ArquivoMorte

PesquisaMorte:

domingo, 26 de maio de 2019

SérieMorte: Doctor Who (David Tennant) - Parte 2

As coisas se complicam quando descobre-se que o Doctor "David" permanecerá na série por mais algumas temporadas, o que é ótimo, mas acaba com a ideia de nomear cada temporada com o nome do Doctor, daí vem o "Parte 2"...


Enfim, bora la, pra terceira temporada da nova geração, e segunda temporada do maravilhoso David.

Boa leitura.


Ao menos dessa vez acertei a regra do que demarca o final de cada temporada. De fato, temos a despedida de Companions ou a Transição de Doctors através da Regeneração. Nessa, tivemos meio que 3 casos assim, tudo na season finale, mas nenhum deles envolvia o David (o que é bom, ele se mantém por mais tempo!).

Nessa temporada, pela primeira vez fiquei chocado, ao ponto de chorar (apesar de estar numa fase onde minha sensibilidade emocional ta extrapolada) e de me aterrorizar... mesmo sendo só uma série de Ficção Científica.

Algumas das histórias pegaram pesadíssimo dessa vez, e em alguns momentos, mais parece um conto de terror, e amei isso.

Considerando que a proposta de Doctor Who é mostrar os conflitos ocasionais das viagens espaço-temporais, ver que certas reações ultrapassam o catastrófico, não é apenas cruel, é algo terrível.

Mas por outro lado, a série mantém sua dose de humor, e deixa aberto o espaço pra interpretação contínua o que é um prato cheio pra pessoas que gostam de gargalhar enquanto esquentam a cachola.

E convenhamos, oh seriezinha boa pra surpreender viu.. seja em momentos bons ou ruins, toda hora traz algo que nos deixa boquiabertos.

Alias, da até pena escrever certas coisas aqui, certos spoilers, pois a surpresa em assisti-los pela primeira vez é tão única que acho injusto transcrevê-la. Mas preciso fazê-lo, por questões memoriais... e dessa vez não posso controlar os spoilers (como se em algum momento controlei).

Nessa temporada, o foco é "Saxon", um personagem citado entre os principais eventos, e quando sua natureza é revelada, é algo realmente impactante, não só pelo significado, mas pelas consequências pra toda a série.


Muita coisa das temporadas anteriores é resgatada e retomada e, te juro que não daria pra prever. Mesmo me atendo aos mínimos detalhes, tem coisa que acaba passando batido, e em meus resumos não consigo mencionar ou dar a devida importância pra tudo. Mas por sorte, minha memória ta indo bem ultimamente então, lembrei de algumas coisas...

Por exemplo, um personagem apresentado la na primeira temporada acaba por se transformar numa peça chave da história. Alias, uma conexão improvável ocorre e cara, é impressionante como tudo acaba fazendo sentido.

O Rosto de Boe, um alienígena sábio e de orgiem antiga e desconhecida, que apareceu de canto em alguns episódios, e deixou uma mensagem profética de reencontrou na temporada anterior, retorna pra cumprir sua palavra, e ao mesmo tempo, revelar algo que vai muito além da revelação principal.

Mencionando os momentos em que ele apareceu:

Apareceu no episódio da Terra Explodindo, aquela conferência de figurões de todo o universo que é sabotada pela Cassandra, a mulher Pele... então, ele ta la de fundo, e é só uma enorme cabeça numa jarra, reverenciada como uma criatura antiga.


Ele aparece em seguida, ainda na primeira temporada, num monitor, no episodio da Estação de Noticias, aquele em que Doctor tenta salvar o progresso da humanidade que tinha sido presa numa teia de mentiras promovidas pelos noticiários. Uma das notícias, provavelmente falsa, era justamente que o Rosto de Boe estava grávido.


Ele reaparece, com mais espaço na trama, na segunda temporada, agora interagindo com o Doctor David, diretamente. Ele é encontrado doente la na Terra Secundária, uma das colônias humanas pelo espaço após o fim da Terra original. La, a profecia de que o próximo encontro traria uma mensagem importante ao viajante ocorre.


Agora, ele aparece em 4 episódios, e revela que na verdade, apareceu em mais episódios do que se imaginava, pois sua natureza original faz parte das revelações aqui.

Primeiro, o Rosto de Boe cumpre sua palavra, num encontro final antes de finalmente morrer. Ele, que era tido como uma criatura tão antiga e aparentemente imortal, chega ao seu dia final através de um sacrifício. Antes disso, ele conta ao Doctor, através de um enigma, que ainda há Senhores do Tempo por ai, através dos dizeres "You Are Not Alone".


Depois disso, Boe não aparece mais, mas sua versão original sim: Capitão Jack.


Jack, aquele que participou da batalha final na estação espacial la na primeira temporada, e morreu pra um tiro de Dalek, foi ressuscitado por Rose, usando o poder do fluxo temporal absorvido pela Tardis. Depois disso, ele some da trama.

Finalmente ele volta, como uma Companion de Doctor, aliando-se a ele nos 3 episódios finais dessa temporada, e é revelado que o que Rose fez, teve consequências sérias. Capitão Jack se tornou imortal.


Incapaz de envelhecer, incapaz de morrer, Jack ainda se tornou incapaz de viajar no tempo, nesse caso por ter danificado seu aparelho de deslocamento temporal e teletransporte. Eu contarei melhor isso depois, mas em resumo, ele buscou pelo doctor e foi parar na Terra, mas numa época antiga e ai teve que esperar. Quando finalmente o encontra, a Tardis tenta fugir dele, e ai é revelada sua imortalidade.

Acontece que por causa do que Rose fez, ele se tornou irregular no tempo, e ele ficou meio que amaldiçoado com a vida eterna, não que ele reclamasse. O mais louco é que, o tempo lhe faria mudar aos poucos e mesmo seu corpo não envelhecendo, sua aparência acaba por sofrer certas mutações e ai, após alguns milhões de anos, o Capitão Jack vira a Face de Boe.

Quando ele conta para Doctor que era chamado de "Face de Boe" como um apelido para sua beleza facial em um local chamado Boe(alguma coisa), as peças se encaixam, e tudo ganha sentido. O curioso é que o próprio Jack não notou sua semelhança com Boe, mesmo sendo um ex-patrulheiro do Tempo... e Boe sendo meio que uma lenda do tempo... enfim...

O louco é que essa nem é a grande revelação... mas falo dela depois.

Doctor Who?


David se mantém no mesmo paradigma anterior, agitado, empolgado, inteligente pra caramba e sempre arranjando soluções mirabolantes na base do improviso. Aqui, ele também passa a mostrar um lado mau do Doctor, além de lidar com a recente perda de Rose Tyler.

Mais fechado, mais recluso, mais cruel e intolerante, o lado divertido do Doctor não é o suficiente pra mascarar seu lado nefasto, e aqui isso ganha bastante destaque.

Principalmente em dois momentos terríveis: Quando ele mata Jhon Smith, e quando ele se vinga de quem o forçou a matar Jhon Smith.

Alias, Jhon Smith é o alter ego humano do Doctor. Não apenas um nome que ele assume sempre que tenta se disfarçar entre os humanos (como se apenas se apresentar por Doctor já não fosse um baita disfarce) esse acaba virando um personagem a parte quando Doctor deixa de ser um Senhor do Tempo.


É num único episódio que isso tudo ocorre, chega a ser meio atropelado até, mas o episódio mostra não apenas o surgimento de Jhon Smith, como as implicações de uma vida secundária tomada pelo Doctor.

O Doutor não assume o corpo de ninguém em suas transformações. São sempre corpos próprios e originais, mas, seu lado humano geralmente tem uma personalidade totalmente distinta de seu lado Senhor do Tempo. Tanto que isso é mostrado quando ambos se separam...

Lembra muito Kingdom Hearts e aquele complexo sistema de Nobody e Heartless. Uma vez separados, cada parte isolada desenvolve seu próprio ser e, no fim das contas, ele também é uma pessoa.

Jhon Smith, ao receber vida, se torna bem diferente de Doctor. Assombrado por memórias vistas como pura imaginação, ele se converte num professor pró-militarismo que, se apaixona por alguém da época na qual é enclausurado. Ele teria até uma vida, completa, longa, com filhos, mas tudo isso lhe é tirado pela necessidade do Doctor existir.

Isso é simplesmente cruel, mas mais que isso, o pior é o que o Doctor faz aos responsáveis... porém conto isso depois.

Martha Jones
(Freema Agyeman)


Essa é a nova companhia de Doctor, pelo menos uma das, mesmo contra a vontade dele.


Ela é uma estudante de medicina, logo, uma aspirante a Doutora, e ela da um baita suporte pra ele, mesmo a todo momento ele rejeitando-a.

Acontece que ele é pego ainda no período de "luto" por Rose, e mesmo convidando pessoas para acompanha-lo, ele acaba por se afastando mesmo sem ser intencional.


Martha nota isso, e pra piorar, ela se apaixona pelo Doctor logo no primeiro encontro. Então sua jornada é algo frustrante e ao mesmo tempo, mágico. Pois mesmo se aproximando muito e impressionando o Doctor, ela nunca consegue competir com a memória de Rose.


No fim das contas, Martha é uma companhia magnífica, mas mesmo sendo reconhecida, ela não chega a tocar os corações de Doctor.

Capitão Jack
(John Barrowman)


Depois da enorme introdução onde foquei no Capitão, meio que não tenho muito mais a mencionar sobre ele. Porém, vale dizer que ele se converte numa Companion visto que, seu nome vai pros créditos iniciais (o do ator).


Tipo, no inicio de todo episódio, o nome dos atores principais aparece, geralmente o do Doctor e o de sua companion. Antes era sempre o do Christoper e da Billie, e agora aparece o da atriz que faz a Martha, e o David (é assim que eu lembro os nomes hehe), porém, pela primeira vez nas três temporadas, 3 nomes surgem seguidos, o da Martha, do Doctor, e do Jack, partindo do momento que ele entra pra trupe.

Já tiveram passageiros pela Tardis, e o nome deles não tinha ido pros créditos iniciais, logo, uma vez la, significa que é considerado um Companion, mesmo que provisório, e não um mero passageiro. Mickey por exemplo, era só um passageiro, mesmo tendo ficado alguns episódios junto de Rose e Doctor, mas aqui, Jack praticamente nas mesas circunstâncias torna-se creditado, e olha que na verdade ele faz apenas 1 viagem na Tardis (que dura 3 episódios).

Bem, além dele ser a Face de Boe, um dia, Jack também é um ex-patrulheiro do Tempo, isso significa que ele tem liberdade pra viajar no tempo, e espaço, igual Doctor, mas sem a Tardis.

Ele conta com um tipo de Relógio de Pulso que teletransporta, e permite saltar no tempo. Mas, depois do ocorrido com Rose, além dele causar certo repúdio à Tardis, ele perdeu a capacidade de viajar no tempo por danos ao seu relógio após fazer o salto pra Terra. Com isso, ele vira meio que um defensor da Terra, e até entra pra Torchwood, mas ele busca converter a organização em algo mais positivo.


Além disso, em vários momentos ele da a entender que sua própria história na Terra e com a Patrulha do Tempo é longa, mas não da detalhes. Isso me faz pensar que algum spin-off de Doctor Who (como o próprio Torchwood) acaba por contar com a presença do Capitão Jack, ou, ele será mais importante ainda em futuros eventos (talvez uma temporada que até foque na Patrulha do Tempo, que até agora não foi explorada ou explicada).

PS.: Ele é bissexual, então toda hora da em cima de garotas, ou garotos, tanto faz pra ele. Inclusive Doctor ta na mira.

Enfim, além deles, temos mais alguns personagens interessantes mas, não sei se compensa destaca-los pois não sei de seus futuros, então o farei em seus respectivos episódios, bem como em meus comentários posteriores.

Aqui ta o resto dos spoilers então, prepare-se e boa leitura... again...

The Runaway Bride
A Noiva no Natal



Continuando de onde a temporada passada encerrou, esse episódio especial natalino mostra Donna, uma moça pra la de simpática, que foi puxada pra Tardis via teletransporte, do nada, sem motivo, e passa a tornar a vida do Doctor um inferno.


Doctor faz de tudo, primeiro pra entender como raios ela foi parar do casamento, na nave dele, e ai ele decide apenas aceitar o acaso e leva-la de volta pro casamento, o que é complicado, pois os Robôs Natalinos aparecem pra tentar sequestra-la.


Esse robôs apareceram antes, na invasão alienígena no Natal anterior, mas eles são tipo mercenários contratados e usados temporariamente pelos vilões.


Após certa correria, Doctor descobre que Donna meio que forçou seu marido a se casar, e que ambos se conheceram numa empresa de fachada da Torthwood. Posteriormente ele também descobre que Donna estava sendo envenenada com uma radiação em forma líquida, que a deixava na exata sintonia da Tardis, por isso ambas meio que se ligaram.


Inclusive, a Tardis passa a responder a ela e teletransportar pra onde ela tiver, se Doctor desejar (seria uma companion ótima!) e vice-versa. No final das contas, eles descobrem que o responsável pelo envenenamento era um alienígena antigo, último de sua espécie, em forma de Aranha Humana, que era também a imperatriz de sua raça.


Ela, aliada do esposo de Donna, fez com que Donna ficasse radioativa, para assim usa-la como um tipo de chave no centro da Terra, pra liberar seus filhos que la estavam desde a origem do planeta. Inclusive, a nave deles que foi a primeira rocha na formação da Terra... Doctor e Donna testemunham isso ao viajar pro inicio do Sistema Solar.


Só que, no final das contas, nada da certo pra ela, que apesar de conseguir perfurar o planeta até o centro, e acordar seus filhos, usando o marido de Donna mesmo pois ela consegue escapar com Doctor, o próprio Doctor usa o Rio Tamisa pra inundar totalmente o buraco na Terra e afogar toda a cria recém despertada da Imperatriz...


Depois ele assiste ela gritar enquanto seus filhotes morrem afogados... Ele tinha tentado negociar com ela, dando a chance dela poupar o planeta, que ela daria e comer pra seus filhotes... mas ela não quis e ai, ele foi malvado. Ela até foge, mas o exército ataca sua nave e ela morre no espaço.


Donna ao assistir a expressão de Doctor putaço, acaba por recusar seu convite posterior a se tornar sua companhia, e ela ainda diz que, sabe que ele precisa de alguém pra ficar de olho nele, mas que ela não ta preparada pra essa vida. Então Donna vai pra sua enorme família, chorar a perda de seu noivo traíra e se despede de Doctor.


Comentário:

Em vários momentos Doctor se segura pra falar de Rose. Ele realmente demonstra estar mal pela partida dela, e nem cita seu nome, exceto no final quando é questionado por Donna.

Smith and Jones
O Hospital na Lua



Uma jovem chamada Martha Jones está andando rumo ao seu estágio no Hospital, conversando com sua enorme família, composta por uma Mãe, um Irmão com sua namorada, uma Irmã com seus empregos, e um Pai divorciado com sua namorada. Ela ta combinando uma festa surpresa quando do nada, Doctor tropeça nela, tira a gravata, diz "Parece que sim" e vai embora.


Sem entender bulhufas, ela continua seu trajeto pro hospital, acaba esbarrando em mais uma pessoa, agora um motoqueiro todo vestido em couro e sem tirar seu capacete, que entra no Hospital, e ai ela vai pros atendimentos.


Depois de diagnosticar uma velhinha com deficiência de sal, ela e seu grupo acadêmico são levados para Jhon Smith, Doctor disfarçado, que estava internado la por problemas cardíacos.


Martha tenta diagnostica-lo, e nota o duplo batimento, sendo debochada por seu orientador e seus colegas. Mas tudo continua de boa, normal, até que não. Durante uma chuva, invertida, que só cai no Hospital, ele inteiro some da Terra, e aparece na Lua.

Todos permanecem bem, respirando, pois uma esfera invisível tinha revestido o hospital, mas, o oxigênio uma hora acabaria. Em meio ao pânico, Martha é a única que mantém uma certa calma e euforia ao ver que ta na Lua, e passa a investigar, se unindo ao outro que também estava empolgado, o Doctor.


Doctor se anima ao descobrir que Martha tava curtindo aquilo, e acaba a escolhendo como aliada naquela missão, explicando que estava la para investigar o desaparecimento de bolsas de sangue e que aquilo tudo era trabalho alienígena. É quando três naves pousam próximo ao prédio, e delas saem verdadeiros exércitos, que posteriormente se revelam um tipo de milícia espacial.


Eles isolaram o hospital na Lua, pois la era jurisdição deles, e caçavam um criminoso espacial que tinha se escondido na Terra. Quando Doctor nota isso, faz todo o possível pra se esconder, visto que ele é alienígena e caso eles o encontrassem, considerariam os humanos do hospital cúmplices e matariam todos ali, na hora.

O criminoso era difícil de identificar pois se camuflava, então a milícia passa a analisar um por um dos humanos no Hospital, enquanto o oxigênio vai se esgotando pouco a pouco, e o Doctor, acompanhado de Martha, ficam se escondendo.


No final, eles encontram o verdadeiro criminoso, que era a velhinha, a qual pra se esconder inclusive da varredura, tava sugando o sangue de humanos, o que alterava seu DNA (ela tinha dois capangas vestidos de motoqueiros que por alguma razão, não são identificados na varredura apesar de serem alienígenas). Ela só comete um erro gravíssimo ao sugar todo o sangue do Doctor pra tentar se esconder de uma segunda varredura, e ao fazê-lo, seu DNA fica alienígena novamente e ela é capturada e executada.


Porém, a Milícia deixa o corpo do Doctor caído no chão, e se não fosse por Martha o reanimando, ele provavelmente teria batido as botas (ou se Regenerado). Doctor ainda encontra energia pra caminhar com Martha nos braços, depois de desligar uma máquina de ressonância modificada que a criminosa preparou pra explodir antes de morrer.

No final, o Hospital é teletransportado de volta pra Terra, e tudo volta ao normal, quase sem baixas (exceto um humano que reagiu e foi desintegrado). Doctor vai embora e deixa Martha pra trás, mas ao anoitecer, depois que ela sai da festa, ela vê ele longe, esperando na Tardis.


Martha pergunta o que o Doctor é, e ele revela que com sua nave, pode viajar no tempo e espaço. Ela duvida dele, e pra provar, ele entra na Tardis, viaja algumas horas no passado, e retorna com a gravata tirada.


Ai ela entende o que aconteceu, que aquele Doctor que ela viu era ele, ali só pra provar, e no final, acaba aceitando o convite dele pra viajar pelo tempo e espaço, como um presente por ter ajudado ele, mas apenas em 1 viagem. Ele também promete leva-la pra casa logo, sem ninguém nem perceber.

Ai eles viajam.

Comentário:


Doctor explica que não pode inferir drasticamente no tempo, mas pode fazer "brincadeiras" como a da gravata. Coisas assim não prejudicam o fluxo.


Alias, Doctor beija Martha, pra transferir um pouco de sua saliva pra ela, assim ela distrairia os milicianos com o DNA parcialmente alienígena. Ele faz isso pra conseguir tempo, mas acaba que Martha gosta, e desperta uma paixão pelo cara.

The Shakespeare Code
As Bruxas




O melhor lugar pra levar uma estudante de medicina: A Era Medieval. O cara leva Martha pra visitar uma o século 14, onde as doenças se proliferavam facilmente e a galera vivia até os 30, no máximo (exagero?).

La, ela é levada pra conhecer Willian Shakespeare, em uma apresentação de suas famigeradas peças, no único lazer que o povão tinha.


O cara até tenta paquerar ela, e ela meio que cai na lábia dele, o qual é inclusive genial. Ele é tão inteligente, que o Papel Psíquico não funciona nele, e Doctor precisa ser parcialmente sincero com ele.


Eles meio que se misturam pois Doctor queria apresenta-lo pra Martha, e ele se encanta por ela, a qual mente dizendo ser de um reino dominado por mulheres. Rola um monte de flerte, até que mortes surgem.


Acontece que Shakespeare estava prestes a realizar uma peça jamais realizada na história, e isso era por causa de umas Bruxas que estavam se aproveitando da situação, da lábia dele, e do teatro, para invocar uma magia poderosa.


Quando Doctor descobre, ele menciona que a existência das Bruxas é real, e que a "Magia" delas é um tipo de ciência, mágica, mas alienígena. De fato, as bruxas usavam um tipo de Voodoo, e também encantos por palavras e frases. Prato cheio para Shakespeare que era mestre em usar palavras.

Elas manipulam toda a situação para invocar uma magia poderosa que traria suas irmãs de volta, e dominariam o mundo, tudo através da peça, sem que ninguém notasse. Mas no final, mesmo o ritual dando certo e o portal das bruxas se abrindo, Doctor, Shakespeare e Martha revertem, usando justamente o poder das palavras.


Através de mero improviso, eles bolam um contra-feitiço que acaba com a harmonia do feitiço delas, e no final eles ainda mandam um "Expeliarmus", que faz todas as bruxas serem presas, inclusive as 3 bruxas iniciais, que vão pra bola de cristal delas, confiscada pelo Doctor em seguida.

O povão que assistiu tudo considerou aquilo parte do entretenimento e ninguém pirou, porém, os papeis da peça se perderam (consolidando a lenda da peça perdida de Shakespeare), e só quem assistiu poderia lembrar.

No final, ao se despedir, Shakespeare toma um fora por ter mau hálito, e depois, ele revela saber que Doctor e Martha eram viajantes do tempo, e nem esboça espanto. O cara era genial.


Ah, é, a Rainha da Inglaterra vai assistir a peça de Shakespeare, a primeira Rainha, e ao olhar pro Doctor, ela pede pra cortarem a cabeça de seu maior inimigo! Daí o Doctor, sem entender (ele queria até cumprimenta-la) é forçado a fugir com Martha pra Tardis.


Comentário:


Há referências a Harry Potter, e até meio que um spoiler involuntário. Tipo, Doctor menciona pra Martha, quando ela brinca dizendo que as bruxas seriam tipo as de Harry Potter, que ele leu o último livro e chorou com o final, numa época que o livro ainda não tinha saído. É justamente por causa desse dialogo que Martha diz "Expeliarmus" no final, como uma palavra pra terminar as rimas de Shakespeare, e todos gritam essa mesma palavra, mesmo sem entender seu significado.


Acontece que essa é a magia usada pra derrotar Lord Voldemord em Harry Potter, no último livro. É uma magia de defesa, mas que Harry usa por ser sua magia favorita, e ela só tem a capacidade de desarmar o inimigo. O curioso é que Voldemord morre por ser desarmado, justamente por estar lançando uma magia mortal que, ricocheteia pra ele quando a varinha é expulsa de sua mão.

Gridlock
O Trânsito em Nova Nova York




Doctor leva Martha para o futuro, já que o passado foi meio zoado, e ai ele tem a brilhante ideia de leva-la justamente pra mesma cidade e época que levou Rose: Nova Nova York, la na outra Terra.

O problema é que Tardis desvia a rota e vai parar no subúrbio da cidade, e não no local lindo de antes. La eles se deparam com alguns mercadores de drogas adesivas, uma moda que pegou pelo mundo depois que o hospital la deu ruim. Essas drogas davam humores e emoções, e até removiam os mesmos, só colando na pele.


Uma garota compra um adesivo do Esquecimento, pra esquecer sua própria família, que tinha ido em dupla para a Via Expressa. Aparentemente, só era possível ir pra esse local em trios, e ela tinha ficado pra trás, se arrependendo e lamentando a provável morte de seus pais. Ninguém que partia em carros voadores voltava, independente de ir pra Via Expressa ou não. Doctor fica bem revoltado ao ver isso, mas antes de tomar qualquer providência, um casal sequestra Martha e a leva pro carro deles.

Eles vão direto pra Via Expressa, e Doctor fica tão irritado, que ameaça fazer um arrastão depois nas loja tudo, e parte para resgatar Martha, a pé mesmo.

Então, a parte legal do episódio é essa, onde é revelado que as pessoas simplesmente vivem no Transito. Não há casas, mas sim carros, por toda parte, num trânsito infinito. Eles demoram décadas pra andar alguns quilômetros, e todos tem como objetivo alcançar a parte exterior da cidade.


O problema é que muito tempo passou e ninguém parece ter saído de la. A forma mais rápida de sair, seria pela Via Expressa, que exigia trios nos carros, o problema é que ninguém mais tentava usar essa via, pelas lendas de la. Diziam que quem tentava, morria pra uma criatura que vivia nas profundezas da estrada (a Via Expressa era o ponto mais baixo de voo).

Doctor acaba se infiltrando num carro, onde conhece toda a história, e daí, sem poder contar com a ajuda do casal que lhe da carona (um Homem Gato e uma Mulher, com vários filhos gatinhos...), ele opta por sair pulando de carro em carro até chegar na parte baixa e encontrar Martha.


Porém, no caminho, prestes a chegar na parte baixa, Doctor descobre que existe uma raça inteira de criaturas devoradoras de pessoas e gazes tóxicos, vivendo ali e comendo geral que tenta descer. Ele então se prepara pra enfrenta-los, quando a Enfermeira Gata (sentido literal) que tinha sido presa alguns anos atrás, pelo esquema do hospital e os zumbis de doença, aparece com uma arma laser para tirar satisfações com ele.

Porém, ela não era má. Ela usa um teletransportador de via única nele e o leva pro exterior, na Câmara dos Poderosos, onde mostra que todo mundo ta morto. Fora da estrada, na cidade, todos tinha morrido por causa de um único Adesivo. Todos usaram um adesivo que dava "Brisa", mas ele era letal, e só descobriram depois de todo mundo usar.


Geral morreu, mas antes de tudo se lascar de vez, eles trancaram as estradas subterrâneas e, isolaram o planeta em quarentena secular. Isso fez com que o povo la na estrada fosse esquecido e vivesse na esperança de sair, mas dando voltas e voltas eternas.


Ainda assim, havia alguém tentando mantê-los vivos, e usando sua própria energia vital para dar energia pra todos os milhares que tentavam sobreviver, sem saber o que tinha realmente acontecido ao longo das décadas.

Era a Face de Boe, ali, parada, dando sua energia pela cidade, junto com a Enfermeira que lhe dava suporte, em busca de redenção pelos pecados passados.


Doctor tem a chance de falar com a Face de Boe, e consegue ajuda-la a ativar toda as portas e romper a quarentena. Mas, a Face de Boe da seus últimos suspiros por causa disso e antes de definhar, cumpre sua promeça/profecia: Ela diz que o Doctor não está sozinho. Isso depois de fazer um discurso sobre ser de uma raça única, tecnicamente, e estar em extinção. Isso da a entender que haviam outros Senhores do Tempo por ai.


Com isso, a cidade se liberta do trânsito e repovoa a cidade fantasma.




E Doctor parte com Martha, depois de explicar pra ela que sua raça já não existe mais. Ele descreve seu planeta natal, como algo belo, e como tudo foi arruinado no final, só restando ele.

Comentário:


Fiquei com pena da moça cachorro... ela tinha um designe tão fofo, e ela e as gêmeas morreram devoradas pros caranguejos da poluição...


Outra coisa, Boe podia ter contado muio mais do que apenas "You Are Not Alone"... ele sabia muito mais... e tipo, bem, quando me toquei que Jack era ele, eu fiquei muito mais chocado por esse desfecho, pois a morte da Face de Boe, protegendo a humanidade, demonstra o quanto o cara se sacrificou por todos.


Daleks in Manhattan
Os Cabeças de Porco




Pra compensar mais essa furada que deu, o Doctor leva Martha pra visitar Nova York, agora a original mesmo, mas numa época de crise, bem quando ocorreu a queda la da bolsa de valores.

Ele apresenta a belíssima ala de refugiados bem no Central Park e ai, eles assistem as pessoas sobrevivendo a crise, na miséria, ao mesmo tempo que o Empire State Building é feito.


Mas as coisas não ficam assim de boa por muito tempo. Pessoas estavam desaparecendo, e não era pra suicídio, elas realmente estavam sumindo. Criaturas com cabeça de porco e corpo de gente estavam raptando geral, na surdina.

Paralelo a isso, o responsável pela construção do maior prédio do mundo, tava seguindo ordens de um Dalek!


Acontece que um Dalek conseguiu escapar da sucção pro vazio, usando uma saída temporal de emergência. Ele se teletransportou aleatoriamente no tempo, e foi justamente o líder dos Daleks do Culto de Skaro.

Aqueles mesmos 4 que investigavam formas diferentes de exterminar geral, estudando e analisando outras raças. Esse grupo sobreviveu e foi parar um pouco no passado.


Eles tinham feito pesquisas biológicas com seres humanos raptados e criado a raça meio porco, a qual escravizaram. Mas o objetivo era outro, um bem mais nefasto. Eles usam o homem mais leal a eles, um humano que tinha compactuado com seus planos de domínio e conquista, e o transformam em sua Cobaia Final. Eles abrem a carcaça do líder do grupo Dalek, e ele passa a absorver o corpo do humano, ainda vivo.

Enquanto isso Doctor, Martha e alguns refugiados descobrem, ao aceitar um dos muitos empregos suspeitos da equipe responsável pelo prédio, que os homens porcos estavam nos esgotos, raptando a galera para as pesquisas dos Daleks.


Eles encontram restos das pesquisas ambientais dos Daleks, além de vítimas, como uma dançarina/cantora que tinha perdido seu namorado pros esgotos. Alias, o namorado dela meio que fugiu, e só foi parcialmente afetado pela mutação.

Enfim, quando Doctor é levado junto à Martha e os outros, como possíveis cobaias novas, os Daleks aparecem, e dividem o grupo de vítimas em 2: Os menos inteligentes, e os mais inteligentes, onde os menos virariam porcos escravos, e os mais virariam parte to experimento final.


E o experimento final era nada mais, nada menos, que uma fusão entre humanos e Daleks.

O líder do culto desperta em um novo corpo, independente da maquinaria Dalek, ele caminha, num corpo híbrido de humano com Dalek.


E ai nasce, o Dalek Humano.

Evolution of the Daleks
Daleks Humanos




O Dalek Humano não gritava, logo, não era tão assustador. Além disso ele era bem mais racional que os demais. Tanto, que seus servos acabam estranhando ele.

Daleks são leais e obedecem a hierarquia cega e absolutamente. No caso, independente do líder ter virado um mutante, eles seguiam suas ordens, mesmo as vezes demonstrando dúvida.


Aos poucos a nova raça Dalek acaba por simpatizar com o Doctor e seus ideais, e explica todos os seus planos pra ele. Os Daleks queriam evoluir, pois só assim deixariam de morrer em catastróficas tentativas de conquista.


Pra isso eles mataram várias pessoas, e as colocaram como recipientes para a nova raça. No caso, os Daleks tinham tentado criar novos a partir da carne humana, mas não deu certo, então eles decidiram unir as duas espécies, sendo o corpo humano, com a mente Dalek.

No fim, o primeiro tinha sido bem sucedido e ele agora implorava para Doctor ajuda-lo. Literalmente, ele diz para Doctor que agora que abriu seus olhos, apenas quer restaurar sua espécie, e ainda por cima, ele convence Doctor, que vê no novo Dalek um ar pacífico. O Dalek Hibrido fica sentido depois que um de seus seguidores mata a sangue frio um humano que tenta dialogar com eles, e ai, ele cancela o ataque pra pedir ajuda ao Doctor, inclusive faz os outros Daleks não matarem o Doctor.


Doctor ajuda os Daleks (bizarro isso) em seus planos de usar Energia Elétrica, puxada de uma tempestade, através da ponta do arranha-céu que construíram, junto com Placas de um deles, para assim transferir DNA Dalek pra todos os corpos previamente preparados, e ai, dar vida aos Daleks Humanos.


Claro que da tudo errado, pois os outros 3 Daleks decidem que o líder foi corrompido, e se voltam contra ele, quebrando seus próprios protocolos. Eles sabotam a máquina para que 100% de DNA Dalek fosse conduzido às cobaias e elas despertassem com mente totalmente Dalek... é meio estranho... mas é isso que ocorre.


O líder tenta defender seus planos e provar suas intenções, e é humilhado defendendo Doctor! Isso meio que desperta a ira do Doutor que tenta destruir a máquina, foge deles, e vai até o topo do Empire State Building. Só que ele perde sua Chave de Fenda Sônica antes de tirar as placas a tempo, e tudo que pode fazer é se segurar na antena, recebendo a carga elétrica.


Paralelo a isso Martha e alguns humanos, além de um dos Porcos (o único que tinha mantido a mente) lutam contra outros Porcos, e usam a própria tempestade elétrica pra mata-los, conduzindo a eletricidade via tubos.

Mas, independente do que Doctor faz (posteriormente Martha consegue reanima-lo, e ainda lhe devolve a Chave de Fenda Sônica que ela encontra alguns andares a baixo.) os humanos cobaias despertam, e respondem aos Daleks, agindo como Daleks.


Só que, no meio de um ataque e preparação pra guerra, enquanto um dos Daleks se coloca como líder e estrategista, os outros dois voam junto ao exército de híbridos e acabam indo ao encontro de doctor, que os atrai para por seu último plano em prática. Em um discurso, ele convence os híbridos que os Daleks que os lideram são errados, e eles se voltam contra, justamente por terem parte Senhor do Tempo em seu atual DNA (por causa da tempestade). Além disso, os Daleks executam o mestre deles (que tinha sido tratado como um cachorrinho e se sacrifica pelo Doctor).


Ai rola confronto, os dois Daleks são mortos pelos híbridos, mas ai o último Dalek ativa morte súbita em todas as suas crias. Todos os híbridos morrem, e ele recusa conversar com o Doctor, teletransportando no tempo emergencialmente, uma vez mais.


Antes de ir embora, o último porco humano entra em colapso, pois eles eram descartáveis e viviam pouco. Doctor se recusa a deixar mais alguma morte ocorrer, e salva ele, pra ele poder viver com sua amada (a dançarina) mesmo em sua condição anormal (ele continua sendo meio porco).


Mas tudo fica bem, pois ele se refugia com os outros humanos que estavam em crise, e ai, Doctor parte com Martha.

The Lazarus Experiment
O Homem Rejuvenescido



Doctor leva Martha pra casa, conforme prometido.


Mas durante a despedida, ele escuta na televisão que um humano chamado Lazarus irá "mudar o conceito de humanidade". Assim, ele decide ficar la e investigar.


Doctor e Martha se infiltram na festa de apresentação da invenção de Lazarus, e até é fácil pois a irmã de Martha trabalhava pro cara. Ai, eles descobrem que ele tinha criado uma máquina de rejuvenescimento.


Tudo quase explode durante a apresentação, e se não fosse o Doctor ajudando com sua chave de fenda, nada teria dado certo, e ai, o Lazarus, que era um velhinho, volta a juventude.


Mas na real o cara tava com o DNA comprometido... 


E de tempos em tempos se transforma num tipo de escorpião gigante que devora carne humana. 

Ele acaba com a festa, depois de causar algumas mortes, e ai no final, Doctor vence ele.


Na rela ele primeiro falha, ao reverter a polaridade da máquina, o bicho quase morre mas acorda pouco tempo depois.

Ai ele vence a criatura definitivamente, em uma igreja, fazendo ele despencar de uma altura mortal. Ele é confirmado como morto pois retorna a sua forma velhinha.


Esse episódio é meio bobo, mas um destaque nele fica para o momento que a mãe de Martha conhece o Doctor, e não gosta dele, durante a festa.


Posteriormente, um capanga de Saxon aparece pra ela e diz para não confiar no Doctor, pois ele levaria Martha à morte, e partindo daí, a mãe de Martha conspira contra o Doctor.

Após essa jornada, Doctor convida Martha para mais algumas viagens, e ela recusa, inicialmente, por não querer ser só uma passageira. Ele então a convida pra ser sua Companion... com direito a chave e celular multi-temporal. Ela aceita na hora, e eles viajam.

Comentário:

Esse episódio é pra testar as maquiagens de envelhecimento, e elas ficam muito boas kkk.

42
Minutos pra Fugir



Só que eles vão direto pra uma nave no meio do espaço, seguindo um sinal de socorro.




A nave, tava indo direto pro Sol, onde queimaria, em 42 minutos. Pra variar, Doctor estaciona a Tardis numa ala que é posteriormente trancada por causa da temperatura elevada, e acaba sendo forçado a lutar pra ajudar os tripulantes a salvar a nave.


Ela tinha sido sabotada entretanto, por alguém de dentro, e por pouco achei que o Tinhoso voltaria, mas na real, era o próprio Sol, possuindo alguns tripulantes que olhavam diretamente pra ele, e fazendo eles queimarem os demais.


Acontece que o Sol era vivo, e eles tinham roubado parte dele pra usar como energia, e ele queria se vingar de todos, consumindo-os.

Em uma parte do episódio, Martha acaba sendo ejetada da nave, junto com um dos tripulantes, e quase queima no Sol, antes do tempo previsto, mas Doctor consegue salva-la, desesperado, e acaba sendo infectado pelo Sol. Doctor meio que vira um vilão, mas se segura pra não andar por ai queimando geral.


No fim, eles salvam a nave, jogando o que foi roubado do Sol de volta pro Sol (era bem simples). Eles também arrumam os motores depois de passar por uma série de puzzles que trancavam as portas.

Comentário:


Esse episódio mostra um pouco da mãe de Martha trabalhando com os agentes de Saxon, contra Doctor. Ela liga pra mãe algumas vezes, usando aquele aparelho modificado do Doctor, tanto para pedir dicas pros puzzles da nave, quanto pra dizer que a amava (quando acha que vai queimar no Sol).


Human Nature
Jhon Smith




Esse episódio mostra Martha e Doctor fugindo de algo pra dentro da Tardis, e no meio da urgência, Doctor pega um relógio, entrega pra Martha, e diz pra ela cuidar dele, em seguida, todos são mostrados no passado da Terra, vivendo com ose nada tivesse acontecido, inclusive, como se Doctor nunca tivesse existido.



Jhon Smith era um professor, Martha era sua empregada, e eles viviam numa escola.




O episódio inteiro mostra Jhon vivendo, enquanto todos agem naturalmente. Ele chega a citar suas aventuras como Doctor, sendo ele um personagem fictício que surge em seus sonhos. 


Ele até escreve (e desenha) num livro, o qual oferece pra uma enfermeira que trabalha na escola, por quem inclusive desenvolve um romance.


No fim, uma raça alienígena chega na Terra e busca por algo, possuindo algumas das pessoas e invocando Espantalhos Vivos.


Paralelo a isso, é revelado que a essência de Doctor está no Relógio que ele pediu pra Martha proteger, e que Martha lembra de tudo, mas tinha a missão de manter doctor escondido.

Acontece que Doctor usou uma máquina pra remover sua essência de Senhor do Tempo, e transferi-la para o relógio, só pra ele não ser encontrado pela raça alienígena que os perseguiam.


Eles se esconderam num passado aleatório, onde uma vida para Jhon Smith se iniciou, e eles precisavam permanecer ali, escondidos, por pelo menos 3 meses.

Depois disso, o Relógio deveria ser aberto pra Doctor voltar a ser o Doctor, e ai eles iriam embora. Martha ficou co ma responsabilidade de por 3 meses, manter a Tardis escondida, e monitorar Doctor, com disfarce próprio. Ela consegue se aproximar muito dele, como uma empregada mesmo, mas é constantemente menosprezada e destratada por ele, devido sua posição, além de rolar preconceito... ela sofre...


Mas o que importa é que, perto do fim, a raça da qual eles fugiam (que tinha roubado uma máquina do tempo da Patrulha do Tempo) acaba encontrando eles, na sorte.


Alias, um garoto encontra o relógio do Doctor, que acaba lhe dando visões do futuro, pois ele tinha tendência sensitiva. Isso faz com que ele roube o relógio e mantenha ele escondido, e quando Martha percebe que a raça alienígena os encontrou, e tenta despertar Doctor pra enfrenta-los, tudo falha pois o relógio sumiu.

The Family of Blood
O Retorno do Time Lord




Sempre que o garoto mexia no relógio, a essência do Doctor era percebida pela raça alienígena e cada vez mais eles se tornavam agressivos, atacando e possuindo pessoas por ai. Eles eram 4 membros de uma família, e eles tomam a forma de 4 pessoas da Terra, um senhor de idade, um jovem estudante, uma empregada (que era amiga da Martha nessa época) e uma criança, uma menininha. Eles só pegam os corpos, mas as pessoas (e suas famílias) tinha sido mortas.


Então eles caçam Doctor, e é uma confusão. Chega uma parte em que eles e os Espantalhos Animados formam um exército, contra as crianças da Escola.

Tipo, nessa época, todos se preparavam para guerra (que alias, no ano seguinte ocorreria) e as crianças eram treinadas a atirar na escola mesmo. Smith era inclusive a favor desses ensinos, apesar de sua amada não ser.


Bem, depois de irem pra uma festa onde os alienígenas descobrem que Smith é Doctor, mas sem a essência, começam as matanças e as confusões, até uma pequena guerra na escola com as crianças metendo bala nos espantalhos... mas ai a Família de Sangue (como eles se chamavam) botam a versão criança na frente e fazem todos baixarem as armas, o que facilita a invasão.


No final, eles acabam voltando pra nave e atacam toda a cidade, enquanto Smith fica apavorado com seu destino. Já ciente de sua natureza, ele se recusa a voltar a ser Doctor, por medo de quem ele era, e por medo de perder sua amada. Ele chega a chorar, se desesperar, e pra variar, o menino aparece com o relógio que ele manteve escondido o tempo todo, dizendo que tinha chegado a hora de entrega-lo ao Doctor (o relógio falava com ele).


É bem triste essa parte, pois Smith pergunta pra sua amada o que fazer, e ela diz que também não queria que ele fosse embora mas eles precisavam do Doctor. É quando ambos tocam no relógio ao mesmo tempo e ele mostra o futuro que eles teriam, com filhos e felicidade, e até um leito de morte, com ele velhinho...


Isso só torna tudo ainda mais difícil, mas ai, Smith aceita seu destino, pega o relógio e vai até a nave da Família de Sangue.


Ele entrega o relógio, todo atrapalhado e com medo, mas ai, o relógio tava vazio. A essência tinha sido devolvida pra ele, e Doctor retornado (ele tava fingindo ser o Smith pra desligar os aparelhos da nave).


A nave explode, a família de Sangue fica sob seus pés, e eles passam a narrar a história.


Tipo, eles queriam Doctor pra roubar justamente sua essência de Senhor do Tempo, e assim alongarem suas vidas. A Família de Sangue tinha vida curta, e eles roubaram a máquina do tempo com o intuito de viver mais. Eles caçam o Doctor, e ele percebe que seria impossível fugir sem causar mortes, então ele se esconde, mas não só por ele, ele se esconde pra poupar a família de Sangue.

Em 3 meses eles morreriam naturalmente, mas, eles acabaram irritando ele, e depois de toda a morte que causaram, Doctor decide castiga-los.

Ele da imortalidade pra cada um, mas também os prende em armadilhas terríveis. Um fica acorrentado pra sempre, outra fica no meio de uma estrela, outra fica presa no mundo dos espelhos, e o último é paralisado e transformado num espantalho.


É bem cruel isso.


Bem, no fim, Doctor agradece por Martha ter ficado ao seu lado esse tempo todo, tenta convidar a amada de Smith a viajar com ele, que nega, dizendo que Doctor é um monstro, e ai eles partem.

Comentário:

Depois disso tudo, eles visitam o garoto que guardou o relógio, pra quem inclusive Doctor da o relógio depois de vazio, e ele ta velho, e se lembra deles. O garoto lutou na guerra do ano seguinte, e sobreviveu graças as visões que teve do futuro.


Blink
Anjos Lamentadores




Nesse, a história foca em outro personagem sem ser Doctor ou Martha. Uma moça chamada Sally Sparrow que gosta de invadir casas antigas, encontra um recado numa parede pra ela, feito por Doctor, dizendo para ela tomar cuidado com os Anjos Lamentadores.


Ela acha bizarro isso, e leva uma amiga pra ver a mensagem, que era bem antiga. Daí ela nota que tinham estátuas de Anjo com o rosto tampado com as mãos por toda a casa. Ai, uma entrega nominal chega pra Sally na casa, e enquanto ela vai receber, estranhando a situação (afinal nem era a casa dela) a amiga fica pra trás, e é atacada, pelas costas, por uma das estátuas de anjo.


Ao atender o cara que faz a entrega, ele informa que a pessoa que o enviou é sua avó, já falecida a 20 anos, que pediu pra ele entregar uma caixa com cartas e fotos pra essa moça, naquele horário, e naquele local.

Acontece que a avó dele, era a amiga dela, que tinha vivido no passado, depois de ter sido atacada pelo anjo lamentador.


E é, as estátuas podiam teletransportar pessoas ao passado, e Sally fica mó confusa até se tocar disso. Mas, ela acaba encontrando em uma das estátuas uma chave pendurada, a qual ela pega antes de fugir de medo.


Só que as estátuas passam a segui-la. Em toda parte que ela vai, tem uma estátua lamentando no fundo. Ela tenta ir à polícia pra ver se consegue ajuda pra descobrir o que ta havendo, e paralelo a isso, ela tem contato com alguns televisores que mostram Doctor e até Martha, falando frases aleatórias.


Bem, ela conhece um policial, que da em cima dela, e mostra o carro de todo mundo que sumiu la naquela casa abandonada. Dentre os carros eles também tinham encontrado a Tardis, logo, Doctor e Martha tinham sido pegos pelos anjos.


A moça demora um pouco pra perceber que a chave que ela carregava era da Tardis, que os policiais não conseguiam abrir, mas quando ela volta, o policial que deu em cima dela também tinha sido capturado pelos anjos, e a Tardis tinha sumido junto.


Por sorte, ele tinha sido mandado pra mesma época que Doctor e Martha, que explicam que aqueles anjos eram criaturas de tempo, que mandavam as pessoas pro passado, pra se alimentar do tempo que elas teriam em vida, enquanto elas morriam em outra época, vivendo normalmente... era o crime perfeito.


Doctor da uma tarefa pro policial, que seria mandar uma mensagem pra Sally que seria a única capaz de salva-los. Doctor tinha gravado mensagens escondidas em 17 DVDs, e deixado eles pra Sally interagir. Ele seguiu um roteiro, onde conversava com ela através do tempo, respondia suas dúvidas e pra variar, dizia como salva-lo e salvar a si mesma. O cara de fato entrega, mas de forma natural, vivendo todos os dias de sua vida até chegar no dia que a encontraria, em seu leito de morte, depois de gerenciar uma empresa de DVD.


Coincidentemente, o irmão da amiga dela, era vendedor de DVDs, e tinha notado as mensagens escondidas, e criado um grupo na internet que tentava entender. Ele anotou cada uma das falas do cara na mensagem, e organizou em um roteiro, o qual ele preenche com as respostas da moça quando ele e ela vão pra mansão abandonada dos Anjos, pra assistir em um DVD Portátil e assim, interpretar as mensagens.


Doctor estava seguindo um roteiro, respondendo as perguntas exatas no tempo exato da moça, quase como se tivesse falando com ela diretamente, mas era apenas uma gravação. É bem louco, mas no fim ele só queria dizer pra ela NÃO PISCAR.


Os anjos não podiam atacar se fossem vistos, e só podiam se mover quando ninguém olhava. Ela precisava entrar na Tardis, só isso, que a mesma acabaria ativando um protocolo de segurança pra resgatar Doctor em seu tempo.

Ela então vai até a Tardis, que tinha sido levada pelos Anjos de volta pra mansão. La ela passa no meio dos anjos, todos preparados pra atacar, e entra na Tardis junto com o irmão da amiga dela.


Dentro da nave, o protocolo se ativa, e Tardis viaja no tempo, mas, ela deixa os jovens pra trás! Só que, isso era uma armadilha. Os anjos que cercavam a nave, tentam atacar os jovens e no processo, olham um pro outro. Isso trava eles no tempo, pois eles não podiam se mover quando alguém olhava pra eles, e eles também contavam.


4 Anjos olhando um pro outro, travados pra sempre no tempo, ou até alguém movê-los.




Então, no fim, a moça tenta entender o que aconteceu em sua vida, como o Doctor a escolheu e etc. Ela monta um dossiê com tudo que conseguiu até então, incluindo o texto do diálogo na TV, e por pura sorte, vê o Doctor e Martha correndo na cidade.


Eles estavam em outra missão, nada a ver com os anjos, mas estavam indo pra Tardis. Sally chama pelo Doctor, que estranha ter sido reconhecido, e ai ela percebe que ela mesma foi quem entregou a papelada e informes para o Doctor. Ele tinha sido precavido sobre a ocorrência futura, nessa viagem, e ai ela o entrega os papeis, se apresenta, e despede.




Doctor não entende bem mas tinha acabado de conhecer uma pessoa que o salvaria no futuro... ou passado... ou... ah mano...

Utopia
O Fim do Universo




Doctor leva a Tardis pra recarregar la naquela fenda tempo-dimensional (a mesma dos fantasmas de gás). Martha até cita os eventos que tiveram no passado, falando de Doctor ter sido responsável (a invasão dos Slithens).


Aí, depois de recarregado, eles preparam pra viajar, e aparece Capitão Jack correndo feito louco, que se pendura na Tardis. Doctor percebe ele, e faz questão de tentar fugir junto, ignorando ele (ele de fato tava evitando o Jack).


A máquina viaja para o Fim do Universo, tentando jogar o Capitão Jack no vórtex temporal, mas acaba que não da certo.


É a primeira vez de Doctor no fim do universo também, e ao sair pra explorar, empolgado, ele encontra Jack que milagrosamente sobreviveu a viagem.

Eles exploram o planeta no qual estão, habitado por umas criaturas humanoides (são tipo pessoas normais, mas com dentes serrados) e sobreviventes da humanidade, guiados para Utopia.


No meio do vazio, após as estrelas se apagarem, havia um sinal que convocava quem quer que tivesse sobrevivido ao colapso do universo. Os humanos se preparavam pra viajar pra la, liderados por um velhinho gente boa chamada Yana, que tinha construído uma nave só pra eles e vivido para ver os humanos indo pra Utopia.


Com a chegada de Doctor, ele consegue ajuda pra terminar a nave, que tava cheia de falhas, e o Doctor consegue de fato ajuda-lo.


A nave é restaurada, e os humanos podem viajar... mas ai tem uns contra-tempos, a raça carnívora se infiltra e tenta sabotar o lançamento, mas Jack ajuda, revelando sua imortalidade e se expondo a uma radiação desconhecida pra ativar os motores da nave manualmente.


Todos os humanos são lançados para o que sobrou do universo, rumo a Utopia, mas Doctor, Martha, Jack e Yana, com sua parceira Chantho (que sempre fala Chan antes de iniciar uma frase e Tho quando termina) ficam pra trás.

Aí, Martha descobre que Yana tem um relógio do Tempo, como aquele que Doctor usou para virar Smith... e Yana também tinha constantes sons de tambores em sua cabeça, e um conhecimento tecnológico natural e impossível.


Quando ela conta pra Doctor, após este ter conversado com Jack via rádio sobre as viagens n otempo, os efeitos de Rose junto à Tardis que lhe deram a imortalidade, e o fato de tê-lo deixado pra trás por preconceito, Yana tem relances e acaba sentindo algo no Relógio.

É ai que ele abre o relógio, e a Essência de Senhor do Tempo volta pra ele. Yana era um Time Lord, e pra piorar, era um Mau Time Lord. Ele era "Mestre".


Ele mata sua aliada, pega a Tardis e foge. Antes porém ele é baleado pela mesma aliada, e Doctor testemunha sua partida, tentando detê-lo.


Doctor usa a Chave de Fenda Sônica pra travar os controles da Tardis remotamente, bloqueando ela pra viajar somente entre o local atual, e o último visitado.



Mestre por outro lado, se Regenera, deixando a forma de velhinho daora, pra virar Saxon, o próprio.




Mediante a uma invasão dos comedores de carne, Doctor, Jack e Martha ficam presos no Fim do Universo, enquanto Saxon viaja para o passado (18 meses antes da época em que eles partiram).

Comentário:


Saxon, ainda em sua forma velha, tinha sob sua posse a mão de Doctor. Tipo... la na segunda temporada, quando Doctor enfrenta a raça que tenta invadir a Terra no Natal, ele perde a mão durante a luta, mas ela se regenera pois ele ainda tava em período de regeneração.


De alguma forma, o velhinho conseguiu por suas mãos na mão de Doctor (mesmo ele estando preso no fim do universo, em um planeta que não é a Terra pois a Terra não existe mais a tempos).

Creio que isso possa ter significado no futuro... alias, a mão de Doctor é usada pra assimilar seu DNA numa arma contra ele posteriormente, e bem no fim, ela fica com ele na Tardis então, muito provavelmente isso terá algum impacto.

É preciso explicar como ela foi parar no Fim do Universo.

The Sound of Drums
Saxon




Só que Doctor pensa rápido, usa a Chave de Fenda Sônica pra arrumar a Máquina do Tempo Portátil do Capitão Jack e eles viajam para o mesmo passado.


Doctor ajusta para o tempo exato de onde saíram, mas Saxon tinha se aproveitado de uma falha pra viajar 18 meses antes, onde bolou todo um plano pra acabar com Doctor.

Saxon se converteu no primeiro ministro, recém eleito (esse cargo é logo abaixo da Rainha da Inglaterra, e na real, comanda o país de verdade), e amado por todos no mundo. Ele criou a Rede Arcanjo, que afetou a todos no planeta, e ainda por cima se casou com uma humana, sua própria Companion, que ele fez ser totalmente leal a ele.


Ele ainda revela publicamente que uma raça alienígena se misturaria aos humanos, raça essa que era gente boa. Alias, Saxon é bem legal, aparentemente, todo extrovertido, mas um tanto quanto cruel.


Bem, depois do anúncio, e de mostrar pra Doctor que ele sabe de tudo e ta preparado pra tudo, inclusive o monitorando via satélite, ele começa uma caçada. Eles até tentam conversar mas Mestre fica louco.


A família de Martha inteira (menos o irmão que tinha viajado pra bem longe) são sequestrados por Saxon, inclusive a mãe dela, que tinha sido enganada pra ajuda-lo a encontrar Doctor.

Ai Doctor bola um dispositivo de camuflagem, usando 3 chaves de Tardis que ele compartilha com Jack e Martha, e então, ele tenta descobrir e atrapalhar os planos de Saxon, mas tudo da errado.


Saxon cria uma reunião com o Presidente dos EUA, e mais alguns representantes do planeta, e numa estação voadora, ele executa o presidente, após anunciar o domínio do mundo pela nova raça que simplesmente teletransporta pelo planeta inteiro.


Pra variar, Tardis é encontrada por Doctor, mas estava vandalizada, modificada, e transformada uma Máquina Paradoxal.


Saxon então abre uma brecha no tempo e espaço e invoca milhões da raça que ele se aliou, para atacarem e executarem quantos humanos ele quisesse, e ai, Saxon domina o mundo.


Ele também usa sua Chave de Fenda Laser, modificada com as pesquisas de Lazarus, pra envelhecer o corpo de Doctor e torna-lo vulnerável. Assim, ele toma as rédeas da situação.


Mas, antes de tudo acabar, em meio a todo o massacre, Martha recebe uma mensagem particular de Doctor, chora, e usa o aparelho do tempo do Jack pra teletransportar pra longe da nave e assistir o massacre na Terra.


Comentário:


Bem, Saxon era louco, apesar de muito legal. Ele tinha ficado assim durante o teste pra virar um Senhor do Tempo, ainda em sua infância, onde assumiu o nome "Mestre". Todos do planeta natal faziam isso, que era basicamente encarar o Fluxo do Tempo pelo máximo de tempo possível. Tinham 3 desfechos possíveis para os iniciados, onde uns morriam de medo, outros fugiam, e outros simplesmente piravam, o que era bem raro já que ninguém aguentava encarar o Fluxo do Tempo por muito tempo.


Mestre foi um dos que pirou, olhando diretamente pelo máximo de tempo possível (provavelmente ele foi tirado). Ele ficou doido, com tambores tocando em sua cabeça pelo restante da sua vida... e tudo o que ele desejava era a Guerra.


Quando ocorreu a Guerra do Tempo, Mestre fugiu, e foi parar no Fim do Universo, onde usou o truque de se tornar humano pra se esconder dos demais. Aí, quando Doctor reapareceu, ele se despertou, e voltou à loucura.

Last of the Time Lords
Sozinho Novamente




Um ano depois, Martha ainda ta viva, salva pela Chave da Tardis que a camufla das criaturas que tomaram o planeta inteiro, e massacraram boa parte da humanidade.


Ela viajou pelo mundo todo, a pé, em uma busca por algo que Doctor a pediu. Ela entrou em contato com pessoas do mundo inteiro, e virou uma lenda, como a única sobrevivente certa do massacre.

Martha então encontra um cara com quem se alia pra buscar um último componente, de uma suposta arma para matar Saxon. Essa arma, teria 4 elementos especiais, e ela já tinha conseguido 3. 



Ela então é levada pra uma doutora pra quem informa suas descobertas e missão.


Eles dissecam um dos robôs alienígenas que dominaram o mundo, e descobrem que na verdade, eles são humanos, os mesmos humanos que eles salvaram la no Fim do Universo e enviaram pra Utopia. Eles tinham se convertido nessas criaturas, pra sobreviver, e Saxon os buscou e convenceu a voltarem la pro passado com ele, e assim, viverem novamente. Tudo isso garantido graças a Máquina Paradoxal.


Só que a doutora era meio que uma traidora, e entrega os planos para Saxon.




Paralelo a isso, Doctor tenta derrubar Saxon, junto com a família Jones que tinha sido mantida viva, mas escravizada e constantemente humilhada. Jack também ajuda, mas ele tinha sido enjaulado devido sua imortalidade, e mesmo se libertando, acaba que tudo da errado.


Doctor é descoberto a tempo, e mesmo tentando usar a Chave de Fenda Laser contra Saxon (que ele consegue pegar) ela tinha sido modificada pra responder apenas ao Saxon, então ele é derrotado. Em seguida, Doctor é mais uma fez atingido pelo raio de Lazarus e vira uma criatura minúscula e bem mais fraca, velha, e incapaz de se regenerar.



Saxon transmite isso via rede internacional, só pra informar Martha que sua esperança não existia mais.




Só que ela se mantém na missão, e encontra mais um grupo de humanos pra quem conta sua história. Ela conta não sobre si, mas sobre Doctor, e como ele salvou a todos inúmeras vezes, e poderia salva-los novamente. Ela faz os humanos confiarem no Doctor, e da uma missão pra eles.


Ai, Saxon aparece, em pessoa, informado pela traidora, e vai la capturar e executar Martha. Ela mesma se entrega, pra salvar os humanos que estavam escondidos, e antes de ser executada, seu aliado se sacrifica por ela.


Assim, Saxon decide usa-la pra quebrar a esperança humana, e também torturar mais um pouco Doctor, e leva ela pra sua nave, pra mata-la na frente de todos.


Só que ai ele comete um baita erro. Ao transmitir Martha via rede internacional, ela ativa o plano final de Doctor. Usando uma única palavra, ela daria poder a ele e assim, faria ele se levantar.


Acontece que todos no mundo tinham curtido Saxon por causa de uma Rede de Celular que hipnotizava, secretamente, a todos, com batidas. Essa rede serviu para elegê-lo, mas ao mesmo tempo, tomou conta de todo o planeta. Ela se manteve ativa por todo esse tempo... até que...

Doctor usa a rede pra se conectar a todas as pessoas que a utilizavam, assim como Saxon. No instante em que todos dizem a mesma palavra, várias e várias vezes, Doctor absorve isso. No caso, a palavra era "Doctor", justamente para invoca-lo e dar-lhe forças pra lutar, tipo uma Gen-ki-dama.


Isso funciona, Doctor recupera sua forma jovem, e ainda fica envolto de energia da Rede Arcanjo. Assim, ele enfrenta e derrota Saxon, que nem mesmo consegue atingi-lo com a Chave de Fenda Laser.

Paralelo a isso. Jack destrói a máquina Paradoxal, entrando na Tardis e atirando contra seu interior, e isso reverte todo o espaço tempo, em todo o universo, para o momento que Saxon matou o presidente do EUA.


Somente quem tava na nave dele que mantém as memórias, e assim, Doctor decide levar Saxon sob sua custódia, para a Tardis (que se restaura ao modo de fábrica).


Mas a mãe de Martha, bem como os outros Jones, queriam matar Saxon. Doctor impede isso, por ele ser o último de sua raça. Algo que não funciona por muito tempo pois, a esposa de Saxon atira contra ele, put4 da vida por tudo que ele tinha feito com ela.


Doctor fica arrasado, mas implora pra Saxon se regenerar, afinal era só um tiro. Saxon por outro lado diz que não o fará, que prefere morrer à viver preso com Doctor, e ai, ele aceita seu fim, morrendo nos braços do Doctor.


Agora, decididamente, Doctor tinha virado o último de sua raça, e ele fica bem chateado, chorando alto por causa disso.


Bem, depois desse triste fim, o mundo tinha voltado ao normal, e só o Presidente dos EUA mesmo que tinha morrido, mas a invasão nunca ocorreu.

Depois, Jack é convidado pra viajar com Doctor, mas ele decide ficar pra trás, na Terra mesmo, e protegê-la. É quando ele revela ser o Rosto de Boe (mesmo sem notar que ele é o Rosto de Boe).


Martha também decide deixar as viagens, dando um fora em Doctor e escolhendo ficar com sua família. Ela não tinha qualquer ressentimento, ela inclusive amava Doctor, mas via que ele nunca a corresponderia, então, decide deixar ele viajar solo por um tempo.


Mas ela deixa ele com o celular, e pede pra ele mantê-lo com ela pois um dia o chamaria de volta. E Doctor aceita.


Assim, Doctor se prepara pra partir, quando o Titanic atropela a Tardis e abre um buraco nela.



Ai ele fala os 3 "WHAT?!" e fim... dessa temporada.



É isso.

Agora até a próxima...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CadastroMorte

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner