em "Power Rangers - Força Animal" a 10º Temporada, onde ele veste o traje Zeo uma vez mais, para completar o grupo de Rangers Vermelhos numa batalha na Lua.

Nos Super Sentais é muito comum crossovers de grupos, mas em Power Rangers isso não era muito viável, uma vez que por praticamente 5 Temporadas, o grupo era o mesmo, mudando só a roupa.

Só que depois da 5º Temporada, passou-se a ter mudanças de elenco total, a cada temporada (imitando um pouco mais o que os Sentais faziam) o que abriu espaço pra esse tipo de interação. Por isso que num especial na décima, trouxeram todos os vermelhos até então. Aproveitaram que Tommy já foi um Verde, um Branco, e dois Vermelhos diferentes, pra trazê-lo no papel do Vermelho de Zeo Ranger.

Mas não foi a única vez em que ele reprisou seu papel como participação especial. Ele também ressurgiu em "A Batalha Lendária", especial da 21º temporada de Power Rangers, "Super Mega Force", adaptação que na minha opinião foi muito inferior a 35º temporada de Super Sentai, "Gokaiger".

Nela ele aparece em seu traje original de Ranger Verde (mesmo que nem faça sentido), e faz questão de retirar o capacete pra mostrar quem é. A batalha em si reúne todos os grupos de Rangers que já existiram (mesmo com certas configurações sendo meio impossíveis pois eram as mesmas pessoas atrás dos trajes), e é uma adaptação da grande reunião feita nos Super Sentais, onde trouxeram e juntaram os 35 grupos que já existiram (algo que deve ter dado trabalho na edição de Power Rangers, afinal usaram as mesmas cenas, mas nem todos os sentais existiam).

Em "Power Rangers - Ninja Steel", 24º temporada, inspirada em "Ninninger" a 39º temporada sentai, rola um baita especial com participação de muitos rangers de várias outras temporadas, em uma trama multidimensional, que se destaca pelo embate icônico de Tommy e suas outras versões Rangers!

É nesse especial que Tommy veste quase todos os trajes que já usou antes (faltou o Turbo se não me engano), em uma luta épica de cores contra um clone seu. 

Ele também já teve um embate psicológico contra 3 de suas cores antigas em "Dino Thunder".

Enfim, Tommy, ou melhor, Jason David Frank, eternizou o personagem, e se tornou parte fixa na franquia da Saban. Mesmo que a ideia original nem fosse tão original assim, foram suas artes de luta e interpretação que lhe renderam destaque, ao ponto de mudar o rumo de toda a série.

Até um vilão original inspirado na combinação de suas versões foi criado (Lord Drakkon) em uma realidade alternativa, só provando o quanto Tommy virou um ícone da franquia.

Jason David chegou a fazer uma participação especial no remake da franquia, "Power Rangers - O Filme (2017)", surgindo no meio da multidão. Nesse mesmo filme, seu personagem é citado no final, como alguém que viria na sequência, também trajando o Verde.


Inclusive, numa boa adaptação do roteiro, o novo Tommy seria empoderado pelos vestígios da vilã derrotada no filme que no passado, era a Ranger Verde dessa nova mitologia. Mas, acabou que não foi continuado.

Infelizmente, Jason faleceu dia 20/11 deste ano. Seu legado com a franquia jamais será esquecido, e espero que sempre seja respeitado.

Sempre me entusiasmo ao falar do único ranger que já vestiu 4 cores diferentes. Ele foi dois Rangers Vermelhos, um Ranger Preto, o Primeiro Ranger Branco, e o primeiro Ranger Verde, e sozinho já valia por um time inteiro.

Foi inclusive por causa dele que assisti a temporada do Dino Trovão, e foi por causa dele que fui assistir a Super Mega Force (mesmo não curtindo nada o que ela mostrou). Mesmo preferindo os Super Sentais, vejo que sem ele, Power Rangers nunca será a mesma coisa.

Jason tinha grande presença na produção, e ele era mais que uma estrela, ele foi e sempre será a personificação da essência Ranger.

É isso.

Obrigado pela leitura. E achei que devia registrar isso em texto.

Postar um comentário

8 Comentários

  1. Quando criança acompanhava as séries de power rangers que passavam na tv aberta... conforme fui crescendo fui deixando de lado... cheguei a assistir alguns super sentais por livre e espontânea pressão de um amigo quando o visitava em sua casa...

    Mas tá aí uma parte especial das séries que lembro muito bem... sempre achei bacana o ranger verde/branco... e foi por justamente a curiosidade em conhecer mais sobre (já que quando assisti era criança) que reassisti a série mighty morphin...

    Acompanhei nos jogos, e até cheguei a ler a HQ...

    é uma pena que o Jason tenha partido... mas seu legado e as lembranças que tenho a respeito dele vão ficar sempre marcadas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sieg.

      Minha infância com Power Rangers também foi turbulenta, jamais assisti a todos, mas sempre admirei e despertei curiosidade sobre o Tommy. O trabalho do Jason foi impecável, e ele mereceu sua estrela.

      A pouco tempo me vi todo feliz conversando com meus irmãos sobre ele, e então surgiu essa notícia. Difícil crer...

      Excluir
  2. Uma das postagens e homenagens mais lindas que já li. Não vou menti, não deu pra segurar as lágrimas. Tommy viverá para sempre em nossas memórias e corações.
    "Uma vez Ranger, para sempre Ranger."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Sammy, obrigado.

      Esse momento é triste, mas eu precisava falar algo, Tommy é um personagem que sempre me chamou atenção, e foi o que manteve a franquia Ranger amarrada. O que Jason fazia pela série era sem igual... houve momentos que até zombei, dizendo que ele era apaixonado por Power Rangers pois sempre dava um jeito de voltar. Ele sempre será o melhor Ranger, a lenda.

      Excluir
    2. EU ESTOU EM LÁGRIMAS 😢 😢 😢 😢
      POIS EU ESTOU CONSEGUINDO ACREDITAR Q O NOSSO ETERNO *"TOMMY OLIVER"* NOS DEIXOU E ESSA *"MARAVILHOSA"* HOMENAGEM P ELE É *"SUPER, MEGA LINDA"*

      Excluir
    3. Precisamos lembrar dele, para manter suas memórias vivas.

      Excluir
  3. ESTÁ SENDO DIFÍCIL DE ACREDITAR Q O NOSSO ETERNO *"TOMMY OLIVER"* NOS DEIXOU EU Ñ ESTOU ACREDITANDO ATÉ AGORA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é triste, mas vamos lembrar dele, e torcer pra que em próximos projetos tentem honra-lo de alguma forma. Ele marcou a franquia dos Rangers, e várias gerações de fãs.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)