RapidinhaMorte: Os 20 melhores Jogos da Minha Vida.

E ai, suave?

Pois é, tamo no Natal, e eu aqui tentando postar algo. Na verdade, eu queria desenhar mas, acabei ficando sem inspiração. Além disso, os posts de game reais estão em desenvolvimento ainda, e vai demorar mais um pouco.


Porém, um leitor me recomendou fazer essa lista, só por curiosidade mesmo. Uma listinha onde apresento aqueles que pra mim são os melhores jogos já existentes, sendo eles significativamente influentes na minha história, e na minha forma de jogar!

Então, bora la.

Boa leitura.

Essa lista não está na ordem de melhor ou pior, na verdade, são todos incríveis.

Começando...

Zelda - Majora's Mask


Pra começar, o primeiro jogo que me vem a mente quando penso "quais são os melhores?" é esse.

Zelda Majora's é o único Zelda com um equilíbrio de aventura, mistério, e terror (sim, terror). É um jogo que te faz ficar receoso com o que ta vendo, e ainda por cima diverte pra um caramba.

Foi um dos pouquíssimos jogos que eu terminei não apenas mais de uma vez, como além do 100%. Eu fiz questão de concluir todas as missões, e buscar todos os segredos, para assim conseguir a experiência máxima possível.

Majora's Mask é um título único que dificilmente se repetirá na franquia, apesar de que, provavelmente o Breath of the Wild "2" será no mesmo estilo.

Assim como na época, em que Majora's deu continuidade ao Ocarina of Time, usando a mesma mecânica, plataforma, jogabilidade, visual, porém, mudando tudo completamente só por causa do enredo, Breath of The Wild (que é um dos jogos mais incríveis que já joguei mas, ta fora dessa lista) terá praticamente o mesmo destino, com uma continuação já anunciada via trailer, mas que está envolta de um mistério sombrio... 

Dust, An Elysian Tail


Esse é jogo no estilo Hack and Slash e Plataformas, com gráficos na horizontal (bem no estilo clássico). Porém, apesar de parecer estranho, ele funciona bem pra caramba, e é divertido, envolvente, e emocionante.

Foi um dos jogos que mais me tocaram e, acabei gravando ele como um dos mais importantes pra mim. Ainda aguardo por uma continuação, ou um jogo que tenha uma atmosfera sequer semelhante... porém até hoje não apareceu nada.

Ainda assim, esse joguinho cheio de furrys é uma coisa magnífica que, compensa experimentar.

To The Moon


Foi uma surpresa pra mim, chorar tanto com um jogo estilo Point and Click, o estilo que mais repudio. Porém, devido uma recomendação acabei analisando ele e, me deparei com algo surpreendentemente emocionante.

O jogo mexeu com sentimentos profundos, memórias passadas, e ele trata justamente disso. Sonhos, memórias, perdas, e... é cruel pensar no quanto ele nos afeta, me afeta... me afetou.

To The Moon é um jogo único, e apesar de terem continuações que, um dia irei analisar (e me disseram que são tão fortes quanto) eu tenho pra mim este como um dos melhores jogos.

Ele é tão simples visualmente, mas tão rico em jogabilidade, e enredo...

Mega Man X8


A franquia MegaMan  vive no meu coração, mas se tem um jogo que eu amo, é o X8. Tudo pois, eu joguei a Demo.

Pois é, quando ganhei meu primeiro computador, acabei baixando a demonstração de Mega Man X8, e apesar de ser apenas 1 fase (a primeira) eu joguei aquilo tantas vezes, mas tantas vezes, que parecia o jogo completo pra mim.

Acabou que um dia consegui a versão completa, e ai, eu joguei ele tanto, mas tanto, que foi um dos poucos que entraram pra lista de 100% finalizados por mim.

Eu fiz tudo, e eu não sou do tipo de jogador que "platina". Eu enjoou fácil das coisas, mas não com X8. Nele eu fiquei, permaneci e me mantive estimulado e empolgado até meu PC quebrar.

Só ai que parei de jogar, e depois, quando fiz a análise, como regra pessoal, nunca mais o joguei.

Ainda assim, eu tenho ótimas memórias e esse é aquele jogo que eu não me importaria de permanecer a tarde toda jogando novamente. Ele tem gráficos lindos, jogabilidade fluída, dificuldade ao nível MM, e pra variar, um bom enredo de encerramento, tão nostálgico e ao mesmo tempo, aberto.

Conseguiu resgatar o que a franquia perdeu com X7, e ao mesmo tempo, fazer o X7 valer sua existência.

Harry Potter e o Cálice de Fogo


Ta ai um jogo que eu me surpreendo de por nessa lista mas, não da, ele não saiu da minha cabeça.

Esse foi meu primeiro jogo de PC. Só por isso, virou o melhor jogo da minha vida. Ganhei ele de presente da minha mãe, num aniversário ou natal, não me lembro, e ele nem rodava no meu PC.

Na verdade, ele rodava muito mal. Gráficos bugados, com 1/4 da velocidade, travando muito, os personagens não andavam, eles teletransportavam de um ponto pro outro (a fase do Banheiro dos Monitores era um caos!) de tão lagado que era, tudo pois minha máquina não suportava.

Mas eu terminei ele umas 9 ou 10 vezes. Acho que até mais. E sim, esse é outro daqueles jogos que eu terminei 100%.

Não apenas por ser o único que eu tinha mas, por eu estar maravilhado com cada pedacinho dele.

Harry Potter e o Cálice de Fogo nem é meu filme favorito, pelo contrário, é um dos que menos gosto, mas, o jogo me fez sonhar! Alias, eu sou fan de mais dos filmes do jovem bruxo, tanto que tenho todos os DVDs originais numa prateleira, que ganhei em aniversários, dentre outros colecionáveis. Porém, eu só gosto dos Filmes. Nunca nem li os livros.

Por essa razão, tudo o que aparecia nos jogos (e nesse caso eu pluralizo pois, depois do Cálice, eu fui atrás de todos os jogos!) eu meio que fui aprendendo mais sobre o universo expandido de Harry Potter.

Os jogos não mostram nem se limitam apenas ao que os filmes apresentam, alias, apesar deles usarem muito o visual dos filmes, principalmente a partir do Cálice de Fogo (que usou um tipo de captura de movimento/imagem dos atores reais), eles acabam mostrando muita coisa tirada dos livros! No Cálice mesmo, tem criaturas, e passagens que no filme não existem, como a fase da água onde tinham coisas que eu nem reconheci do filme, pois não tinham, mas... amei tanto tudo isso.

Esse eu não fiz análise, pois a franquia Harry Potter é um caso complicado pra mim... quem sabe um dia. Alias, ele é meio que um game de Ação com Aventura, e Magia, com fases exploráveis, onde precisamos coletar medalhas pra concluir. Acabamos revisitando a mesma fase várias vezes pra pegar diferentes "Escudos" e assim, ir liberando novas fases até chegar na luta contra Voldemot.

Final Fantasy XII


Esse Action RPG me conquistou rapidinho. Apesar de eu querer citar aqui Kingdom Hearts, devo confessar que meu primeiro contato com o gênero "Action RPG" foi com FF12. E foi ai que eu me apaixonei pelo gênero.

Não é por menos que esse jogo entra pra essa lista. Gastado mais de 140 horas na minha primeira vez, ele se tornou talvez o jogo que eu mais me dediquei. Infelizmente, não fiz "tudo", pois cara, RPGs, principalmente os Final Fantasy, pegam pesado no quesito "conteúdo extra", mas, eu fiz muita coisa, muita mesmo.

Joguei uma segunda vez pra fazer a análise, e não me arrependi.

Naruto Shipudden Ultimate Ninja Accel 2


Um jogo de luta, só pra fazer a lista ficar mais variada. Tem vários jogos de luta que eu adoro, apesar de não ser meu gênero predileto, porém, entretanto, contudo, todavia, apenas 1 me vem a mente sempre que penso em "melhor": Naruto de lutinha.

Esse jogo me marcou, só pelas dezenas de noitadas competitivas que tive com meus amigos. Nós passávamos tardes e madrugadas nos enfrentando nesse jogo, apenas pra descobrir que, o Jhonatan é apelão.

Eu amava jogar de Gaara, pois ele apelava pra areia a distância, e isso conseguia manter meu amigo longe de mim por tempo o bastante pra tentar vencer. Mas ele tinha uns truques, como os infinit hit do Itachi. Mano... odiava ele.

O modo batalha era na horizontal, como todo BOM JOGO DE LUTA DEVE SER. Mas as coisas não se limitavam a isso. Dava pra pular pro cenário do fundo, dava pra teletransportar (justsu de troca), dava pra invocar especiais loucos, um melhor que o outro, odne tinhamos de apertar os botões certos e rápido pra ver quem ganhava, e mano, era muito bom!

Tinha um parecido, o Naruto 5, mas ele tinha menos personagens, e eram só as crianças. O Shippuden tinha uma lista enorme de personagens, tanto os que já tinham aparecido no anime na época, quanto extras, tipo o pai do Naruto (Minato), que na época só se ouvia falar! Ele era destravável, e mano, era tão divertido.

Tinha também os Hokages, inclusive o primeiro e o segundo, e alias, o segundo gritava pra um car4lho. 

Super Mario Kart


Um jogo de corrida não pode faltar. Alias, muito da minha infância foi com Super Nintendo, logo, não estranhe uma certa tendência a citar títulos da nintendo. Porém, devo confessar que nenhum jogo de corrida que vi até hoje conseguiu superar Mario Kart pra mim. Nem mesmo o de Sonic, que eu confesso que é muito divertido, que muda de formas e tal, não.

Mario Kart é um jogo de corrida brutal onde você precisa mais ferrar seus colegas do que vencer. Até hoje ainda faz sucesso, mas na época do Snes, quando surgiu o primeiro Mario Kart, meu deus aquilo era de mais!

Além da corrida básica, tinha um modo "pvp" com balões só pra fazer todo mundo se matar ainda mais... era daora vai.

Life is Strange


O jogo que mais me fez chorar com o final, um tipo de Aventura Episódica de Escolha e Consequência... cruel.

Life is Strange é uma experiência emocional intensa. Não da pra apenas resumir, eu fiz o artigo onde descrevo tudo o que senti, mas, meu deus, desde os gráficos, jogabilidade até trilha sonora... ah... ah trilha... até hoje me vejo parando pra observar o céu e escutar as músicas de LiS de vez em quando.

Alias, qualquer música mais calma me faz voltar aos tempos de LiS. Como amei esse jogo.

Silent Hill 2


O primeiro Silent Hill que joguei. Pode não ser meu favorito (o 4 que é) mas, ele foi meu primeiro contato em jogo. Foi na casa de um amigo, e quando sai, passei por um pesadelo real. Neblinas cercaram a mim e meu outro amigo, cães latiam, medo...

Silent Hill é uma franquia de Terror Psicológico que eu amo, e sinceramente, odeio a Konami por acabar com ela. Até hoje, P.T., que foi a Demo do Silent Hill que foi cancelado, faz um sucesso estrondoso, e a Konami ta cag4ndo.

Fiz análises de toda a série, mas, devo confessar que o 2 se destaca ao meu ver como o melhor pra mim. Foi o que me fez brizar mais em teorias, e rendeu mais críticas aos meus posts! Amo isso. Além disso, o jogo é maravilindo.

Unreal Tournament 2004


Um jogo de tiro. É estranho alias, que nesse caso eu nunca joguei Unreal Tournament 2004. Eu joguei a demo dele, que tinha acho que 1 fase, mas eu joguei isso tanto, mas tanto, com meus irmãos e amigos, que acabou que, pra mim era o o jogo.

Nunca conheci a história, se é que tem história, nunca escolhi personagens além dos disponíveis na demo, e as vezes eu bugava as skins... e nunca vi nada além do que me era disponibilizado. Mas cara, como amei esse jogo!

Um jogo de tiro que eu adorava, é raro, por isso ta nessa lista. Eu odeio jogos de tiro.

Super Mario RPG


Não da pra não falar desse. Super Mario RPG foi o jogo que me fez enxergar os games de um jeito diferente.

Época de revistas, fases complicadas de passar sem dicas, foi um caos zera-lo mas, foi um prazer sem igual. Esse é sem dúvidas um dos melhores que já vi, e tem um espaço na minha memória.

Sempre que vejo um desafio num game, uma interação com objetos ou algum obstáculo complicado, lembro da Porta da Igreja, que precisamos derrubar correndo junto com o Bowser. Mano, aquilo é muito bem manjado! Um sistema excepcional.

Além disso o jogo tem um put4 enredo, uma jogabilidade monstruosa e pelo amor de deus, ele é lindo.

Super Metroid


Primeiro jogo de terror da minha vida. Super Metroid foi até hoje o único Metroid que zerei.

A atmosfera macabra dele, de ficção científica com terror espacial, pelo amor, é bizarro.

Explorar um planeta repleto de criaturas nojentas e cheio de efeitos, com uma trilha sonora tensa pra caramba e chefes de dar arrepio, esse jogo me fez ter medo... mas, foi um dos que terminei 100%.

Super Metroid é um game de vai e vem, que mais envolve exploração do que aventura ou ação, mas tem ambos também. Ele tem chefes, ele tem monstros, ele tem coisas que te fazem ter medo, e no final, ele ainda te surpreende com a revelação de que o protagonista é uma mulher.

Na época, eu fiquei surpreso. Nem precisei chegar ao final do jogo pra descobrir isso, pois quando se morre, ela explode e da pra ver sem a armadura que é uma mina, mas... mano, uma mina badass, era muito louco.

Nier: Automata


Falando em mina badass, tem a 2B de Nier Automata ("badass... rs"). Um jogo que eu preciso mencionar que me impressionou ao máximo.

3 protagonistas seguidos?! 27 finais diferentes?! Uma put4 trilha sonora?! Jogabilidade mais variada que tudo, que vai de mash-up ao Hack&Slash com RPG, Puzzle e Tiro!? Meu deus! Ainda tem um enredo sociológico profundo e que nos faz refletir sobre a natureza da vida.

Lindo.

Donkey Kong Country 2


Nunca escondi meu amor por DKC2. Principalmente pela trilha sonora, e jogabilidade.

Meu, esse foi o auge da série, que pra mim, definhou em DKC Returns, e no Tropical Freeze até fez um agradinho, trazendo a Dixie de volta, mas que, não é a mesma coisa.

A liberdade de movimentos, a exploração, as possibilidades do jogo, os gráficos, a música.

Meu, coisas como, os macaquinhos comendo mel na fase das abelhas, ou os gritos no fundo da fase da montanha russa. Eu tenho isso encravado na minha memória.

Empire Earth


Um jogo de estratégia. Sim, eu já joguei algo assim, e amei, ao ponto de considera-lo um dos melhores. Passei anos jogando, e até fiz noitadas onde competíamos pra ver quem fazia o melhor império.

Empire Earth é um jogo em que você controla carinhas na era pré-histórica, precisa fazer eles coletarem madeiras de árvores, pedras de pedregulhos, ouro e metal de mais pedregulhos, além de comida (de animais que precisam ser mortos) e ai construir coisas, casinhas, e mais carinhas. Conforme se cresce, você expande seu domínio, cria mais e mais coisas, passa de era, e vai evoluindo.

Até que chega outro povo, normalmente mais evoluído, e tenta te dominar! Ai eles massacram tudo, destroem tudo que você construiu, e você precisa fugir e começar de novo, se der...

Cara, como eu amo esse jogo. Só de falar da vontade de começar meu império e já ir coletando pedras pra levantar minhas muralhas pra proteger meu território, construir minhas hortas pra ter alimento infinito. Eu adorava acelerar o tempo e chegar na Era Digital antes dos inimigos, e fazer um monte de robôs voadores que teletransportam, pra massacrar os demais povos.

Fiz isso com meus amigos numa noitada, eles me xingaram muito. Meio que trapaceei também, eu fingi aliança pra ter mais recursos e na hora H, trai eles. Eu sou mó vacilão mano.

Bem... jogos de estratégia são fogo rs... enfim...

Sunset Riders e Capitão Comando


Ta, são 2 aqui, pois na verdade eu só ia falar do Sunset Riders, mas meu irmão me lembrou de Capitão Comando e, eu tinha que incluir ele, apesar de nunca ter conseguido terminar.

Ambos são jogos no estilo "luta de rua", se bem que Sunset Riders ta mais pra jogo de tiro com Cowboys, mas eles seguem um modelo bem parecido.

Você anda na horizontal, mata todo mundo que tiver, e no fim bate num chefe. No caso, Sunset Riders você atira em tudo, e pode controlar de 1 a 4 carinhas, dois deles usam espingardas, dois pistolas... um usa rosinha... eu adorava jogar com ele.

Enfim, Capitão Comando é treta pois é injusto. Você se mata pra chegar no final e quase não tem vida, ai morre e já era, acabou pra você. Jogos antigos eram assim na real.

No Capitão Comando você controlava um bebê num robô, uma múmia, um ninja e o Capitão, que usava raios. Mó doidera, mas com isso você sentava porrada em geral.

Fato é que, eu nunca terminei ele... mas Sunset Riders sim! Com meus irmãos inclusive. E ambos são igualmente difíceis. Mas, amo.

Killer Instinct


Outro jogo de luta, nesse caso, eu não posso deixar de mencionar. Era o que eu mais jogava com minha mãe e pai, e caramba, como eu gostava dele.

Ta certo que eu só apelava com o Cinder, pois era o único que eu sabia jogar, mas, era divertido de qualquer forma.

Um jogo de luta com combos rápidos e sequenciais, quase intermináveis, além de contar com personagens mais sombrios e com uma temática medonha. Mano, bem daora.

Ele teve continuações, contando com o remake de xbox one, mas na boa... o primeiro era o melhor.

Firepower 2000


E claro, não da pra não falar desse, o joguinho que fez minha infância. Eu e minha mãe jogávamos ele o tempo inteiro, e basicamente ele era nosso momento mais feliz no vídeo-game.

Firepower é um jogo mash-up, onde controlamos um helicóptero verde, e um tanque de guerra amarelo. Quem tiver com o tanque tem que desviar dos obstáculos no solo, e quem ta no helicóptero se da bem pois tem uma movimentação mais ampla.

A visão é de cima, e o objetivo é atirar em tudo que vier da parte de cima da tela, enquanto ela se move sempre pra cima (quanto cima kkk).

A tela se move sozinha, e nós atiramos, é isso. Sem segredo, é só tiroteio.

Mas é tão... nostálgico.

Eu nem lembro se um dia terminei... mas eu me lembro da música, da sensação de jogar, e da minha mãe comigo.

Ragnarok Online


Por fim, claro, Ragnarok Online, um MMORPG (jogo de RPG online) que eu joguei durante minha adolescência, e até hoje ainda jogo.

Eu logo direto nele, e sim, agora que lançou uma classe nova eu ainda to logando kkk.

Esse jogo é viciante, mesmo a LevelUp! tendo ferrado com ele, criado pouquíssimas atualizações dignas e tendo criado o hábito de colocar só itens visuais e tickets de promoção no jogo, ele ainda continua sendo um marco na minha vida.

Conheci muita gente, esse blog nasceu por causa desse jogo e das pessoas que la conheci, e sinceramente, Ragnarok sempre será o melhor game pra mim.

Tantas classes pra se criar, tanto pra se fazer, tanto pra se explorar, tantos pra se conhecer... se as pessoas quisessem, poderiam fazer ele grande de novo (e alias, ele ainda tem muito jogador)... mas... a moda agora ta nos Moba né, ou nos jogos Battle Royale.

Bem... é isso.

Espero que tenha ficado legal a lista...


Feliz Natal.

Postar um comentário

23 Comentários

  1. Opa, e aí Shady. Queria dizer que gostei bastante da sua lista e post, e tenho que dizer que me surpreendi em alguns jogos estarem nessa lista, além disso, vc me deu vontade de jogar Nier Automata, pois vc falou tão bem dele kkkkkkk

    Enfim, agora a minha lista dos 20 jogos favoritos:

    -DBZ: Budokai Tenkaichi 3
    -Resident Evil 4
    -God Of War 2
    -GTA San Andreas
    -Mega Man Zero 3
    -Mortal Kombat (2011)
    -Crash Bandicoot 2
    -Zelda Ocarina Of Time
    -Darksiders 2
    -Castlevania Aria Of Sorrow
    -Pokémon Emerald
    -Jak 3
    -Yu-Gi-Oh! GX Tag Force Evolution
    -Twisted Metal 4
    -Sonic Unleashed
    -Kingdom Hearts
    -Devil May Cry
    -Batman Arkham City
    -Assassin's Creed IV
    -Metroid Fusion

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Caíque, jogue, não irá se arrepender.

      Sua lista é boa... joguei quase todos exceto DBZ, Jak 3, Yu Gi Oh e Twisted Metal, então, meio que posso dizer que faz sentido suas escolhas. São todos excelentes jogos.

      Alias, Assassin's Creed 4, se eu tivesse terminado, entraria pra minha lista de melhores fácil.

      Excluir
    2. Entendo, e, sobre esses 4 jogos que vc citou acima, jogue o DBZ BT3 (que é bem viciante, mtos consideram ele como melhor jogo de luta de DB) e Jak 3 (mas antes, jogue seus antecessesores, que são Jak & Dexter e Jak 2), o YGO e o Twisted Metal não sei se vc vai curtir, mas recomendo que jogue-os tbm. E pra finalizar, essa minha lista não é definitiva, ou seja, ela pode ser alterada no futuro já que tem jogos não joguei ou que joguei pouco, enfim Shady, isso é tudo, até o próximo post.

      Excluir
    3. E sempre bom manter a mente aberta pra novas ideias, uma lista variável é aceitável. A Minha também, pode sofrer alterações com jogos que eu venha a conhecer.

      Tentarei jogar esses títulos, creio que é mais provável que eu teste Jak. DBZ nunca foi do meu agrado, mas, verei.

      See yah sr Caíque, e o próximo post pra praticamente pronto.

      Excluir
  2. Tem uns bagui interessante ai, Final Fantasy XII, To The Moon, Silent Hill 2, Capitan Comando(fez lembrar a suruba da Junkebox lembra?!lkkkkkk)

    Mas tem outros, Harry Potter, Nier, Ragnarok, que vou te falar em...

    ResponderExcluir
  3. Antes de mais nada(não deveria ser antes do comentario anterior pra eu dizer isso?!) Vou dizer os melhores por cada console que eu playei na MINHA OPNIAO(que é a unica que é a certa do mundo)...

    NES: Super Mario Bross 1

    SNES: Chrono Trigger

    N64: Ocarina Of Time(se bem que com tanto jogo merda que esse console teve nem é tãaaaaao dificil assim kkk...k)

    Game Cubão: Resident Evil... FOOUR(tenho que admitir que é ainda mió que a versão de prei 2)

    Só joguei até aqui dos da Nintendo, agora da Sony...

    PS: Final Fantasy VII

    PS2: Shadow Of The Colossus

    PS3: The Elder Scrolls V: Skyrim

    PS4: God Of War (4)

    Xbox e portateis não são minha praia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lista interessante. Nem comentarei afinal, você é a unica certa kkkk.

      Mas concordo.

      Excluir
    2. Menções Honrosas: Superman 64, Bubsy 3D, Silver Surfer(NES) e Tunguska(PS1)

      Excluir
    3. Vish, ai esculachou. Esses ficam como os piores. Credo.

      Excluir
    4. Ahn, okay. Bem... obrigado pela partilha de opinião srta Beatriz.

      Excluir
  4. Que bom voltar à falar dos jogos mais antigos...estava sentindo falta disso.rs
    Você falou dos jogos com detalhes bem legais,dá pra notar uma grande carga nostálgica nas palavras.
    Desses jogos que citou,eu só joguei o Silent Hill 2,que inclusive lembro de debater sobre o enredo exaustivamente aqui no seu blog.
    Bom...vou tentar listar meus jogos.Não está em ordem.

    Metal Gear Solid 3
    Silent Hill 2
    Hitman Blood Money
    Max Payne 2
    God of War 2
    Grand Theft Auto:San Andreas
    The Warriors
    Mafia 2
    Resident Evil Survivor (sei que tecnicamente é fraco,mas foi o primeiro jogo de survivor horror que tive contato.)
    Bioshock
    Call of Duty 3
    Bioshock Infinite
    Silent Hill Shatered Memories
    The Punisher (primeiro TPS que joguei).
    Grand Theft Auto V
    Medal of Honor Frontline
    Tomb Raider Legend
    Mafia
    Far Cry 3
    Assassins Creed 3
    L.A Noire
    Call of Duty 2:Big Red One
    Gun
    Red Dead Redemption
    Fatal Frame 3 The Tormented
    Metal Gear Solid V
    25 To Life
    Call of Duty Black Ops
    Silent Hill Origins
    Resident Evil Outbreak
    Siren
    Prince of Persia The Two Thrones
    Killzone
    Assassins Creed IV Black Flag
    King Kong (2005)
    Tomb Raider (2013)

    Tem mais jogos,mas já está muito grande essa lista.kkkkkkkk


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem jogo do King Kong?? Rs.

      E ai sr Gabriel, espero que esteja bem. É bom vê-lo por aqui, e legal ver sua lista, riquíssima em jogos de tiro hein.

      Mas, tinha que ser só 20 jogos kkk, vou considerar só os 20 primeiros, e os demais serão "Menção Honrosa"... se bem que isso nem faz diferença pois no fim, todos são ótimos (joguei ou conheço a maioria, menos o King Kong e o 25 to Life).

      See yah... nostalgia ever... Alias, deu mó vontade de jogar Prince of Persia.

      Excluir
    2. Mds... MG3, GOW 2, CALL OF DUTY 3, GTA V, RED DEAD REDEMPTION, RESIDENT OUTBREAK, KILLZONE, BLACK FLAG... mds que delicinha.

      Excluir
  5. Pois é mano,existe sim o Jogo do King Kong,e é muito bom por sinal,eu tenho minha copia baixada pro PS2 em russo,não encontrei de outra região,mesmo sem entender nada,valeu a pena.
    25 To Life é como se fosse inspirado naqueles filmes do Martin Lawrence dos anos 2000,tiro,tráfico de drogas,mexicanos e corrupção policial,eu gostei tanto do jogo na época que memorizava todas as falas dos bonecos.kkkkkkk
    Toda vez que eu penso,eu lembro de jogos importantes na minha vida...são muitos.
    Batman Begins
    Gran Turismo 4
    Burnout 3 Takedown
    The Evil Within
    Narnia The lion,the witch and Wardrobe
    Black
    Splinter Cell Chaos Theory
    Remember Me
    Reservoir Dogs
    Tô te falando...tem muitos,e ainda falta.kkkkkkkk
    Admito que tenho andado ausente do seu blog,mas é unicamente por falta de afinidade com temáticas de jogos...mas tô acompanhando as novidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr Gabriel, estou produzindo menos também, por falta de... não sei... empolgação rs. Estou buscando por inspiração para escrever, e até tenho alguns rascunhos em processo, mas, difícil leva-los ao fim.

      Quero trazer algo que seja... interessante. Não só rechear o site com analises e criticas genéricas, to querendo tanto fazer posts com minha alma, como no passado... só que, to com tanto desapego aos jogos atualmente.

      Tem muitos, todos são lindos, mas ta falando aquele ar teórico saca, aquela coisa que me prende e faz brizar na imaginação...

      Enfim, desabafo a parte, prometo que tentarei fazer artigos relacionados a esses jogos que o sr citou. Alguns me deram boas ideias.

      Excluir
    2. Mds... GT4, Narnia, Black... mds que delicinha #2.

      Excluir
  6. Acho que o senhor está precisando de inspiração musical...pelo menos a música pra mim é como o oxigênio que eu respiro.Se não tiro um dia na semana pra escutar meus álbuns físicos,eu adoeço,sério mesmo.kkkkkkkkkkk
    Bom...vou deixar umas sugestões pra você escutar se quiser..."a música é a magia no mundo real".(autor desconhecido).

    The Kick Inside - Kate Bush
    Revolver - The Beatles
    Miles Runs The Vodoo Down - Miles Davis
    I'm a Rock - Simon & Garfunkel
    Herbie Hancock - Ken Burns Jazz (coletânea)
    Dark Side of The Moon - Pink Floyd

    Jogue Bioshock...você precisa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Música... é, é uma boa partida.

      Seguirei sua recomendação e quem sabe me inspiro.

      Obrigado sr Gabriel, o entusiasta musical rs.

      Excluir
    2. Mds... Revolver, Dark Side que delicinha 3(mas po faltou o Sgt Peppers ai kkk).

      Excluir
  7. Hahahaha,tranquilo...
    Tu é meu amigo no Facebook,depois me diz o que achou dos álbuns.
    Vou gostar de saber sua opinião.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode deixar sr Gabriel. Escutarei enquanto escrevo, e te digo.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)