SérieMorte: WandaVision - O Início do Multiverso Marvel?

 Ta ta eu ia esperar até a temporada terminar mas não tem como, cara o que foi isso!?

Depois de tanto falatório sobre o Aranhaverso em Live-Action que está por vir, e sobre a suposta origem dos X-men renovada no universo cinematográfico Marvel, eis que WandaVision, uma simples (haha, "simples") série, traz a tona tudo o que precisava pra que teorias virassem fatos e, o destino dos super heróis Marvelianos mudasse completamente nas telonas.

Tem spoiler, mas não muito.

Certo, WandaVision é a primeira série totalmente da Marvel em parceria com a Disney em Live-Action, que ainda por cima usa o elenco original dos Filmes. Acontece que, nessa série o foco é justamente Wanda, e Visão, dois personagens dos filmes que, acabaram tendo um desfecho bem ruim no último (Vingadores - Ultimato).

Pra quem não sabe, ou não se lembra (duvido muito) Wanda virou poeira após o famigerado estalar de dedos de Thanos em Vingadores - Guerra Infinita, enquanto Visão, um robô que se tornou seu marido, acabou tendo a Joia da Alma removida da cabeça (que era o que mantinha ele vivo) por Thanos, e morreu.

Depois que Wanda retorna em Vingadores - Ultimato, ela acaba tendo de lidar com o luto por seu marido, pois o mesmo não poderia ser trazido de volta, visto que a Joia da Alma, e todas as demais daquele universo e tempo, haviam sido destruídas por Thanos após o uso.

Só pra lembrar, os caras resolveram o problema indo até outras linhas do tempo pra pegar emprestadas as Joias e com elas, consertar seu próprio universo. Nesse momento já fica subentendido que havia um Multiverso, mas ai começaram as teorias.

Todo mundo passou a supor que finalmente, algo que é tão comum no universo das HQs (tanto na DC quanto na Marvel) iria passar a ser abordado nos cinemas. "O Multiverso", com múltiplas realidades ao mesmo tempo, se intercalando e as vezes até se misturando em prol do entretenimento. Até mesmo o segundo filme Marvel do Homem-Aranha brincou com essa ideia, que no fim não era verdade.

A DC fez um crossover gigantesco apresentando o conceito do Multiverso onde, eles meio que redesignaram tudo em suas séries na Warner, valendo-se da existência de todos os muitos filmes de Batman e SuperMan que possuem (Crises nas Infinitas Terras). Mas a Marvel ainda não havia se posicionado nessa questão.

Talvez você não saiba, mas a Marvel tinha uma baita limitação com alguns de seus mais importantes personagens, antes do Homem de Ferro iniciar o que eles chamaram de UCM (Universo Cinematográfico Marvel)...

Tipo, o Homem-Aranha, um dos mais importantes super-heróis do cinema, tem sua origem nas Revistas da Marvel, no entanto, quando eles quase faliram, acabaram vendendo os direitos de exibição nos cinemas desse tal personagem pra Sony, a qual estava indo bem nesse mercado. Daí surgiu o Homem-Aranha de Tobey Maguire e depois, o de Andrew Garfield.

Paralelo a isso, eles venderam todos os direitos dos X-Men pra Fox, outra empresa que tinha interesse nessas histórias para adapta-las pro cinema. Além disso, o Quarteto Fantástico também fez parte da venda. Foi quando surgiram filmes como os X-Men, o incrível Wolverine, o magnífico Deadpool, e umas pérolas esquecíveis do Quarteto.

Por fim, o Incrível Hulk, também foi "vendido" pra outra empresa, a Universal.

Esses eram os melhores personagens da Marvel, ao menos os mais consumidos, e foi isso que os salvaram da falência e permitiram entrar no ramo do cinema também. Só que eles tiveram de se virar com o Time B de seus personagens, usando menos famosos como Homem de Ferro, Capitão América, Thor... e sim, antes eles não eram tão famosos não.

Daí fez sucesso. Muito sucesso... mas conforme as histórias eram adaptadas, surgiam problemas...

Muitas das revistas contavam com crossovers entre personagens que infelizmente não pertenciam mais à Marvel, ao menos não no cinema. Algumas das melhores histórias que com certeza venderiam muitos ingressos acabaram sendo inviabilizadas por falta de ferramentas de adaptação. No entanto, fizeram todo o possível pra trazer histórias como "Os Vingadores" e "Guerra Civil" pro cinema, mesmo sem ter personagens chave como os X-Men.

Aos poucos, a Marvel reconquistou seus direitos. Quem acompanhou a briga viu como foi difícil por exemplo pro Homem-Aranha entrar pro elenco dos filmes Marvel, com uma penca de concessões da Sony pra Marvel, com a Sony exigindo parte nos lucros dos filmes mesmo não participando deles, visto que o personagem era "dela".

A Fox no entanto azedou pro lado da Marvel. Dificilmente liberava seus personagens, e cara, os X-Men eram uma gama surreal do elenco que a Marvel poderia e precisaria usar pra que seus filmes ficassem cada vez mais vastos e melhores...

E é aqui que eu quero chegar... Sem ter o direito dos Mutantes, a Marvel precisava deles pra que alguns eventos de seus filmes rolassem. A Wanda por exemplo, era uma personagem muito importante nos Vingadores dos quadrinhos, no entanto, ela é uma Mutante, logo, uma X-Men (pertence a grade de personagens deles), não podendo ser utilizada... porém...

A Marvel aboliu a palavra "Mutante" de suas adaptações cinematográficas e conseguiu contornar a situação, incluindo Wanda Maximoff e seu irmão Pietro, dois assumidamente "mutantes", no elenco principal de seus filmes, só que como "Alterados", por causa de pesquisas com Joias do Infinito, e também sem qualquer relação com qualquer outro "mutante".

Eles eram únicos, e apesar dos pesares, essa manobra não causou qualquer problema, ainda mais pelo fato da própria Fox não utilizar tais personagens (eram meio que o lado B dentre os Mutantes), e mesmo se utilizassem, como a Marvel mudou muito suas características, isso não feriu o acordo deles (e claro, houveram concessões).

Mas, os irmãos Maximoff não eram só mutantes, eles eram Filhos do Magneto, um dos mais importantes Mutantes. Era só questão de tempo até a Fox decidir utiliza-los... e foi ai que surgiu Pietro, o velocista extremamente rápido que fez muito mais fama ao som de Sweet Dreams no segundo filme dos X-Men em que surgiu, do que no primeiro, apesar de la também se destacar muito. Ele era o Mercúrio!

A ideia do personagem canastrão e jovial, tão rápido que podia ver tudo em câmera lenta enquanto o próprio brincava com o ambiente em seu entorno. Tudo isso foi simplesmente genial. Dentre tudo que a Fox havia feito com os personagens, essa era a melhor adaptação.

Diria até que foi melhor que o Pietro visto em Vingadores. Mesmos poderes, porém ele era mais musculoso, e apesar de ser rápido pacas, não tinha cenas tão inspiradas. Talvez por isso a decisão com ele foi elimina-lo ao final do filme, morto de forma boba até, mas não inconsequente...

Wanda teve sua primeira grande perda com seu irmão musculoso, o Mercúrio da Marvel, quando se tornou ela própria a Feiticeira Escarlate, pra enquadrar o elenco de Vingadores. Como ela era mais uma Vingadora do que uma Mutante, não teve problema, ainda mais com sua natureza mutante sendo trocada.

Bem, e agora chegamos na parte que interessa... a série...

Wanda era uma vilã, que virou heroína, e ai perdeu tudo por causa de Thanos. Ao voltar, ela pirou, e sabe-se la a razão (ainda não foi revelado) ela tomou o controle de uma pequena cidade inteira, a isolou, e criou nela um refúgio para si, e para Visão.

Seu amado robô, apesar de falecido, foi trazido de volta com os estranhos e vagos poderes de Wanda. Além disso, todos na cidadezinha ficaram meio que hipnotizados, e passaram a seguir critérios da realidade que aparentemente Wanda gerava naquele local.

Sua série de televisão é justamente, uma série de televisão. Wanda interpreta a si mesma como uma feiticeira tentando viver no subúrbio, ao lado de seu marido sintozóide, ambos como um lindo casal escondendo seus poderes.

O programa começa em preto e branco, representando uma série dos anos 60, com até o enquadramento sendo no formato da época. E o estilo? Era comédia. Sitcon na verdade, com direito as risadas forjadas ao fundo a cada frase engraçada dita.

O bacana é que, é até que engraçado no começo. Visto como uma série de humor, ela consegue prender a atenção, mas já no primeiro episódio ocorrem os "momentos estranhos".

Do humor ao terror por um simples e sutil aparecer de uma frase fora de contexto, uma lágrima escondida por um sorriso, ou cortes bruscos feitos como se escondessem algo.

No Segundo episódio isso começa a ficar mais claro, com ele já se passando nos anos 70, com uma breve mudança no figurino de todos, e claro, uma imagem um pouco melhor, mas mantendo o padrão sitcon, e tendo seus momentos bizarros e curiosos.

No terceiro, agora nos anos 80, com direito a cores, e uma adaptação de elenco equivalente a sua época, os personagens interagem e cada vez mais caminham em direção a bizarrice. Uns começam a notar que tem algo errado, e o próprio Visão passa a questionar, enquanto Wanda parece reescrever tudo.

Fica tudo mais claro quando, após Wanda ter dois filhos, e eles saltarem no tempo mais uma vez, se não me engano pros anos 90, com direito a padrão de tela mais ajustado, o outro lado da moeda, o lado de fora é mostrado.

Uma bolha surgiu na cidade, geral sumiu la dentro, ninguém consegue entrar, quem tenta entrar jamais volta, apenas uma moça voltou (que foi jogada por Wanda) e mesmo assim ela nada se lembrava do que ocorreu la dentro.

A história seria sobre Wanda, a ex-vingadora, assumindo um papel de vilã ao tomar conta de uma cidade e manipular a todos la dentro como marionetes. Ao menos é assim que os que estavam do lado de fora a viam... uma vez que o Visão era na realidade o Corpo do Visão reanimado (o que gera umas cenas bizarras) apenas pelos poderes da Feiticeira Escarlate.

Mas a parte curiosa, é que no quinto episódio, este em que seus filhos crescem rápido até de mais (eles parecem ter controle pela própria idade que possuem, avançando no tempo em instantes, assim como Wanda parece fazer com a época de sua sitcon), ocorre um breve momento de luto, em que um cachorrinho morre (era comum ter essas reviravoltas dramáticas em séries familiares nos anos 80 pra 90).

Daí, seus filhos imploram pra que ela conserte a morte, afinal o cachorrinho era um familiar deles. Mas Wanda mantém a lição de moral, ao lado ironicamente de Visão, e faz seus filhos entenderem que não da pra reverter isso.

Mas, em meio a uma briga no fim do episódio, que é interrompido por Visão, quem notou que ta tudo errado ali dentro, um novo personagem chega no elenco da cidade, do nada... e é ai que as coisas ficam... incríveis.

Ao atender a porta de casa, Wanda se depara com seu irmão, de volta do mundo dos mortos. Até ai, beleza, pode-se considerar que, ela se aproveitou da condição extranormal em que se encontra pra, trazer seu irmão de volta, mesmo que inconscientemente, afinal ela trouxe Visão, e seus filhos tem razão.

Só que a coisa fica louca quando nos é apresentado Pietro, o Mercúrio mesmo, dos X-Men! 

A versão que aparece não é a dos Vingadores, mas sim aquela famigerada dos filmes agora inexistentes canonicamente dos X-Men.

Acontece que, tanto a Marvel quanto a Fox acabaram sendo compradas pela Disney. Então, apesar dos direitos estarem uns com os outros, a Disney manda em tudo, e aproveitou pra, fazer essa mistura.

Aproveitando o espaço da Série, uma de muitas que virão no Disney Plus, eles fizeram questão de misturar os universos, dando a entender que sim, aqueles muitos filmes da Fox que não eram da Marvel, agora podem ser reutilizados em futuros filmes.

Cara, a reação de personagens que assistiram a sitcon do lado de fora da cidade (sim, ela ta sendo meio que transferida pras pessoas do lado de fora, ao menos os investigadores) foi a mesma de qualquer espectador: "Pietro foi reescalado!?" (e sim, é a mina que aparece em Thor).

Mas ainda não da pra dizer até que ponto isso de fato é uma canonização do universo cinematográfico Fox dentro do da Marvel. Mas que isso gera precedentes, a se gera.

E por fim, vale dizer que, o Hulk é usado pela Marvel de boa mas, a Universal é flexível com eles. Ele só não pode ter filme solo, por isso que fizeram a adaptação de "Planeta Hulk" disfarçada dentro do filme do Thor.

A série não acabou, e pode ser que eu venha a fazer alterações nesse artigo. Por enquanto, o fiz só pela surpresa de ver o Pietro de volta! E eu achando que nunca mais o veria kk.

Compensa assistir ta. WandaVision é uma experiência única e marcante que, te fara rir, se surpreender, e talvez até ter medo. Depende de como assistirá.

Atualização 19/02/2021

Então, ao que parece tudo não passou de mais uma ironia do destino. Tanto a presença de Pietro quanto toda a bagunça que a série ta mostrando, é na verdade a introdução de novos personagens pro universo cinematográfico Marvel... aparentemente.

Sem rodeios, o 6° Episódio mostra os personagens numa série dos anos 20, e foi só começar que notei referências estruturais à séries famosas do começo de 2000, como I-Carly, onde os filhos da Wanda que protagonizam, dando andamento a narrativa.

Porém, não demora até tudo desandar. Primeiro, Visão descobre a verdade, tenta sair da cidade, e acaba quase morrendo, resultando numa expansão enorme da cúpula. Pietro, apesar de bem utilizado no episódio, se revela ao fim ser um baita de um babaca sem emoções que tava tentando manipular Wanda, ciente o tempo inteiro do que ela fazia.

Daí, chega o episódio 7, que da uma enroladinha básica no estilo Série de Comédia "documental". Na verdade é mais a cara de séries como The Office, com câmeras tremidas e entrevistas entre as piadas e cenas, representando já um período televisivo em meados de 2010.

Só que o tempo aparece instável, as coisas mudando, tudo por causa de Wanda que está abalada de mais. Enquanto ela se deprecia o tempo inteiro e parece querer se isolar de tudo e todos, mantendo Visão distante, e até tentando se livrar de seus filhos provisoriamente (deixando-os com Agnes, uma mulher que ta desde o começo de tudo), o episódio serve mais pra mostrar o surgimento de um novo super-herói, e um novo super-vilão.

O herói, é a Foton, a moça que entrou, saiu e entrou de novo na cúpula, algo que aparentemente lhe concedeu poderes de energia assim como nos quadrinhos. 

O vilão, é Agatha Harkness, uma bruxa assim como a Wanda que, na verdade tava manipulando a moça desde o começo sob o pseudônimo de Agnes.

E ai veio uma revelação que me deixou um tiquinho chateado: Pietro, e muitas outras coisas que mantiveram Wanda focada em outros assuntos e não em si própria, foram introduzidos na série dela por Agatha.

Logo, ele seria só um fantoche elaborado erroneamente por ela. O rosto dele talvez nem seja desse universo pela própria não conhecê-lo, e a escalação do ator dos filmes do X-men teria sido apenas um fan service.

Triste... mas assim como Homem-Aranha - Longe de Casa, os caras da Marvel/Disney parecem curtir flertar com o Multiverso, sem de fato trazê-lo a tona. Chato disso é que, acaba com as expectativas de quem assiste. Uma vez, suave. Duas vezes já ta meio que desanimando, pois virou um clichê de certa forma.

A série continua legal de acompanhar, mas eu mesmo já perdi aquele ânimo ao ver que, era tudo enrolação, outra vez. E sim, eu tava bem empolgado com a ideia deles irem além do comum e de fato mudarem o universo dos filmes com elementos estrondosos mostrados em uma simples série. Agora, só a adição de personagens novos não é la grande coisa, e parece até meio... covarde.

Parece que não confiam totalmente na base de seus filmes surgir em algo paralelo e, apenas enrolam. 

Mas, o que eu esperaria? Se deixaram a bola passar no filme do aranha, só pra fazer uma conclusão bobinha com o J.J. Jameson fazendo um fan service (e sim, duvido que seja o multiverso trabalhando ali), dificilmente aproveitariam a oportunidade do inédito pra inovar. E é, se derem continuidade a essa ideia, terão desperdiçado a melhor chance que eles mesmos criaram.

Eu nem acredito que os filhos da Wanda venham a se tornar os "Jovens Vingadores" ou heróis regulares nos filmes, mesmo ambos tendo mostrado poderes interessantes o episódio 6, e os atores mirins sendo espetaculares. Mas se forem também, legal, só... legal.

Torcendo pra que os próximos episódios revitalizem minha empolgação e impressionem uma vez mais... caso contrário... triste.

É isso, see yah.


Postar um comentário

15 Comentários

  1. Esse eu tô acompanhando e tô curtindo...

    Apesar de no inicio estar com opiniões mistas a respeito, se era legal ou não... mas dei uma chance e tô gostando bastante até...
    Vamos ver até onde isso vai kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu to aguardando pelo melhor. Já me surpreendi muito kkk. Mas prefiro nem teorizar a respeito. A série ta se mostrando muito surpreendente.

      Excluir
    2. Até porque tem que esperar toda semana mesmo pra continuar... kkk

      Excluir
    3. Poisé. Quero ver depois que tudo tiver pronto o que direi. No caso, creio que só mexerei nesse artigo depois do último epi.

      Excluir
  2. Tou assistindo tbem Shady. Simplesmente fenomenal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É no minimo intrigante. O louco é que eu nem sou fã dos filmes da Marvel... já vi, curti a maioria, mas como no caso do último vingadores, fiquei revoltado e tal. Me ver tão preso a uma série no mesmo universo, e empolgado, me faz acreditar que essa jogada da Disney vai dar muito mais certo do que pensam. Já salvou Star Wars, agora ta melhorando o MCU, imagino o que mais conseguiram deixar nos trinques.

      Excluir
  3. Ok....isso foi....
    Intrigante.





    Eu me surpreendi agora, wow!
    Isso foi fenomenal, no começo eu tava pensando:
    "Mano, que porra é essa Marvel? Caralho Disney! Que merda hein..."

    Tipo, é uma parada que....se fica questionando se aquilo é real ou não, e.....isso deixa um ar de mistério meio sútil, porque as cenas não tem essa atmosfera, o que dá essa atmosfera é a total falta de lógica que essa série tem em relação aos outros filmes ksks.



    Mas ficou muito bom.
    Eu fiquei meio confuso se os filhos delas tem poderes também, tipo, eles manipularam a sua forma física inteira, só por causa de um determinado momento.
    Ou isso significa que eles podem manipular a realidade só que de uma forma mais limitada (limitada a eles) ou....sla, eles são uma ilusão kkkk.





    Eu maratonei essa parada ontem, eu vi o artigo e decidi assitir....aí eu fiquei até 8 horas da manhã assistindo e jogando....
    Psé cara....
    (""""É vagabundo que chama?!""")
    Rogers....esse cara vey.










    RIP
    Faísca.
    2021-2021
    Morreu seguindo o exemplo de Wilson, e se afogou nos MaTiNhOs.




    Ksksks, é isso....see yah shadilson.
    (Não, fico estranho...tira isso!)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo que parece os filhos da Wanda são algo além dos poderes dela, provavelmente eles são reais mesmo, não meras ilusões ou hipnotizados, eles seriam de fato filhos dela.

      Mas é assistir pra saber kk.

      Excluir
    2. Tu postou mais um artigo agora.....



      Caraí, vô lê! Kkkkkkkkkk.

      Excluir
    3. Acabei de publicar outro kk. See yah sr!

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. A serie ta demais mano...
    O episódio 6 foi foda bagarai kkkk.

    Eu espero que a serie continue assim tão boa, e que a Disney faça mais pérolas assim kkk.






    (Jesuis, quanto comentário excluído kkk).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto comentário excluindo 2.

      Então, sim, essa abordagem anos 2000 foi muito boa no epi 6. Eu espero que continue indo cada vez melhor, e que encerre de forma épica também.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)