O Filme Achado de Hoje: Untitled Horror Movie

Tá aí algo que me pegou de surpresa, um filme found footage de humor, com terror, que não se leva nenhum pouco a sério, e é legal até.

Boa leitura.

Logo no início o filme já mostra que será totalmente debochado. Todos os personagens encenam e contracenam com as mesmas falas, clichês inclusive, de filmes de terror no estilo. Além disso, ele já começa com a mensagem padrão de que é tudo real e tal, e o pior é que... mentira não foi.

A história é sobre um grupo de atores, que tão passando por um possível cancelamento do programa que participam, e decidem fazer um filme caseiro ao bom e velho estilo found footage só pra curtir mesmo, e quem sabe faturar uma grana.

Aí, no meio do filme, coisas "paranormais" (uma sombra e um empurrão, é isso) começam a acontecer a atingir cada um deles, fazendo eles mergulharem num terror sem igual e completamente falso, escancaradamente falso, de propósito.

Tipo, eles não devem nem ter gastado dinheiro com efeitos especiais, na verdade acredito que nem mesmo efeitos práticos quiseram usar pra economizar o máximo que podiam, talvez pra mostrar o quão baratos e fáceis de se fazer são esses filmes, bastando de fato uma boa ideia e câmeras, algo que nos tempos atuais da pra arranjar sem custos exorbitantes.

Tem trilha sonora forçada pra toda parte, e nem mesmo usaram sangue nas "cenas de mortes". No máximo o cara bate com a cabeça no laptop no final do filme e desce ketshup da testa mas, nem conta.

Meu, todo mundo se mata estrangulando com a própria mão, em menos de 5 segundos! E pior... uma personagem se mata 3 vezes dessa forma! Eu ri... confesso. Louco que na casa dela tinha uma coleção de espadas mano, mas ela morre pra si mesma, enforcando com uma mão e gravando com a outra. 

Tem partes engraçadinhas, mas o filme não é nenhuma obra prima, na verdade nem se sai bem como humor, muito menos como terror... é apenas legalzinho e divertido, pela brincadeira que ele faz com o gênero.

Trabalhando em cima do estilo found footage, que na verdade é apenas a combinação do uso de web-conferências (que nos tempos de hoje tornaram-se tão comuns) com o uso de celulares e vídeo-chamadas, ele conta uma história simples, que se sustenta justamente pela cafonice dos atores.

Os personagens, são os próprios atores, que interpretam e não tentam nem esconder que estão apenas atuando, e se diferenciam por seus trejeitos e frescuras individuais de atores. Mas, ai vem a armadilha...

Esperando que algo "real" poderia acontecer, a gente acaba se vendo preso. Sabe, eu realmente esperei por uma reviravolta assustadora... e claro que isso não aconteceu, e o final foi exatamente como eu (e qualquer um que assistir) esperaria, mas... a sensação de aguardar por algo e ficar até meio ansioso, essa sensação até que valeu a pena.

Até daria pra transformarem o filme num terrorzão pesado depois do segundo ato, fazendo as coisas ficarem mais sérias, e talvez até validando certas suspeitas (por exemplo, entregando que geral tava só fingindo pra fazer o filme render e ai, por algum evento real, tipo um acidente de verdade de alguém que poderia ocorrer, ele virava algo sério, com eles lidando com as consequências) mas... até que não ficou ruim não.

Ele termina zombando do estilo mesmo, apenas deixa claro que, é algo bobo aos olhos dos realizadores.

Tem até erros de gravação nos créditos... 

E bem, não senti que foi uma completa perda de tempo não. Foi bom ver que o sub-gênero de filme que eu tanto curto chegou ao cúmulo de ser zoado com filmes inteiros dedicados apenas pra isso... pois é. Eu tinha visto uns filmes de baixo orçamento no YouTube que fizeram algo parecido, mas até tentaram se levar a sério, agora este, ele apenas quis tirar onda mesmo.

Enfim, é isso.

Esse é mais um daqueles "posts" que faço só pra não me esquecer de esquecer.

Postar um comentário

0 Comentários