CríticaMorte: Vingadores - Ultimato - O inicio do Multi-verso Marvel (Explicando o Final)

Esse texto é mais um desabafo, do que uma crítica.


Leia por sua conta e risco, pois além dos spoilers, e acredite, tem muitos, eu to falando minha opinião, e ela é beeeem zoada as vezes.

Boa leitura.

Fui com meus irmãos ao cinema (como sempre) assistir essa belezura de filme. Tava cheio de mais, e olha que dessa vez nem chegamos na última sessão.

Eu havia comprado os ingressos via internet, e foi bem mais fácil entrar na sala assim. As filas quilométricas que davam a volta na praça de alimentação, me fizeram agradecer por ter a opção de comprar via internet. Mal imaginava eu que estaria tão cheio assim, e o filme saiu foi semana passada poxa.

Mas beleza, acabamos chegando meio em cima da hora (chegamos 18:45, a sessão era as 19h) mas em tempo (graças ao Uber, agora meio que to preparado pra não me perder mais nos buzão da vida) e fomos para a sala (deu tempo até de comprar pipoca).

O ruim, é que não tinham cadeiras livres no centro, onde gostamos de ficar. O filme nem tinha começado ainda, o cinema tava semi-iluminado, e vimos 3 cadeiras livres, na primeira fileira. Pra alguém míope esse é um ótimo convite, uma pena que eu acabei de renovar meu óculos e mano, a tela tava tão perto que eu conseguia sentir o gosto das jóias do infinito.


E ai o filme começou e, tirando uma garota, que estava atualizando-se com todos os demais 22 filmes do universo Marvel atual, bem ali, naquela hora, em alto e bom som, logo atrás de mim... foi bem divertido assistir... mas... eu tenho minha própria crítica.

A crítica e os fans aclamaram Ultimato, poxa... legal! Teve um crítico que disse um monte de merd4 sobre ele, da Folha de São Paulo, um lixo... e as críticas dele foram a respeito da experiência... alias, um lixo de opinião, bem pior que a minha.


Eu gostei do filme, mesmo tendo sentado na primeira fileira e quase entrado nele kkk, e tendo uma mina chata pacas atrás e mim estragando os momentos mais impactantes. Eu vibrei com a chegada dos heróis, eu chorei com a morte, eu fiquei empolgado com as viagens, o encontro do Tony com o pai, a conversa de Thor com a mãe, a Guardiã com o Hulk, a morte de Thanos, poxa, eu gostei de muita coisa no filme, praticamente ele todo.

Agora, fiquei encucado com o fato de, por exemplo, em um esquema tão elaborado de mexer com o tempo, ninguém ter cogitado a possibilidade de usar a Joia do Tempo, por exemplo, que foi a primeira coletada, ou de simplesmente produzirem mais partículas para realizar mais viagens e assim assegurar as viagens, já que nesse caso, tempo não era problema correto? Eu fiquei espantado com o desfecho pois custei pra entender que Steve Rogers permaneceu na outra linha do tempo, vivendo e envelhecendo, e quando voltou foi através de mais uma viagem temporal, e não apenas estando ali sentado até aquele momento.

Explicando melhor:

Alterar o fluxo do tempo no universo Marvel é bem mais difícil do que o costume.

Se você muda algo no passado, aquilo não afeta sua linha do tempo, mas sim, cria uma nova.

Você não viaja pra ela também, se voltar para seu tempo original, você realmente volta pro seu tempo original, sem qualquer influencia das suas mudanças.

Basicamente, o filme fala de viagem entre realidades alternativas, e não de viagem no tempo.


Durante o filme inteiro, eles criaram vários universos paralelos pelas influencias deles, destinos diferentes que provavelmente geraram novos universos inteiros. Porém, no final, o Capitão retorna pra desfazer o que eles fizeram.

E assim, devolver o fluxo do tempo e realidades à normalidade.


Porém ele erra.

No último tempo, ele permanece, e vive uma vida longa em uma outra realidade.


Uma em que ele simplesmente nunca foi o Capitão America (depois de congelar).

Provavelmente, o universo dele sofreu tantas mudanças, que nem poderiam ser mencionadas.

Mas ai, bem velhinho, ele usou as partículas Pyn que tinha para retornar para seu próprio tempo original, depois de ter curtido sua vida longa no outro tempo.


Quando ele volta pra sua própria realidade, provavelmente é só pra se despedir de seus amigos mesmo, e ainda por cima, ele não pode voltar pra realidade na qual viveu pois, não tem mais partículas. A menos que peça mais pro homem formiga.

O filme da a entender que ele viveu, envelheceu, e sentou naquele banco enquanto a guerra ocorria, só esperando eles chegarem.

Mas não foi isso que ocorreu.

Naquele momento que eles puxam ele de volta, ele não volta, fato. Mas alguns instantes depois ele retorna por conta própria, naquele banco.

Repito, o filme deu a entender que ele permaneceu la no passado, e envelheceu, voltando para o futuro naturalmente, e ai sim, estando no banco, quando na real ele viajou no tempo depois de envelhecer, só pra voltar pro seu verdadeiro fluxo temporal e se despedir adequadamente de seus amigos.


Isso é algo que me deixou revoltado com a direção, pois eles preferiram criar uma cena do Capitão sentado no banquinho, do que fazendo ele voltar dentro do ponto de retorno (como deveria ter ocorrido independente de quantos anos ele ficou la, no outro tempo). Seria muito mais claro e lógico isso, se ele voltasse velhinho no ponto de retorno, do que do jeito que fizeram. Pois, da forma como fizeram, eles comprometeram tudo o que o filme ensinou.

Se o passado não altera o futuro, Steve não poderia ter permanecido no passado e aparecido, naturalmente, ali no banco, pois isso implicava numa alteração do tempo (ele casado com a moça simplesmente distorce a realidade e afeta principalmente o Capitão 2, pois la, ele reencontra ela e descobre que se casou com outro cara, e teve filhos).


E de fato não foi isso que houve, mas o filme pecou em informar isso, e por isso me perdeu (no final, sem muito tempo pra conseguir me envolver novamente).

Outra coisa, a ideia de retornar as joias do infinito pra suas respectivas realidades não concertará nenhuma delas, pois em todas, ocorreu influencia direta deles, e mudou pontos chave do tempo.

Eles criaram 6 realidades alternativas com essa incursão, e devolver as joias não vai:

Fazer a moça do Tempo deixar de duvidar da capacidade do Dr. Estranho. Ela confiou nele, mas ela também demonstrou espanto em ver que ele abriu mão da joia, e mesmo aceitando isso como certo, a semente da dúvida foi plantada (ela mesma diz "Ou eu posso ter cometido um erro.");


Trazer Loki de volta com o Tesseract, afinal ele escapou num momento que ele não deveria ter escapado, ainda mais com a Joia, que ele pode muito bem usar pra barganhar com Thanos;


Além disso, tirar da cabeça do Capitão que Bucky ta vivo. A revelação feita por seu Doppelganger temporal foi um pouco forte de mais, e ta muito cedo pra isso, além disso, a Hydra sabe que o Capitão sabe, imagine todas as mudanças que ocorreram em Capitão Invernal agora;


Restaurar a Viúva Negra. Não há lógica em devolver a Joia da Alma, visto que uma alma trocada não volta. Ele fará o que pra isso? Entregará na mão do Caveira Vermelha (Seu inimigo inclusive!!!!!) O que acha que surgiria desse encontro? Pense nas consequências cósmicas;


Tirar o futuro da mente da mãe do Thor. Ela é sábia, e vai levar isso em consideração. Lembre-se que ela se sacrifica pra salvar a mina dele, será que depois de vê-lo ela fará exatamente o mesmo. Considerando também que o Ether foi removido dela e atiçou todos os guardas, acha que vão estar despreparados pros Elfos Negros dessa vez? Sobre o Mjonir, no caso, o tempo em que Thor do passado ficou sem ele (porque o Thor Gordo levou) não faria muita diferença, pois justamente nesse filme retratado (Thor - Mundo Sombrio) o Mjonir fica indo e vindo o tempo todo através dos buracos espaciais que surgem por toda parte, e de qualquer forma, Steve devolveu ele.


Desfazer o fracasso de Quil, que foi impedido de roubar a Joia do Poder, atordoado e pra piorar, Thanos e Nebulosa nem existem mais em seu fluxo temporal. Aquele momento, foi o momento que Thanos adquiriu conhecimento sobre o futuro, você acha que ele vai deixar isso realmente barato? E mesmo que tenham atordoado Quil e logo em seguida o capitão volte com a joia, isso não mudaria o fato de Nebulosa ter passado informações pra sua outra versão, sem querer, no instante que pisou naquele tempo.


Desfazer o que Tony fez. Sua influência em seu próprio pai, por aquele diálogo longo que ambos tiveram, isso vai sim afetar seu próprio futuro, mesmo ele tendo se cuidado pra não revelar nada. 2 segundos de atraso fazem uma diferença catastrófica no destino, e alias, mesmo que nada mude esse futuro, Steve mudou, estando la por décadas.


Se estou errado em me revoltar com tais desconsiderações, perdão. Tudo que trata de multiuniverso me agrada estudar.

Além disso, os Irmãos Russo ousaram degradar a imagem de filmes cabeça na teoria temporal, só pra validar a lógica cinematográfica do multiverso temporal, sendo que em NENHUMA HQ essa informação existe. Não é a primeira vez que a Marvel apela pra viagem no tempo, inclusive há um grupo de heróis renegados pelo tempo (Os Exilados) que viajam muito, e em todas essas histórias, as funções matemáticas padrões são validadas e consideradas, pois são dados enfáticos



Teoria do Caos explica: Uma mudança, por menor que seja, afeta drasticamente o futuro, pois cria vertentes e variáveis imprevisíveis, mesmo que a partida seja em sumo, a mesma. Uma pequena variável altera tudo.



Isso não é meramente teoria, é comprovado! Previsões do Tempo lidam com isso o tempo inteiro. Mesmo conhecendo todos os fatores e dados, não é possível prever com exatidão o rumo ambiental, pois há muitas pequenas influências que alteram o fluxo. Mesmo sabendo de onde, como, quando e pra onde ta partindo, o curso sofre variáveis que alteram o destino.

Por exemplo: Você sabe que certos fatores irão gerar uma tempestade em determinado dia, em determinado horário. Sabe-se disso pois, você registrou todos os dados da última tempestade que teve, desde seu inicio até o fim. Ciente disso, se uma nova tempestade viesse a se formar, com exatamente os mesmos dados iniciais, seria possível imaginar que a conclusão seria equivalente, ou idêntica, correto?

Porém, a tempestade será bem diferente, poderá terminar antes do previsto, ou durar muito mais. Mesmo sem sofrer qualquer adição de fatores, mesmo que se mantenha exatamente da mesma forma inicialmente, ela será diferente, pois no fim das contas, não da pra replicar os mínimos detalhes, como a composição dos átomos, ou a quantidade de poeira levantada, ou a velocidade que os pingos de água caem no chão. Tipo, tudo, todos os pequenos fatores acabam por alterar o que antes, parecia idêntico.

Assim sendo, não é possível prever com exatidão absolutamente nada! Pois a teoria do caos é algo que vai muito além de uma simples (e muito consagrada) teoria... é um fato que rege nosso próprio tempo.

Meu irmão...

Ele ficou confuso e não percebeu.

Quando eles viajam pra outras realidades, eles encontram suas próprias versões, do jeitinho que são. Essas realidades alternativas, pela lógica do filme, não deveriam existir já que são apenas pontos no tempo diferentes. Mas na Marvel, universos paralelos são bem comuns, e uma regra básica (como visto em Homem Aranha no Aranhaverso, que alias, eu amei e não tenho qualquer crítica negativa)  é que cada realidade é diferente, drasticamente diferente. Seria aqui o ponto em que os Vingadores criaram as multirealidades? Antes disso, não existindo nenhuma? Impossível né, pois o próprio Doutor Estranho disse que as viu (as 14 milhões de possibilidades seriam realidades diferentes, certo?), então, o filme não se encaixa... ou será que não?! Será que ele apenas vislumbrou futuros mesmo, possibilidades vagas e inexistentes?


Como eu disse, meu irmão ficou confuso. Quando fui explicar que finalmente me caiu a fixa do que ocorreu com o Capitão América, ele me interrompeu dizendo que o Capitão da outra realidade é diferente. Ele começou a discutir, dizendo que com base no que as hqs mostram, esses outros universos visitados são diferentes e, não importa o que fizessem, eles seguiriam por uma linha alternativa de qualquer forma. É ai que ele passa a usar como exemplo o Homem Aranha e o Dead Pool.


Aranha Porco, Dead Pool Zumbi, ele cita as versões alternativas de ambos os heróis Marvel como exemplo pra dizer que, no filme, não faz diferença o que fizeram, pois foram outras realidades diferentes.

Ele até usou isso pra me convencer que o Thanos desse filme, é uma versão mais "ignorante" do original, visto que, de fato, ele parece bem menos genial que antes. Ainda assim, é o mesmo Thanos, sem tirar nem por, apenas com uma visão mais clara de seus próprios erros.


E sim, achei o Thanos de Ultimato (o que vira pó, não o que é decapitado) um vilão muito inferior ao de Guerra Infinita. Ele não passa emoção, nem parece ser movido por um ideal lógico. Ele, como todo vilão, parece estar ali só pra causar o caos mesmo e dane-se.

Alias, mencionando o Thanos, pensa no quanto ele foi genial em usar as Partículas Pyn para, literalmente, levar milhões para fora de seu tempo! Enquanto o Homem de Ferro não foi capaz de bolar uma estratégia tão econômica quanto essa. Esse é um put4 furo alias...


O Gavião Arqueiro viaja com a Nave dos Guardiões Encolhida, certo? Porque eles não encolheram todos dentro dela e fizeram a viagem então? Qual a necessidade de consumir uma partícula Pyn extra em tamanha escassez? Sem contar o que Natasha faz: Ela se mata, e leva junto sua Partícula!!!


Mas esses são errinhos bestas eu sei, e podem ser explicados facilmente com a urgência do momento... mas alias... que urgência? Os caras já ficaram 6 anos la, de boa, curtindo a vida arruinada... eles tem literalmente todo o tempo do mundo pra pensar, planejar e agir... toda essa correria desenfreada e mal planejada é estúpida, mas da pra aceitar como um desespero pra agarrar a oportunidade única que apareceu (mesmo ela não tendo limite de tempo algum).

Enfim, o que eu queria falar sobre Vingadores Ultimato é isso.

Talvez, esse seja o filme que tenha instaurado o Multiverso no Universo Cinematográfico Marvel. Faz sentido isso? Faz... muito até. E eu não me espantaria se na verdade a Marvel começasse a usar isso como seu pilar pra nova fase cinematográfica, ao invés da ideia de usar "o Espaço".

Sobre o filme ser bom ou ruim... ele é bom, um ótimo filme alias. Mas tem erros bem feios em sentido lógico que, como fan, eu não consigo desconsiderar.

Alias, se acha que tudo o que escrevi aqui é bobagem, saiba que a direção confirmou (descobri depois da publicação).

Veja esse vídeo, do Gustavo Cunha, que é ótimo e explica um pouco mais isso:



É isso.


Postar um comentário

20 Comentários

  1. É realmente muito agradavel ler textos seus quando vc fala até de experiencias pessoais suas(como as que vc ja teve com seus irmaos, onibus, metro e etc), isso meio que deixa o texto mais "vivo" e menos robotizado.

    Pelo que entendi por causa de uma cena(que é uma cena realmente curiosa quando vc ve pela primeira vez) isso meio que mexeu com vc. Mas isso talvez foi até proposital pra abrir pontas para as pessoas matutarem mesmo, do mesmo jeito que até o guerra infinita teve apesar de menos

    E o que vc falou das diferenças com hq ou até "filmes cabeça" vc tem que lembrar que é uma adaptação e eles não obrigados seguirem totalmente esse tipo de coisas(me faz lembrar a serie com hq do the walking dead apesar de claro ser algo bem diferente mas acho que vc entendeu onde quero chegar).

    Sei que pode ser até ser considerado um "ponto chave" que diverge muito com original ou coisa do tipo, mas como eu disse é adaptaçoes e eles podem muito bem fazer as coisas "da forma deles", com uma forma diferente até mesmo mexendo em coisas "tradicionais"(tempo e etc). Então por isso acredito que não afeta(e felizmente não afetou mesmo) nada. Afinal se tivece afetado acredito que isso teria sido mais citado.

    E essa observação que vc fez comparando com hq faz todo sentido sim Max. Mas como eu disse se só olhar como adaptação mesmo(que é o que é), da pra enxergar que apenas eles fizeram algo diferente. E que felizmente é assim que ta sendo visto.

    E obs: sobre o tony stark não ter tido a mesma ideia do thanos e etc e o furo de roteiro, me responda qual filme da marvel desde que isso tudo começou que não tem um furo de roteiro kkk, se procurar bem da pra achar em bem dizer todos, e é super normal devido a grandeza das coisas e tudo mais.

    Mas falo novamente, do jeito que vc analisou comparando com hq "filmes cabeça" e tudo mais faz todo sentido sim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado... nesse caso escrevi mais pra desabafar somente. Foi uma compílação de informações que queria por pra fora e, registrar pra todo o sempre.

      Bem, srta Bia, agradeço por sua leitura e comentário.

      Se foi proposital ou não, eu fiquei abalado ainda assim e, até entender (e olha que nem sei se entendi realmente certo) a decepção tinha se instaurado.

      De fato não há uma obrigação, e eles podem dispensar fatos físicos afinal, é uma obra totalmente fictícia e fantasiosa, ainda assim, desmerecer obras que utilizaram desse mesmo princípio, e depois fazer algo que, finge seguir um rumo próprio mas na verdade, só é mal executado mesmo, isso achei bem triste da parte dos Irmãos Russo.

      A liberdade criativa do universo cinematográfico não ta tão ruim, e na verdade, é bem interessante. Mas, era bom se tivesse mantido a fidelidade com todos os elementos do próprio filme. Eu matutei mesmo com o Capitão no fim.

      Eu fiquei espantado com o Thanos vindo de nave através do tempo, mas ainda mais espantado com a frota inteira dele vindo depois. Isso foi exagero mano.

      Enfim, vlw.

      Excluir
    2. Pelo jeito não é de hoje que vc ve algo nesse universo cine... ooo nome escroto... bem... serie de movies que a marvel vem fazendo que te deixa/deixou inconformado ou algo do tipo, mesmo gostando claro, mas ainda assim.

      Confesso que até eu no começo desde o primeiro vingadores antes mesmo de lançar eu fiquei decepcionada com algumas mudanças significativas(pra mim) como visual ou ordem de acontecimentos ou mudanças de personalidade e outras coisas que todo fan ou só conhecedor nota e até torceu o nariz.

      (E ps:só eu achei ultimato um sub titulo meio bosta? "Grandes" BRs como sempre...sempre tentando mudar alguma coisa)

      Excluir
    3. Tiveram filmes sim que eu acabei por não favoritar, e de cabeça não consigo me recordar os motivos. Porém, no geral, a Marvel fez muito bem.

      Excluir
  2. E Max... deve ter sido uma beleza alem de ter sentado na FUCKING frente da tela(kkkkkk) ainda ter uma pessoinha atras de vc se "atualizando" justamente NA HORA DO FILME sobre as coisas kkkkkkk

    (isso que da não chegar um pouco antes kkkkk)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meus irmãos saíram tarde de mais. Se eu não tivesse pedido um Uber, nem teríamos pego o inicio do filme, se é que assistiríamos.

      O cinema tava muito cheio...

      Excluir
  3. "Max e suas cronicas sobre os passeios ao cinema" daria um bom livro de cronicas kkkk da pra rir bastante, viraria best seller com certeza kklk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rs... as minhas desventuras ao cinema são sempre bem curiosas...

      Excluir
  4. O mcm (multiverso compartilhado da Marvel) é cheio de furos de enredo, e quando eu fui ao cinema, caramba, tinha salas lotadas pra VÁRIOS dias, o shopping nunca esteve tão insanamente lotado (geralmente é um deserto bem entediante). Enfim, curti a sua crítica e por favor, faça uma análise sobre o filme homem aranha no aranhaverso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei espantado, pra ser ter noção, quando sai era 10h e pouco, o Shopping tinha fechado ja, e cara, não deu pra andar! Tava ainda mais lotado do que quando chegamos, uns seguranças isolaram a praça de alimentação, o metrô que dava acesso pela garagem foi trancado mais cedo, tudo pra evitar a entrada de mais gente (e pior, tinha gente entrando ainda assim). Meu irmão chegou a dizer algo que depois eu comecei a concordar: As lojas do shopping estão agradecidas por Vingadores Ultimato.

      Bem, eu pretendia mas, como não fui ao cinema acabei perdendo o timing. Além disso, eu já havia teorizado sobre a possibilidade do Aranhaverso existir no cinema usando justamente os filmes que já existiam, e não tava tão longe disso não. Um dia, se eu vir uma brecha pra escrever, escreverei.

      Bem, vlw por curtir sr Webit.

      Excluir
  5. Cara nem sabia que ainda existiam blogs assim, estou fascinado com seu texto, cheguei por aqui por uma postagem antiga sua sobre American McGee's Alice que comprei no ps3 e queria uma análise, você manteve a mesma pegada de antes porém evoluiu muito, parabéns, já está nos meus favoritos para eu não perder nada do que você posta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem vindo sr Samuca e... mano eu fico felizão por ter achado o DM!

      Espero que outros textos também lhe agradem... alias o Alice, tanto o primeiro quanto o segundo são alguns dos meus jogos favoritos. To no aguardo do lançamento do Asylum e do Otherworld... se é que um dia sairão kkk (os produtores tão meio lentos nisso afinal, é um kickstarter) mas, torcendo pra um dia escrever sobre continuações e tipo, contar com sua leitura!

      Repito, bem vindo sr Samuca.

      See yah (e é, a ideia de blog de artigos é meio antiquada, principalmente nessa onda atual dos youtubers... mas eu sempre fui meio antiquado mesmo kkkk).

      Excluir
  6. Concordo sem tirar e nem pôr. E sim, estragaram o Thanos no Ultimato. Lembra do Thanos do Guerra Infinita, tão poderoso, temível, e ainda sim, carismático? Sinceramente, não gostei nadica de nada desse outro Thanos. Teve outras coisas que me desagradaram também, mas prefiro guardar para mim.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hei Capitã!

      Essa nova versão do Thanso foi estúpida. O carisma, fazia diferença nele. A gente enxergava um vilão, com certa razão n oque fazia, ai tipo, fazia dele mais um tipo de anti-herói do que vilão, propriamente dito. Essa nova versão só foi bem genérica... o cara agiu por vingancinha... também não curti.

      Eu gostaria de saber o que mais te desagradou (provavelmente concordaríamos)... mas se não se sente confortável compartilhando, tudo bem.

      Abraços ^^

      Excluir
  7. Filminho bem overrated hein... kkkkk. Realmente ele é daqueles que quando vc ve no cinema pela primeira vez é uau, um otimo passatenpo e tals. Mas não é a coisa mais interessante do mundo. A marvel ta sempre "atualizando" no quesito efeitos e tals, trazendo mais personagens dos quadrinhos e etc... mas vi que a formula continua na mesma principalmente depois da compra da disney que deu uma "infantilizada" a mais(Star Wars ta no mesmo barco), mas nem critico tanto isso, ja que continua fazendo seu papel de otimo entretenimento, ainda mais que sempre teve os jovens como publico alvo(ja no star wars ai foi um erro da disney, pois embora consiguiu trazer um novo publico, o fandom toxico das antigueira caiu matando, e embora eu n concordo eles tem uma certa "razao). Engraçado que com passar do tempo vc consegue ter um ponto de vista diferente do inicial.

    E o que falar do thanos... tinha tudo pra ser um vilao memoravel... virou uma piada como todos os viloes da disney no final(capitao gancho, jafar e os outros viloes classicos da disney, pode reparar que tiveram derrotas bem humilhantes), colocou no mesmo barco que tinha colocado o snoke. Se quer um culpado por ele ter ficado assim culpe a disney, pois é especialidade dela humilhar o maximo que puder os viloes(ou acha que foi coincidencia essas coisas acontecer? kk criança "ingenua").

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fato. Torcendo pra nova geração de filmes ser mais inovadora, ao menos.

      Sobre Thanos, eu lamentei seu desfecho, desde sua reformulação. Não é o mesmo do filme anterior.

      Excluir
    2. Como todo mundo vem falando, a disney ta "dominando" o mundo... mas nao quer dizer que seja algo bom!

      Excluir
    3. Sei la, tudo tem seu lado bom e seu lado ruim.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)