AnimeMorte: Food Wars - Shokugeki no Soma

Meu irmão... a culpa é do meu irmão.

Food Wars

Bon appétit

Sem spoilers.

Enquanto escrevia o artigo de HZD, meu irmão ingressou no universo dos animes e começou a maratonar tudo quanto é produção, de uma penca de gêneros diferentes. Eu acabei por mostrar certa curiosidade sobre o que ele andava assistindo, e cometi o erro de pedir recomendações.

Foi ai que ele me atropelou com milhares (que exagero) de animes diferentes, não apenas do gênero que mais curto (Izekai) mas Shonens, Seinens, Shoujos e até... Ecchis. Ele foi muito além aliás, tem bem mais gêneros (acho que até daria pra fazer um artigo falando bastante sobre isso usando o conhecimento que ele adquiriu kkk) mas não é nesse ponto que quero chegar... 

Na verdade, ele conseguiu me convencer na base da insistência a assistir algo que eu jamais achei que assistiria... um anime sobre culinária. Não só isso, é um anime sobre Culinária, com elementos de Shonen, School Life e Ecchi... principalmente Ecchi.

O pior é que, atualmente ele ta em 5 temporadas e... eu consumi 4 em apenas uma semana após ele me apresentar... 

Confesso que isso me atrasou um pouquinho com relação a postagem principal do mês mas... foi difícil segurar a vontade de assistir.

Sabe, "Shokugeki no Soma" ou "Food Wars" é um anime que tem tanto na Netflix, quanto na Crunchyroll, porém tem apenas duas temporadas por enquanto na vermelhinha. O que muda é que la, tem opção dublada, enquanto na Crunch só tem legendado.

A dublagem inclusive é impecável, só pra constar. Mas mesmo após concluir as duas primeiras temporadas, eu me vi tão preso à história que não aguentei esperar, fui pra outra plataforma e comecei a assistir legendado mesmo e, não é ruim. Na verdade nem muda muito.

No máximo, como praxe da dublagem brasileira, eles inseriram memes famosos do nosso idioma (só o "Ai que delícia caraaa" entrou 3 vezes pelo que contei) que não desgastam nem danificam a qualidade da obra no geral, e até enriquecem certas piadas (ou acrescentam). Mas no geral, é a mesma experiência.

O legal é que, esse é um anime dividido em formatos de percepção que acaba fazendo ele ir de 8 pra 80 em questão de segundos... e o pior é que todos esses formatos e seus exageros acabam prendendo a atenção de uma forma inusitada.

Não vou mentir, eu achei curiosa a proposta inicial e foi justamente por isso que continuei assistindo. Daí, me vi preso em uma explosão degustativa visual sem descrição, pra no fim, acabar seduzido por uma história perfeitamente amarrada, selada, e servida num prato fino de... de... cara que que eu to falando?

Ironicamente, ele confunde nossas percepções num patamar inigualável que... que... ta difícil escrever. Sério, eu to me esforçando pra não cair no clichê de descrições enfeitadas por adjetivos e, ta difícil, pois o anime tem tanto disso que sinto-me inclinado a fazê-lo a cada nova palavra que insiro aqui.

Como que eu posso explicar sem me deixar exagerar... vamos falar por partes! Isso!

Esse é um anime que começa com uma ideia de apresentar Pratos diferentes, e descrevê-los de forma que, quem assista consiga não apenas visualizar, mas imaginar cheiro, sabor, textura, isso enquanto também aprende e acompanha a arte do preparo culinário.

É como assistir Master Chef, em anime (uma comparação bastante usada inclusive), onde acompanhamos personagens em duelos e desafios em que a comida é sempre a protagonista (apesar de ter um protagonista chamado Souma).

Então, tem a parte onde os personagens sempre enfrentam diferentes desafios e obstáculos que, soam impossíveis (e as vezes até são) de se superar. Mas eles fazem de tudo pra conseguir vencer, e somos pegos nessa expectativa de vitória que, a cada passo que é prorrogada, com derrotas e mais derrotas consecutivas, depois de muitos embates árduos, acaba por nos recompensar quando finalmente chega.

Isso é majestoso de assistir. Cada arco, cada desenvolvimento de personagens, cada personalidade, cada ato criativo que surge, tudo nos faz torcer por vilões e heróis em igualdade, e de fato nos surpreendemos com os resultados, normalmente bem realistas, ou ao menos, maduros. 

Nem sempre aquele "Poder do Protagonismo" salva o dia, e lidar com os próprios erros, falhas ou apenas contratempos, e é claro a derrota em si, tornam o fator evolução cada vez mas presente e gratificante.

Tudo isso misturado ao Ecchi exagerado faz de Food Wars um anime perfeito pra... okay... falemos disso... Ecchi...

Os personagens ficam pelados quase sempre que saboreiam algo realmente gostoso.

Isso com toda certeza é o que mais chama a atenção no anime e lamentavelmente, foi por isso que me vi preso a trama (vergonha). Não, não foi por nenhuma perversidade sexual, mas simplesmente pela curiosidade humorista (acredite...)... como que eu vou explicar...

É bizarro.

A forma como o mangaká da obra original encontrou pra ilustrar as inúmeras sensações ao degustar algo realmente saboroso, foi fazendo com que os personagens, mentalmente, ficassem totalmente nus, ou em posições constrangedoras, ou vulneráveis ao extremo. Isso é justamente pra mostrar que, eles entraram num estado de pureza... ou as vezes só ficaram completamente perturbados mesmo... depende da cena.

Ai no anime, enriqueceram isso com gemidos, sons estranhos, movimentação é claro, e... apesar da censura, ainda é bem... vulgar... (a cena do polvo logo no primeiro episódio... meu...)

Maaaaaaas... convenhamos que é tudo por um bem maior, o bem da comunicação! Como que poderia ele descrever de forma mais visual ainda, a perfeição de um bom prato, bem preparado? Apenas a aparência não seria tudo, apenas palavras não bastariam, era preciso ir além e mostrar a mente dos personagens.

Isso enriquece o lado do humor visto que, do nada todo mundo ficar sem roupa flutuando em nuvens com anjinhos fazendo cócegas é meio engraçado, ainda mais depois de todo um momento sério, onde os alimentos são explicados até mesmo em proporções moleculares! É um contraste interessante.

Mas... uma hora colocam que um dos personagens tem o poder de arrancar as roupas dos outros quando sente prazer em comer algo e... isso desanda... um pouquinho... apesar de que na verdade é apenas uma reinterpretação da capacidade dele influenciar pessoas a sentirem prazer, por ele sentir prazer, como quando uma pessoa começa a gargalhar e outras o acompanham, mesmo sem entender a razão...

Mas... do jeito que fazem realmente soa que, todo mundo ficou peladão...

Mas... não é algo malicioso, é somente uma licença poética do autor original que decidiu aplicar uma ideia diferentona...

Mas... chega a ser constrangedor mesmo com as censuras assistir homens e mulheres reagindo tão exageradamente a simples pratos de comida...

Mas... okay... deixa quieto... onde quero chegar?!

Compensa assistir... 

É constrangedor em muitos momentos? Muito. Mas... esse anime é tão instrutivo que, não da pra negar que é uma aula de culinária atrás da outra, e ele realmente consegue prender a atenção. Além disso, a história principal é uma das mais bem amarradas e desenvolvidas que já pude ver em um anime/mangá.

Assim como o protagonista parece jogar cocaína na comida na primeira temporada, ao ponto de viciar as pessoas imediatamente... o próprio anime é viciante, e ele não decai em qualidade nenhum pouco conforme avança em sua história.

A primeira temporada, é uma apresentação muito bem humorada do que se trata toda a trama, praticamente um "Couvert". É leve, e nos abre o apetite pra continuar consumindo. Ironicamente é bem longa (a mais longa de todas) mas lembra quase um "buffet de couvert".

A segunda temporada, é o "Prato de Entrada", que desenvolve o sabor anterior mas ao mesmo tempo, satisfaz o paladar com algo um pouco diferente, com uma mistura de elementos nostálgicos e até mesmo de outras obras, tudo para atiçar a percepção do espectador, no aguardo por ainda mais.

A terceira temporada, é sem dúvidas o desenrolar da história principal, com a grande trama verdadeira surgindo, o desafio maior, o temeroso problema que parece impossível de solucionar, pouco a pouco sendo piorado até chegar no que seria seu ápice e a resolução. Este é sem dúvida o "Prato Principal", devidamente servido, mas pesado.

A quarta temporada, é quando a resolução da terceira se torna concreta. O palco estava pronto, tudo estava encaminhado pro desfecho da problemática, só restava dar cabo aos elementos e assim, trazer o gosto amargo da derrota, ou o sabor doce tão aguardado, como uma belíssima e muito bem preparada "Sobremesa". 

Ao meu ver, as 4 temporadas já me satisfizeram, e apesar do gostinho de quero mais (algo que ironicamente já estou satisfazendo neste exato momento), não é tão essencial para mudar minha opinião. Este é um dos restaurantes mais agradáveis pra se visitar! Pera... o que eu to falando??!?

Te juro que to muito confuso agora... enfim, assista, acho que vai gostar... irei me servir do quinto prato agora. Quem sabe depois eu leia o menú.

See yah! 

(Por favor, não me julgue)

Postar um comentário

8 Comentários

  1. Você é estranho, mas é engraçado.

    Meu Deus, quantos trocadilhos
    com comida eu vi agora? Vey do céu...


    Eu espero que os outros milhares (que exagero...
    Nossa, eu aqui fazendo mais trocadilhos com comida) de animes recomendados a sua pessoa aticem o seu paladar e curiosidade assim como este aqu...
    Pera, o que quê eu to falando?!



    Aiaiai, Trocadilhos são contagiosos...sabores...



    Meu, isso é tão estranho kkkk.
    Enfim, eu espero que o próximo texto seja tão saboroso quanto esse, eu quero que seja algo um pouco mais saudável sabe...





    Ok,ok, isso está estranho...
    Trocadilhos são contagiantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudável... é eu acho que ficarei muito tempo sem falar de anime pois, o que ele vem me recomendando... vish.

      Excluir
    2. Dica do Wilso:

      LorotaMorte: Mago, Bruxo e Feiticeiro-Existe diferença?


      Tava pensando nisso agora kkk.

      Excluir
    3. É uma boa dica, mas vou esperar um contexto pra aplica-la. O conceito "LorotaMorte" é vergonhoso de mais kkkkkkkkkkk.

      Excluir
    4. Vergonhoso?
      Eu digo que ele é mesmo, porem faz algo de um jeito que nenhum outro tipo de artigo faz.
      Ele expressa o seu lado brizadaun, o lado maluco, o lado pensador mas ao mesmo tempo insano.

      Os outros artigos até expressam esse lado, mas eles tem focos em outros lados seus:

      AnimeMorte: Lado Otaku

      AnaliseMorte: Lado Gamer que enxerga respostas onde não há perguntas.

      FilmeMorte: o lado que assiste TV pacas

      SerieMorte: O lado das maratonas, mas é as maratonas Sedentárias sabe.
      (Nem acredito que falei isso).

      FilmeRecomendado: Seu lado entusiasmado com algo que estão está falando muito, ou que ninguém nunca nem viu na vida, mas que você gostou tanto que, gostaria que todos vissem.

      Nesse sentido, nenhum conceito dentro do seu Blog é vergonhoso, afinal...
      O blog é seu, e ele faz parte de você.
      Assim como todos esses lados seus, fazem parte de você.


      (Azideia, se um dia sair uma serie com uma pegada medieval, tu pode encaixar isso como um Subtexto, ou sei lá, uma parte secundária do artigo...)

      Excluir
    5. Me analisou bem sr! Irei pensar no assunto. Talvez no próximo post já inclua essa ideia. Talvez, isso seja uma vertente dentro dos artigos.

      Excluir
  2. Max, sério mesmo que vc caiu nessa? Kkkkkkk sério, foi mal dizer, mas eu ri por uns 3 minutos da sua cara quando vi a foto e o titulo kkkkk não lembro quantos eps eu vi ano passado, mas agora com seu relato entendi pq dropei rapidinho, alem de ser um echizao com pano de fundo pra enganar trouxa vc diz que a historia começa de verdade só na TERCEIRA?! Seloko, não vou me surpreender de um dia abrir o site, e me deparar com vc dzd que Yosuga No Sora tem uma das melhores historias que vc ja viu kkkkk mas tenho que admitir que os termos que vc usou no texto(degustação, consumo, sobremesa etc) foi bem daorinha.

    (E pelo amor, é shounen e Isekai que se fala seu noo... zoas kkkk bye bye).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre um prazer tê-la por aqui srta Bia.

      Alias, obrigado por ler T_T.

      E é... credita que nem voltei a assistir depois que fiz o artigo? Não é que seja ruim e tal... mas pra mim já ficou bom assim né.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)