O Filme Achado de Hoje: Hunting the Legend

Faz tempo que eu não falo sobre filmes, pois a temporada de found footages ta fraquíssima, e esse é o gênero que eu mais curto.

Apesar de terem vários filmes que eu ainda não falei, eu simplesmente esqueci de escrever sobre eles pois, a qualidade geralmente é bem precária.

Porém, recentemente, enquanto eu procurava algo novo pra ver, me deparei com um filme aparentemente de 2014 que eu não me recordava de ter visto:

Hunting the Legend


Existe a versão dublada em sites piratas por ai, mas a dublagem é terrível, com o som ambiente completamente ausente, então fui atrás da versão original pra assistir e consegui uma com legendas em espanhol. Enfim, bora pro que eu achei do filme.

Lembrando, tem spoilers.

Boa leitura... nesse caso é melhor que assistir.



"A Grande Caçada" é um filme no estilo found footage que conta a história de um jovem e um pequeno grupo que decide simplesmente caçar o Pé Grande. Só isso.


A proposta é tão convincente quanto promissora, e as atuações são bem decentes, inclusive dos coadjuvantes, que contam várias histórias pra incrementar a fábula do Sasquat/Pé-Grande, alimentando o suspense antes da caçada lendária se iniciar.


É impossível não notar a semelhança com o "Projeto Bruxa de Blair", não apenas no estilo de filmagem, mas na ideia, conceito e trama. São basicamente jovens fazendo merd4 numa cidade pequena circundada por uma lenda.

Claro que, há todo um background diferente e mais profundo, algo que vincula o protagonista à trama, o que acaba dando uns pontinhos pra esse filme no quesito enredo.

O jovem, no passado, teve seu pai morto nessa mesma cidade, enquanto ambos caçavam (e convenientemente gravavam) animais silvestres aleatórios. Acontece que quem teria matado o pai do jovem seria o abominável homem gigante das florestas, que ninguém via, só ouvia falar.


O garoto tinha plena convicção do que havia ocorrido, apesar dele próprio não ter visto nada, mas ninguém acredita nele. Assim, ele cresce, com a ideia de provar que o bichão existe, e desenvolve todo um plano muito bem arquitetado com várias etapas, pra caçar, registrar e assim se vingar da criatura, e provar a todos no mundo que ele estava certo.


Meu, put4 história né? O ruim é que há alguns pontos que deixam tudo meio, desacreditável.

Primeiro que, o garoto não tem nada informado, nada que justifique todas suas vantagens diante da caça, ou que viabilize a mesma. Ele apenas tem os recursos, mas nada explica como ele obtém esses recursos. Isso acaba pesando no realismo, pois fica evidente que é um pirralho brincando de caçador.

O erro começa logo na primeira cena em que ele se despede da mãe. Meu, ele tem uma mãe, só uma mãe, é a única parente que aparece na casa, tudo que restou na vida dele, o pai foi morto numa caçada, só sobrou ela. Ai ele chega e diz "Mãe, to saindo com meus amigos pra acampar por 7 dias na floresta onde o pai morreu, eu sei, você não quer, mas eu irei assim mesmo, aceite" E ela simplesmente abraça ele!


Não.

Uma viúva que perdeu o marido numa caçada em hipótese alguma permitira que o filho entrasse num risco equivalente, sem relutar ao menos um pouco. Se o jovem fosse aparentemente preparado, sim, até daria pra entender. Se ele tivesse "pinta de caçador", com vestimenta, físico, e todo o preparo e aquela desenvoltura de quem vai chegar nos bichos do mato e dizer "Ai galera, pode deitar no chão que hoje o churrasco serão vocês", seria convincente. Mas não. Ele é um garoto, esguio, franzino e de trejeitos infantis! É nítido que é imaturo, e despreparado, isso logo nos primeiros momentos do filme.


Cara, nota-se pelo quarto do cara a infantilidade dele, com pôsteres de jogos por toda parte, e todo uma decoração que, de caça nada tem, mas é o paraíso jovial. Lembre-se: Conhece-se um homem pela cueca que ele veste... não pera... pelo quarto em que ele reside! 


Outro ponto legal pacas que declara o quão preparado o desbravador florestal está, é sua pesquisa sobre o Pé Grande colada na parede. Temos algumas fotos, desenhos, recortes sobre o bichão, e entre eles tem fotos da namorada com coraçõeszinhos, e do amigo também. Meu!?


Imagina, sei la, o Batman, se preparando pra caçar o Coringa, ai tu olha na parede de pesquisa dele, e vê 3 fotos da mulher gato, e uma do Robin. Da pra levar a sério isso? No máximo eu pensaria "Caraca o Coringa matou a Mulher Gato e o Robin." E se tivesse corações eu diria ainda "De amor" (ta eu parei).

Gente, o filme mostra esse rapaz com a namorada, e um amigo, que são seu reforço pra caçada ao monstro que matou seu pai. Além disso ele aluga um cachorro rastreador (o que é interessante pacas, esse sistema de aluguel de animais), e tem é claro, a justificativa pras câmeras.


Ficou evidente que ele tem dinheiro, sabe-se la como, mas ele tem. Só que não tem o bastante pra comprar câmeras, então o que ele faz? Contrata uma equipe de cinegrafistas "profissionais" pra acompanharem sua caçada, e ajudarem a registrar tudo. Ele também aluga alguns equipamentos, como câmeras pra cabeça, e essas paradas.


Ele também compra 2 fucking armas, duas. Não preciso dizer que até o coadjuvante (o vendedor das armas) zoa o cara por isso. Alias, é legal que um vendedor de armas ilegal, não se importa em mostrar o rosto pra cinegrafistas!


Bem, o fato de ter uma equipe "profissional" não faz o filme ficar melhor filmado. Continua a mesma porcaria de qualquer found footage. As vezes escuro, as vezes filmando o chão, 80% do tempo não filmando nada. 


Claro, há sempre justificativas, como o momento em que todos são obrigados a não filmarem pra não serem mortos por um cara numa cabana, mas, eles filmam escondido, por isso a qualidade fica meio ruim.


Só que, é legal ver que essa equipe se mantém fora do filme até os 45 min do segundo tempo. Eles de fato agem como profissionais, tanto que parece só ter três personagens o filme inteiro, pois os outros dois ficam atrás, carregando as câmeras e o microfone, e sem interagir.

Legal, muito bacana, isso é bem realista, e ainda fica mais realista quando eles entram no grupo e passam a interagir, com medo do que registram, e ao perceber que é tudo real, e que de fato tem um Pé Grande. Quando fazem isso, eu jurei que eles iriam interferir na jornada do protagonista e fazer ele voltar, e parar de ser um imbecil, afinal, os profissionais seriam os adultos, certo? Foi quando meu queixo caiu.


Os "profissionais" eram ainda mais jovens e estavam ainda mais assustados. Meu? Tipo, a ideia do filme era passar uma sensação de realismo, de que um rapaz poderia ir atrás de uma caçada impossível com um grupo de mais 4 crianças?

Chamar de criança é besteira, eu sei. Todos já tinham pelo na cara, talvez até mesmo a garota birrenta que, no meio de uma floresta, de noite, com criaturas monstruosas rondando, faz questão de espernear sobre estar cansada!


Eu não sei bem como consegui levar esse filme a sério até o fim, mas eu levei. Uma certa esperança de ver o Pé Grande me conduziu até os segundos finais, com o jovem completamente pirado, último sobrevivente do grupo suicida, que decide fazer o que? Atirar e esvaziar sua única arma, pra cima.

Ele faz isso no intuito de provocar a ameaça a sua vida e no fim, ele morre e é isso.


Sim, todos os jovens morrem, pois fizeram a burrada de irem armados pro meio de uma floresta, caçar uma criatura que todo mundo dizia ser perigosa, e simplesmente vão sem o menor preparo ou noção de como uma caçada deve funcionar.

Eles caçam a criatura, que tem hábitos evidencialmente noturnos, de noite. Na verdade, eles até tentam descansar de noite e procurar a "toca" da criatura de dia, só que assim, eles procuram até o anoitecer, e só depois de anoitecer, ele decidem começar a fazer o caminho de volta pro acampamento onde é o ponto seguro pra eles. Lógica? Não há.


Se eu fosse a criatura eu pensaria algo como "Huagruashua chua Gwua Bura ghua"

Significa: "Mano, meu rango é burro, olha isso, eles tão vindo até mim, vou esperar anoitecer e ai vou atrás deles... pera, eles não tão indo embora, anoiteceu, eles ainda tão aqui, e só agora tão indo embora... mano, meu rango é muito burro. Melhor que I-food".

Alias, não fica tão claro se é mais de um bichão do mato. Eles não encontram mais do que uma ou duas pegadonas, mas em um certo momento o velho da cabana fala que são vários Pé Grandes. E, quando um dos super cinegrafistas decide preservar a câmera ao invés de FILMAR A PORR4 DA CRIATURA (ele esconde ela, ao invés de tentar filmar), da pra ouvir um monte de barulhos de grunhidos diferentes.


Mas, no final, apenas um "aparece", o Alfa. Sabemos disso pois ele fala, em seu próprio dialeto (atrás da câmera), que é traduzido por algum espertão da edição metido a paleontólogo ou tradutor universal. Fato é que, mesmo que tivessem outros grandões pela floresta, nem faria diferença pra dar conta daquele moleque metido a caçador.


Teve um momento, em que da pra escutar o Pé Grande rindo ao fundo. Ta todo mundo reunido na fogueira, ai a menina diz "Eu to com medo, muito medo, mas eu vou ficar com você mais essa noite, pois se sobrevivemos até aqui, foi graças as suas habilidades de caça". Certeza que ouvi uma risada no fundo.


Tem outro momento que da pra escutar um barulho e o cara fala "É um castor" sem se assustar nem nada. Eu pensei "Mano, baita realismo, eles tão numa floresta de noite e ele consegue identificar um bicho pelo som dos galhos" e, apesar de soar como implicação minha, por outro lado eu gostei da cena. Deu um ar corajoso e pretensioso ao personagem, que algumas cenas depois mandou um "Amanhã vamos embora, então dane-se todo mundo!".


Sério, o personagem matou todos os amigos por birra. Decidiu, por pura implicância, andar no meio da floresta e ignorar alertas como coelhos escalpelados (usados como iscas pra ursos, sim, os Pé Grandes comiam URSOS!) e simplesmente ignorar o horário e, depois de nada encontrar, tacar um "dane-se" e pronto, todos foram condenados.


Como ele mesmo disse "Estou aqui no meio do nada procurando algo que nunca vi, sem nem mesmo ter um mapa, estou sendo um idiota!" pois é, na lógica, ele tava caçando, mas era um idiota caçando então, que bobagem.


"A Grande Caçada" é um filme promissor que, no fim, não passa do promissor mesmo.

Ele é trágico em enredo, e infelizmente, não mostra nenhuma prova concreta de que o Pé Grande existe, além de vultos de um cara fantasiado de Urso passeando pelo mato.

Eu, sinceramente, acho que na verdade o filme é sobre um serial killer cosplayer de Chewbacca que curte matar campistas, que tem uma rixa com um morador de uma cabana, o qual invadiu seu território, e ai do nada, surgem um monte de pirralhos pra encher seu saco com câmeras e ele decide zoar eles, matando todo mundo.


Pra ser sincero, teve um momento tenso de verdade, em que a mocinha pega uma arma e fica esperando o namorado dentro de uma cabana. Nesse momento, ta todo mundo em desespero, e ele sai pra buscar um dos amigos, falando pra ela "Atire em qualquer coisa que chegar perto". Tava na cara que ia dar merd4, e deu. Ela atira contra o amigo.


Esse momento foi o que quase salvou o filme. Poderiam muito bem descartar a existência do Pé Grande ali, e colocar a pura histeria do grupo como o grande vilão. Imagina, eles foram mortos por serem jovens estúpidos numa floresta, despreparados!? Faria tanto sentido, e seria bem mais realista.

Obs.: Do nada aparece uma mulher "escalpelada" (só ta sem roupas, mas ta com as roupas de baixo) aparentemente morta e pendurada de cabeça pra baixo. Sei la o que isso significa, talvez que o grandão decidiu caçar ursos com pessoas? Ou que, decidiu atrair homens... faz sentido... nada atrai mais "homens" do que mulheres.


Fato, os Pé Grande são geniais.


Mas o filme sobre eles não, pois eles nem aparecem.

É isso.

Postar um comentário

19 Comentários

  1. Kkkkkkkkkkkkk sensacional, a cada post que vejo seu sobre esse genero, vejo o quanto ele é uma merda(acho que essa deve ser a sua intenção, mostrar isso), e a capa/poster até que era interessante quando cliquei, mas ai quando vc disse que era esse tal de found seila duq, ai pensei que era uma bomba, dito e feito, vc só tras tranqueras dessa bagaça kkkkk(tirando aquele do cara que usava uma mascara de lobo ou algo do tipo), e que fim deu o cachorro? Vc nem citou mais ele...

    Mas senti pena de vc, tu só queria ver um belo de um pé grande(olhe seu pé), mas serio que tentaram fazer um do FUCKING PÉ GRANDE?

    Serio?


    Serio?!


    SERIOOOO??!!!


    Me surpreendo é com sua esperança de que ia sair algo descente disso kkkkkkk no maximo algo trashzao como Jason e derivados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo menos o cara era fã de WOW kkkkkkk

      Excluir
    2. Tipo, minha intenção era divulgar tipos diferentes do gênero, mas acabou que só encontro tranqueira rs. Falha minha.

      Pior que esse é o segundo filme baseado no Pé Grande desse gênero, e o primeiro que vi até que era bom.

      Mas, fazer o que né.

      Excluir
    3. Obrigado por comentar... srta Beatriz...

      Excluir
  2. No fim vc nem disse o fim que deu o dog do filme kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, o cachorro, ele não teve um final bom. Ele morreu pelo Pé Grande... no meio do mato, mas não mostrou, só mostrou o barulho dele sendo morto.

      Excluir
  3. Meu Deus Max... eu fico pensando pq vc fez post sobre essa bagaça kkkkkk perdeu tanto tempo da sua vida, pelo menos se eu topar com essa tranquera eu jogo fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi justamente para alertar sobre os perigos de se deparar com essa coisa que desperdicei meu tempo a descrevendo rs.

      Excluir
  4. Espetacular kkkkkk eu não sei o que foi mais engraçado, sua postagem ou a interação sua com a hater da Warner kkkk, não tenho muito conhecimento sobre esse genero, no maximo vi algum Atividade Paranormal, que infelizmente ou felizmente, é o mais famoso (mais até que a Bruxa de Blair), mas vi que esse pelo que vc escreveu é uma tremenda porcaria, e essa interação de vcs acima foi muito engraçada kkkk espero encontrar mais perolas assim kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Srta Lolinha, os comentários são sempre uma extensão dos artigos, e é legal quando ficam tão... interessantes kkk.

      Parte boa de manter todos sempre bem respondidos... surgem diálogos malucos as vezes.

      Ela comentou em vários outros posts, e as vezes rende momentos legais, as vezes momentos bem "tensos". Eu tento lidar adequadamente, mas eu adoro quando bons leitores surgem pra conversar.

      Bem, de fato o Atividade acabou sendo mais famoso, pois conseguiu pegar um público bem maior, mas, em termos de qualidade, é difícil achar um bom dentro desse gênero. Esse que eu falei ai é realmente uma tragédia.

      Excluir
    2. Então pq vc é fã disso? Kkkkk não faz sentido.

      Excluir
    3. Ah, uma esperança sabe. Existem alguns pouquíssimos filmes que conseguem assustar de verdade, por brincar com as linhas da realidade. Eu busco por esse tipo de temor.

      Esse gênero é uma das portas que encontrei pra essa busca.

      Excluir
    4. Entendo, pois Atividade pra mim foi chato pacas kkkk fico pensando em quem viu isso no cinema. Espere ai, vc disse que teve mais interaçoes como essa? Me indique essas postagens.

      Excluir
    5. Srta Lolinha, srta Lolinha. Minha cara srta Lolinha... eu num faço ideia de quais posts você encontrará comentários tão animados e versáteis mas, onde tem comentário, tem algo. Te indicaria mas, eu te juro que eu mesmo me perco, afinal, memória ruim.

      (Ps.: Pulando de post em post pra responder kkk, como que você consegue!?)

      Excluir
    6. Eu até que tentei isso, mas a maioria é bem... marromeno, esses da hater ai me surpreendeu kkkkk pois me fez lembrar umas pessoas.

      (Abrindo varias paginas e atualizando kkkkkk).

      Excluir
    7. Te fez lembrar pessoas, isso é bom. Lembrar é bom... kkkk.

      Aliás, certeza que vai achar comentários bem interessantes só, te peço pra não levar nada muito a sério viu.

      (Pra mim é mais fácil, eu recebo os comentários direto no e-mail)

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)