AnimeMorte: To Your Eternity

Chame-me de fraco se quiser, mas eu não aguento mais.

Meu objetivo era assistir até o fim, e fazer um artigo pra enterrar essa memória aqui e pronto... mas não consigo mais assistir, tá muito difícil.

Boa leitura... mas assista... se puder...

Esse anime é uma tortura psicológica sem tamanho, mas não é por ser ruim, e sim por ser... malvado.

Quem escreveu a história, e teve a ideia de animar, e dublar ainda por cima, provavelmente não tem coração.

Pra piorar ainda mais, a opening dessa obra é cantada por Utada Hikaru, a mesma mina que vive arrancando lágrimas com as aberturas e encerramentos de Kingdom Hearts (ainda não me recuperei do 3, culpa parcialmente dela).

Falemos disso... um anime que já te faz chorar no primeiro episódio, e daí por diante é ladeira abaixo e um baita teste de tolerância emocional.

Acho que é a coisa mais trágica que já vi, e tá no meu top 3 dos melhores animes... nem me pergunte quais os outros dois da lista, pois eu nem consigo pensar direito, tudo que sei é que To Your Eternity é o To The Moon dos animes, na minha opinião, e já merece um lugar como melhor dos melhores em qualquer lista que eu pense em fazer.

Mas sério, ele não da tempo de respirar. Cada episódio consegue ser mais impactante, cruel, e emocionalmente atormentador, do que o anterior. Eu fiz a proeza de alcançar o episódio 11 e, quando ele terminou, eu fiquei "frustrado" pois meu coração não foi partido. Imaginei "Ah, finalmente, os caras decidiram pegar um pouco mais leve, até me decepcionei." Daí no episódio seguinte, eu acho que chorei durante os 20 minutos de história.

Eu simplesmente não quero mais assistir, e quero ao mesmo tempo. Estou curioso quanto ao enredo, mas preocupado. Terapia é pouco pro que precisarei fazer pra superar isso... então eu realmente não sei o que fazer.

Como de costume, preciso fazer um artigo pra memorizar o que vejo e jamais esquecer, mesmo que eu venha a esquecer (a memória refresca quando releio). Mas nesse caso, acho que é o contrário... Eu não quero esquecer, mas eu preciso escrever pra aliviar a carga dessa memória, e me sentir "livre" pra deixar ela esmaecer um pouquinho.

Então, venho aqui compartilhar algo que, eu não sei se recomendo, ou peço pra passar longe.

O anime tem uma animação estupenda, tem uma trilha sonora sensacional, e gente, ele é tranquilo, tipo... "tranquilo".

É uma história voltada pro drama, com elementos de ação, aventura, e mais drama. Apesar disso ele não é parado, lento, ou novelista. Ele é, único.

A história é sobre um Orbe, jogado no mundo por uma entidade divina. Esse Orbe é Imortal, e tem a capacidade de tomar a forma de qualquer coisa que entre em contato, e crie algum vínculo. A primeira coisa que ele encontra no mundo é uma Pedra, na qual fica transformado por muitos anos. Daí um dia, um cachorro, uma bost4 de um cachorro ferido, morre encostando na pedra, e a pedra toma sua forma, com ferida e tudo. Então ela começa a andar, e encontra um menino... o dono do cachorro, que o reconhece e cuida, ensina, e... lágrimas.

Não da pra falar disso sem chorar, ou spoilar... só digo que é tão doloroso assistir... mas também tão bom. É uma história pesada, com baixas atrás de baixas, e pequenos momentos ou vislumbres de felicidade que são extremos, mas não tanto quanto os momentos tristes, que são ainda mais extremos.

Existe um porém... apesar do Orbe ter sua imortalidade, a narrativa acaba gerando um "antagonista" à altura, e da uma balançada na trama. Acaba soando forçado no começo, mas com o tempo a gente entende que essa "trapaça" faz-se necessária pra nos fazer sofrer um pouco mais, e gerar um bom conflito.

Vale dizer que o Orbe não toma apenas a forma daqueles que se vão, mas toma suas dores, físicas e emocionais. Seus sonhos são herdados por ele, e ele involuntariamente e inconscientemente aos poucos vai seguindo os passos deles.

Essa é uma das partes que eu mais gostei de acompanhar, pois a evolução de um ser inconsciente pra algo cada vez mas ciente de si, e com emoções, consegue ser interessante e tocante de mais.

Veja... por sua conta e risco... te desafio ver sem chorar.


Só pra constar, pretendo sim terminar, e por um lado, eu consigo antecipar o final... algo me diz que ele vai ser mais chocante e impactante que tudo que já assisti, mas também torço pra ele ser ao menos, gentil. Ocorreu algo no episódio 12, que se parece com um evento que ocorre no episódio 5, que envolve o mundo espiritual. Se as coisas penderem pra esse lado e derem uma amenizada na carga emocional no fim, acho que seria a coisa mais gentil do mundo.

Mas se os idealizadores (quero nem saber quem foi o ser maligno que pensou nessa trama) optarem por simplesmente esquartejar os corações de quem assiste... eu não me surpreenderia.

É isso...

Aliás, veja a Abertura. Não confie nela, mas sofra sempre que assistir, se deixando rever e analisar cada frame, que faz mais sentido a cada novo episódio, e tira um pouquinho da nossa alegria também.

(Peguei o vídeo no youtube, mas se derrubarem, só pesquise por "Abertura de To Your Eternity")

Pink Blood...

Aliás, talvez eu volte aqui neste singelo post pra atualiza-lo... um dia... quando terminar...

Postar um comentário

6 Comentários

  1. Meu Deus...





    Shady está virando um molenga.

    Qual foi a ultima vez que te vi chorar desse jeito?!

    Ah sim...to the moon..
    Nossa...aquele jogo...puta merda...nunca joguei mas choro só de lembrar...puts...






    Acho que num vou assistir esse trem não, to virando um molenga que nem tu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nah man, vai la, assiste pelo menos o primeiro episódio. Assim como me recomendaram, ele sozinho se basta pra te traumatizar.

      Excluir
  2. eu não superei nem a morte do zack em final fantasy crisis core...quando ver esse anime entao

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É simplesmente impossível superar, tu vai ver. Mas, de certa forma recomendo... parece até meio hipócrita da minha parte, pois eu ainda não consegui terminar de ver por falta de coragem mesmo.

      Excluir
  3. Cheguei aqui porque achei que já tinha assistido esse anime, mas na real não, então assistirei em algum momento. Uma amiga me recomendou ele se não me engano. Por sinal, um dos animes mais emocionantes que já vi (que é um filme) foi "Kimi no na wa (Your Name)", vi que você não tem artigo aqui sobre e acho que é algo que você precisaaaa assistir.
    Aí sabe o que é mais curioso? Eu nem lembro direito do que acontece no filme, a única coisa que lembro quando penso em Kimi no na wa é de um laço vermelho, um leve aperto no coração e um certo sentimento de "carinho?". Não sei mano, vê aí e me fala o que achou kkkk mais fácil, não acho que tu vá se decepcionar, de verdade. Se for escrever sobre eu lerei, se não for, então eu mesmo devo assistir em breve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coisas que tocam o coração me assustam mais que filme gore em found footage com aranhas... é que sou sensível de mais. Mas... fazer o que, não custa dar uma olhada. Culpa sua o derramamento exacerbado de suor ocular masculino.

      Colocando na lista agora... aliás falando em anime, to devendo o das Cigarras parte 3. Vou assisti-lo amanhã (parar com o TFT que isso ta sugando minha vida).

      Escreverei sobre logo.

      Excluir

Atenção: Antes de enviar seu comentário, por favor copie o que escreveu (para não perder o texto), pode haver erro ao publicar, então tente novamente.

Caso o erro persista, por favor me informe através do whatsapp (11 958017648), facebook, instagram ou tiktok.

Obrigado de mais por comentar, isso me estimula a continuar.

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)