ArquivoMorte

PesquisaMorte:

domingo, 20 de janeiro de 2019

AnáliseMorte: Donkey Kong 64


Apesar desse jogo não fazer parte da série Country, ele se encaixa na história e traz muita, mas muita informação complementar. Fazia tempo que eu queria joga-lo, mas tinha um certo preconceito com o estilo do jogo.


Bem, aqui você conhecerá a história completa de DK64, entenderá o universo DK, e conhecerá um pouco mais da família de Primatas, e da família de Répteis.

Ooooh Banana!

Boa leitura.



Esse jogo é interessante, porém "inova" de mais com a nova plataforma (foi lançado pra n64) e por isso, não é tão agradável quanto os 3 DKs anteriores.


Nessa época a Rareware ainda tava no comando de DK, ao lado da Nintendo, mas era uma época em que o 3D multidirecional tava na moda, o sucesso de Mario 64 era grandão, então inventaram de converter os jogos de plataforma mais famosos da época pro novo modelo gráfico, e não foi diferente pros macaquinhos.


Só que, ficou bem diferente. Agora contamos com Donkey e uma trupe enorme, não apenas uma dupla, além disso as fases são dividas em setores livres pra exploração, e pra migração, ou seja, da pra ir e vir quando quiser nas "fases", sem uma ordem específica.


Claro que há delimitações, por exemplo, antes de um novo "mundo" ser revelado, o anterior precisa ter alguns requisitos atingidos, pro chefe ser enfrentado e derrotado. Esses requisitos se resumem a Bananas.


Tanto Bananas Grandes, que são a recompensa dos Bônus e tudo quanto é evento especial, quanto as Bananas Pequenas, que são usadas como chave pra acessar os chefes.


Cada fase exige um número prévio de Bananas Grandes pra ser acessada, e um número mínimo de Bananas Pequenas pra ser doado. Cada macaco tem um total de 5 Bananas Grandes por fase, e 100 bananas pequenas também.

Bananas Pequenas valem 1 unidade, Cachos valem 5 unidades, e Balões valem 10 unidades. Tudo fica bem escondido, e tudo é limitado, ou seja, só tem 100 MESMO.


Só ai nasce um grande e irritante fator replay, em que é preciso explorar com cautela a mesma região, com os 5 macacos, cada um por vez, pois não da pra controlar mais de um ao mesmo tempo, e cada um tem suas próprias bananas pra pegar, tanto que elas são coloridas pra diferenciar a quem pertencem.


Como todo DK, esse também conta com o além de 100%, porém, fazê-lo é uma chatice que não recompensa tanto assim... é melhor que no DKC1, em termos de compensação, mas é bem mais complicado.

Além das Bananas, temos as Medalhas Bananas, que são obtidas a cada 75 bananas conquistadas, por macaco. Essas medalhas não servem pra nada, além de liberar um novo poder próprio do jogo.


Temos as Moedas Banana, que são encontradas por toda parte, também com esquema de cores pra cada macaco, mas... elas só servem pra comprar habilidades periodicamente. Além de não serem contabilizadas na porcentagem do jogo, chega um momento que elas simplesmente acumulam pois não há mais uso.


Tem as Moedas Bananas Arco-íris, que são moedas especiais que valem 5 moedas bananas pra todos os macacos, quando achadas. Também não contam pra porcentagem do jogo, porém, recentemente um jogador fez até fama por ter encontrado uma no meio do mato, como se fosse um grande "mistério" mas na boa... nem faz diferença isso.


Tem também os Planos Secretos, que são itens coloridos coletados de inimigos específicos, que só podem ser recolhidos quando o macaco certo derrotar o inimigo. Esse item só serve pra ser trocado por uma Banana Grande, além de ser um pré-requisito pra terminar o jogo, encontrar todos. Cada fase tem 5, 1 pra cada macaco.

Se tudo isso não bastasse como coletáveis, tem também as Fadas Bananas, que são fadinhas que surgem em alguns pontos e precisam ser fotografadas pra serem capturadas, rendendo upgrades em alguns itens dos macaquinhos.


Tem as Coroas Douradas, que são conquistas de Batalhas contra Kremlings especiais, promovidas por King K. Rool, existentes em todas as fases (1 por fase). Elas são também necessárias pra terminar o jogo, mas não é preciso pegar todas, apenas 4.


E, além disso tudo, tem os bônus, sempre com uma forma diferente de serem alcançados ou descobertos, sempre com um desafios diferentes, sempre com uma Banana Grande como recompensa.


Tem mais, muito mais. São pequenas variações pra cada macaco, resultados de cada habilidade ou passo, coisas que tornam o jogo cada vez mais dinâmico... mas o que importa mesmo, são as Bananas.

E alias, o jogo se passa em duas ilhas, principalmente, a dos Macacos, que tem a forma de Donkey Kong...


E a dos Kremlings, que é artificial.


Além disso tem uma pá de outras ilhetas mas, falo delas depois. E não se engane pelo tamanho proporcional externo delas, por dentro são muito maiores.

Cada macaco tem características próprias, e habilidades... pra não enrolar, falarei deles, quem são e quais são seus principais poderes.

Donkey Kong



Ele recolhe as bananas e itens de cor Amarela. É o protagonista do jogo, e o mais imbecil de todos.


Aqui, todos os demais macacos foram capturados pelos Kremlings, e agora cabe ao DK resgata-lo, além de recuperar as bananas tudo que também foram roubadas.


Só que, não é difícil encontra-los, todos os outros 4 macacos são resgatados logo nas 3 primeiras fases, o que é bom pois só é preciso voltar e jogar 100% essas três fases (se quiser o 101% de jogo).

Donkey pode dar murros, pode pular, balançar em cipós voadores ou cordas, subir em árvores com tronco fino, pode também pular alto (usando Z+pulo) e cair com força, pra causar impacto no chão, ou pra acionar botões.


Ele pode carregar barris também, quando aparece algum, e como habilidades especiais ele tem o poder de ficar invulnerável, ao custo de Cristais Prateados (é, tem isso também).


Ele também tem o poder surpreendente de puxar alavancas. Pois é, isso é um "poder", e pior, ele nem é o mais forte do grupo (e isso precisa ser comprado ta).


Todos os macacos podem nadar ta, e respiram embaixo d'água... é uma loucura... mas é Donkey Kong.



Além disso, eles podem lançar Bombas de Manga, super destrutivas...



E, Donkey tem um poder especial de ser Lançado por Barris Canhões... é... que poderzão hein.



Diddy Kong




O chimpanzé que eu jurava que era irmão do gorila, também volta, agora como o primeiro resgatado. Ele tinha sido trancado numa armadilha dentro da floresta da ilha de DK mesmo.


Diddy pula muito mais alto que qualquer outro macaco, inclusive usa isso como sua habilidade especial. Ele tem um pouco mais de agilidade, é pequeno, pode rodopiar e dar golpes com a cauda, além de fazer todas as outras proezas básicas como pular, balançar e escalar (geral faz isso).


Como poder especial, ele pode usar uma Jetpack, e sair voando pra qualquer parte do mapa. É difícil de controlar mas, é o melhor poder de todos... e consome cristais prateados também.



Ele também pode carregar uma cabeçada que empurra botões e ativa alguns segredos.




Todos os macacos tem instrumentos musicais também, depois falarei melhor disso, mas o de Diddy é o mais importante pois agora ele abandonou a vida de Rapper e virou Roqueiro. Ele usa uma Guitarra, provavelmente por causa de sua mina (Dixie, que ta de férias eu acho).

Tiny Kong




Essa é a irmã mais nova de Dixie, que foi aprisionada na região Azteca da ilha dos macacos (lembra dessa região em DKC!?). Ela é bem pequena, e usa seu cabelo pra atacar.


Tiny tem como habilidade especial a capacidade de planar, igual sua irmã, só que ela gira o corpo inteiro pra isso (não só a juba).


Ela também tem o poder de encolher, e entrar em locais minúsculos, o que também consome cristais prateados. Uma vez pequena, muitas passagens e coisas interessantes podem ser descobertas, o que torna ela uma das macaquinhas mais interessantes.


Lanky Kong




Esse é um macaco com complexo de Dawsin, e um aspecto caipira, além de ser bem mais flexível que todos os outros. Ele foi aprisionado também numa armadilha na região Azteca.


Lanky é muito mais rápido que os outros, conseguindo correr com as mãos, o que permite subir em locais íngremes sem escorregar.


Ele tem até um poder especial de ficar bem mais acelerado, ao custo de cristais prateados.



Ele também pode inflar, e flutuar brevemente, em alguns locais específicos.



Seus socos e golpes se esticam acertando mais longe do que qualquer outro macaco.



Chunky Kong



Esse é o mais poderoso de todos, o irmão mais velho do bebê de DKC3.



Seu poder especial é crescer, e ele fica gigantesco e ainda mais arrasador do que já é.




Também pode carregar pedras e coisas pesadas, além de ter um pulo destruidor, muito mais que os demais (todos podem pular e cair causando dano, mas ele é bem mais forte).



Ele também tem um murro carregado que pode destruir portas, e estruturas frágeis.




Além disso, ele tem um poder estranho de ficar invisível, e perceber coisas invisíveis quando esta invisível... Nesse caso ele não consome Cristais de Prata mas, só da pra ficar assim nos interruptores certos.


Chunky é o último a ser resgatado, por padrão, encontrado na primeira fase na ilha dos Kremilings, uma fábrica de brinquedos... e é, eles tem uma fábrica de brinquedos... Provavelmente Chunky foi la seduzido pelos brinquedos (apesar de ser mais velho que seu irmão, ele ainda é bem jovem, infantil e inocente).


Cranky Kong



Cranky, o velho rabugento que vira e mexe ajuda, ou provoca os macacos, ta novamente presente, agora como aspirante a cientista. Ele cria poções que ativam as habilidades especiais dos outros primatas, mas ao invés de providenciar tudo de cara, e de graça, ele cobra, e só da uma habilidade a cada encontro nas fases.


Ele tem uma casinha projetada em todos os mundos, inclusive aqueles dentro da ilha Kremling, mas é só pra que tenha presença garantida mesma. As casas surgem do nada quando nos aproximamos, e não faz parte do enredo a existência delas, é só uma forma do "mercado" do jogo se fazer presente (pra mim, faria muito mais sentido ter de voltar pra ilha dos macacos ao invés de ter essas casas no meio das fases).

Detalhe, existem teletransportadores tá, além de barris mágicos. Os Teletransportadores uma vez acionados, levam os macacos pro local de número equivalente. Com isso no jogo, podia ter ao invés das casinhas, apenas um teletransportador mesmo... apesar de as vezes terem teletransportadores para as casinhas... é uma bagunça.


Enfim, Cranky sempre zoa os macacos antes de vender suas poções, mas ele zoa muito mais o DK. Ele parece odiar seu neto, mas é só rancoroso e rabugento mesmo, sempre se achando o melhor. Só porque um dia ele foi um grande e poderoso gorila... alias...


Existe nesse jogo, uma máquina Arcade na Fábrica de Brinquedos dos Kremlings, onde da pra jogar Donkey Kong, o clássico, no qual Cranky antagonizava em seu auge.


Pois é, tem muito disso em DK64, em que fazem questão de mostrar que o jogo, é um jogo e ponto. A inclusão do DK originai no 64, de forma obrigatória (pra concluir 101% é obrigatório vencer esse jogo 2 vezes), não ta la só como easter egg, ta la pra mostrar que DK é um jogo, e eles sabem disso (é esquisito, mas é um fato).


Alias, aproveitando o momento, vale mencionar que, ninguém nunca fala das outras fases de DK né? Sempre que mencionam o original, citam a primeira fase e pronto... mas cara são 4 fases bem diferentes e desafiadoras.


Nós contamos apenas com 1 vida e precisamos vencer (pra repetir, é uma chatice pois Donkey precisa acionar o Arcade e demora que só). todas elas pra concluir o jogo, pegar a Banana Grande, e depois pra pegar a Moeda Especial.

A primeira fase é a mais famosa, do macaco grande (Cranky) jogando barris no Mario.




A segunda fase, é uma torre em que Mario precisa chegar em Cranky, passando por esteiras que mudam de direção, subindo nas escadas que se recolhem as vezes, e evitando as Tochas vivas... alias, eu não sabia que os Foguinhos de Mario nasceram em DK.


A terceira fase é cheia de plataformas que se movem pra cima e pra baixo, e Mario não pode cair muito alto ou morre na hora. Cranky fica lançando Trampolins na tentativa de atrapalhar o progresso, e tem algumas tochas vivas também.


A última fase é o prédio final. Mario precisa pisar e destruir os pilares principais pra desmoronar tudo e derrubar Cranky, salvando assim Pauline.


Detalhe que, tudo isso é referência a King Kong, mas no filme o macaco morre, já em DK ele apenas vira um velho senil que adora implicar com seu neto burro.


Funky Kong





De aviador pra surfista, de surfista pra barqueiro, esse carinha radical medido a mecânico agora se envolveu com armas de fogo! Ele fabrica e vende várias armas para os macacos, e sim, cada um tem uma arma com munição própria.



DK tem uma escopeta de cocos.



Diddy tem duas pistolas de amendoim.



Tiny tem uma balesta miniatura de penas.



Lanky tem uma zarabatana de Bolhas Roxas... eu sei la o que é isso.



Chunky tem uma bazuca de abacaxis.




Essas armas servem pra atingir Balões (é a única forma de estoura-los) e para ativar interruptores, além de as vezes servirem pra derrotar alguns inimigos.



O próprio Funky carrega uma Bazuca também, só que de botas... é meio esquisito eu sei, e ele só usa no final.


Alias, em dada parte ele da um upgrade que faz a mira ser ampliável, como se as armas virassem snipers, pra acertar alvos distantes. Isso até faz sentido na bazuca de abacaxi e na escopeta de cocos... mas como é que Lanky usa isso???



Candy Kong





Essa macaquinha sexy e provocante é namorada do DK, e trabalha com instrumentos musicais. 


Tem quem diga que ela é pervertida e fala com duplo sentido com os macacos, insinuando coisas ao falar dos instrumentos, mas ela fala da mesma forma com sua irmã, Tiny (creio que seja a irmã mais velha dela e de Dixie, afinal as 3 tem cabelos loiros, apesar de não haver nada insinuando isso).


Candy porém conhecem muito bem seu apelo sexual e por isso, usa como arma no final do jogo.




Bem, ela provém instrumentos musicais diferentes pra cada macaco, ao custo de moedas banana, além de upgrades pras músicas.


DK usa seus famigerados Tambores de Congo.



Diddy usa uma Guitarra em forma de estrela.



Tiny usa um Saxofone.



Lanky usa um Trompete.



E Chunky usa um Triângulo (ele toca todo sério e fazendo pose).




As músicas são como ataques especiais que causam dano letal a todos os inimigos próximos. O alcance melhora conforme se compra upgrades. Além disso elas podem ser usadas em interruptores especiais para realizar efeitos aleatórios. Cada uso consome um fone de ouvido, que se restaura ao falar com Candy, ou ao encontrar nas fases.

Wrinkly Kong



Ela morreu.


Mas em DK existem fantasmas então, Wrinkly volta pra assombrar os macacos e dar conselhos sobre as fases que eles explorarão.



Cada macaco tem uma porta com sua cor, e Wrinkly surge do além dando uma grande dica.




Legal que ela faz questão de deixar claro que a última vez que esteve viva foi em DKC3, na viagem que fez pra ilha dos ursos, onde passou seus últimos dias jogando 64 e cuidando de pássaros bananas.

Pois é, a vovó Kong morreu.

Bem, além dos macacos, temos também alguns aliados, porém cara, é complicado falar deles viu. Tem personagem a rodo em DK64, então aqui vai os que eu considero mais importantes:

Fuinha Snide


Esse é o cara que recolhe os Planos Secretos. Ele também tem casinhas por todo canto, como Funky, Candy e Cranky, mas tecnicamente ele fugiu dos Kremlings.


Ele era o chefe de pesquisas e maquinários do Rei Kremling, quem faz questão de alertar os macacos sobre o plano atual do rei, em destruir a ilha deles com um canhão de energia.

Inclusive, se saímos do jogo, é considerado game-over e o rei ataca a ilha com esse canhão.




Bem, ele pede para que recolhamos os planos secretos do seu projeto, que estão sendo carregados por capangas do rei, assim, ele conseguirá criar uma contra-medida para deter o plano maligno dos Kremlings.


Por desentendimento, ele foi expulso do exército Kremling e decidiu ajudar os macaquinhos, mas sua presença no jogo é mais importante do que isso. Ele comprova que King K. Rool é um ignorante na ciência, apesar de viver cercado dela.


Acontece que King K. Rool usa tecnologia pra caramba, inclusive sua ilha é artificial e móvel, porém não é ele quem fabrica isso tudo. Ele só é um líder, um rei, ele comanda e ordena os outros a trabalharem por ele, muitas vezes menosprezando o esforço de seus servos, como fez com Snide.


Papagaio


Apesar de terem vários, pela proximidade deste com os macacos, é o mesmo papagaio que tanto os ajudou no passado. Ele retorna com a função de mensageiro, e também como guia, dando várias orientações ao longo do jogo.


Além disso, ele pode Carregar Tiny as vezes, quando ela ta reduzida apenas, pra passar por alguns pontos especiais e pegar Bananas Grandes.

Ele também chega a carregar uma lanterna e iluminar o caminho pra Diddy, como fez no passado.



Ele é bem útil.

Porco e Hipopótamo


Esses são dois animais grandões que sempre guardão os portões para os chefes. O Porco sempre é mais gordinho que o hipopótamo, por isso ele pede ajuda pra alcançar a chave do portão, através de uma balança.


É ai que entram as doações de bananas. Usando as bananas coletadas na fase, é preciso alimentar o hipopótamo até ele chegar no peso ideal pra afundar a balança e levantar o porco, pra assim ele abrir a porta.


Como são 5 tipos de bananas, tem-se até 500 bananas acumuladas e eles sempre pedem uma porcentagem menor. A última vez que aparecem, pedem 400 Bananas. Alias, eles só pegam as bananas coletadas na fase em questão.

Pra chegar neles sempre há portais por todas as fases, em pontos variados. Mas uma vez que o chefe é superado, eles somem.


Detalhe: A porta do chefe indica qual o macaco que irá enfrenta-lo. Não é algo livre, e só da pra ir com o macaco pré-estabelecido (que é fixo, não importa a campanha).

K. Lumsy, o Kremling Gigante


O único Kremling que é um amigo nesse jogo, esse cara enorme foi preso numa jaula por K. Rool, por não ser um cara maligno.


Ele se recusa a fazer mal aos outros, inclusive gosta dos macacos, então o Rei prendeu ele numa jaula até ele aprender a ser um Kremling de verdade. Ele é uma versão raríssima, e gigante, provavelmente criado em laboratório, mas, por sua índole, acaba se unindo aos macacos.

Ele pede ajuda pra escapar, e oferece sua ajuda pra derrotar o rei. É ai que entra o principal objetivo do jogo, que é derrotar os chefes e coletar as chaves da jaula.


Esse Kremling também é responsável por abrir as próximas rotas, pois ele dança tanto de alegria a cada boa notícia, cada chave pega, que balança tudo e destrói pedras, abrindo entradas nas duas ilhas.



E sim, o jogo se passa tanto na ilha dos macacos, quanto na dos Kremlings.

Rinoceronte


Não é bem Rambi que aparece, mas sim sua forma transformada, e apenas Donkey pode virar ele, entrando em sua respectiva caixa.


Os movimentos dele são simples como correr e dar chifradas pra quebrar objetos e matar inimigos, mas o espaço que ele pode se mover é exclusivo e até que bem pequeno, numa fase na floresta dos Kongs.

Camelo


Esse animal tinha sido preso numa armadilha pros macacos, aparentemente, também no mapa Azteca. Depois de libertada (sim, é fêmea) ela faz questão de ajudar, apesar de não ser la tão empolgante.


Tudo que ela faz é cuspir na água quente, ou areia quente, ou lava, e transforma-la em água, pra permitir que os macacos nadem. Não pergunte, se focas podem, camelos também podem!


Peixe-Espada

Esse também não é Enguarde, mas sim sua forma física, e apenas Lanky pode assumi-la, entrando em sua caixa.




Ele permite nadar melhor, e também atacar embaixo d'água, apesar de não haverem muitos inimigos, e os que tem não podem ser feridos nem mesmo por ele. No caso, Enguarde permite mais a destruição de baús submersos e abertura de passagens de madeira do que qualquer outra coisa importante.


Peixe Lanterna




Na fase da água, também tem um Peixe Lanterna, mas não parece ser o mesmo que ajudou Diddy e Dixie no passado. Esse tem literalmente uma lanterna amarrada na cabeça, e serve apenas pra iluminar o caminho.

Foca Pirata


Depois da jornada naval em DKC2, parece que as focas gostaram do estilo pirata e se converteram de meras cuspidoras de água, pra verdadeiras saqueadoras dos mares, apesar de não fazerem nada de mal.


Donkey é o único que pode interagir, e só o faz com uma que ele liberta. Em troca, ela o desafia pra uma corrida em troca de uma Banana Gigante.


Escaravelho Corredor


Eu não sei se isso é mesmo um escaravelho, ou uma formiga, ou um mutante, só sei que é um inseto que Tiny conhece e aposta uma corrida por Bananas.


Existe porém um furo de roteiro no jogo, em que Lanky também aposta uma corrida com ela, sem se encolher (afinal ele não encolhe, apenas estica). A aparição dela em tamanho normal com Lanky é estranha e não se encaixa com o que o jogo mesmo ensina... e pior que é ela mesma, tanto que até chama isso de Revanche.


Carro


Tem um carro de brinquedo vivo, que também aposta corridas com Tiny. A primeira, é num autorama e tudo que ela pode fazer é mudar de pista enquanto tenta passar dele.



A segunda é livre, mas tem que passar pela rota que ele delimita com placas.




Na Fábrica de Brinquedos, tudo ganha vida, apesar da revanche dele ser na fase do gelo (é acessível la, mas se passa na fábrica)... é outro furo talvez.

Coelho Corredor

Ele aparece pra apostar corrida com Lanky apenas, duas vezes, na fase dos cogumelos.



Porém, ele também aparece capturado e prestes a explodir, sendo salvo por Chunky na fase do gelo.



Coruja Corredora


Como todo mundo aposta corrida, Diddy tem seus rivais mas é em voo. Ele enfrenta uma Coruja mó gente boa, que cria aros pra ele, testando sua perícia em voo.


Abutre

Ele também é desafiado a fazer o mesmo com um Abutre que liberta.



Esses personagens só aparecem pra ajudar nesses bônus de mapa aberto.

Cobra e Tartaruga


Porém, vale mencionar as Cobras Vermelhas e as Tartarugas, que aparecem num bônus de barril, algumas vezes. Elas precisam ser alimentadas enquanto giram as tartarugas pra não derruba-las.


Não são bem aliados, mas também não são inimigos... por isso digo que só vale a pena mesmo mencionar.

Fada Banana


Ao lado da Ilha dos Macacos, tem a Ilha das Fadas, na forma delas. 


Dentro delta tem a Rainha das Fadas Bananas, que conversa com Tiny (a única a se encolher do tamanho dela) e pede ajuda pra resgatar suas fadinhas que fugiram por causa do susto dos Kremlings.


Ela quem da a câmera que só tira foto de fadas, pra captura-las, e no fim, após resgatar todas as fadas, ela quem da a 201º Banana Grande, o que da o 101% de jogo.


Sereia


Tiny também encontra uma Sereia que chora pelos Kremlings terem roubado suas pérolas. Ela não faz nada de mais além de pedir um resgate em troca de uma Banana Grande.



Mas, como é estranho ver uma sereia em DK, e ainda por cima minúscula, vale a pena mencionar.

Inimigos


Os vilões do jogo também são variados, uma boa parte é novidade mas tem uns que são figuras repetidas, e retornaram só pra encher o saco.

Castor


Eles se libertaram as rodas da fase Azteca e agora tão em todo lugar, só atrapalhando. São os inimigos mais fracos do jogo, morrendo em um único golpe e soltando fatias de melancia... alias...


O HP dos macacos agora é Melancia. Uma Melancia inteira formada por 4 partes, que chega a 3 Melancias no final do jogo. Porque Melancia? Sei la... macacos gostam quase tanto como de Bananas?


Alias, apesar de originalmente os macacos morrerem com o primeiro impacto com qualquer inimigo, agora eles perdem uma fatia de melancia, em inimigos fracos, e pode perder um pouco mais dependendo dele.

Abelha


Elas também voltaram, tanto as normais, quanto as tunadas mecanicamente. Ambas jogam bombas quando são ameaçadas, e não podem ser tocadas.


Por isso, a melhor forma de derrota-las é com frutas, penas, ou música.



Moscas


Apesar delas aparecerem bastante num bônus específico de matar moscas, esse inimigo é meio raro e aparece pra Tiny, em uma única passagem.


Ela fica bem pequena e precisa derrota-las ao lado de uma grande fatia de queijo velho.

Brinquedos


Na Fábrica de Brinquedos, existem Dados e Dominós com pernas e olhinhos, que ao que parece foram projetados pelos Kremlings para fazer o mal.


Como deram vida aos objetos? Eu sei la... DK fica mais maluco a cada dia que passa.



Estrelas do Mar




Elas existem, tão na água, nadam e lembram muito aquelas vistas em DKC2, mas elas não podem ser mortas, e dificilmente acertam o alvo.

Baiacus



Como em DKC, o peixes gordinhos com espinhos inflam até estourar e jogar espinhos pra todo lado, só que aqui é em 3D!

Ostras




Esse inimigo não é bem um inimigo... ele é imóvel e apenas Tiny tem contato, uma vez, ao entrar num Baú gigante pra recuperar as Pérolas da Sereia. Elas apenas abrem e fecham, mas tem olhinhos de malvadas.

Tochas Vivas




Quando Chunky salva o coelho da explosão iminente, são essas tochas com óculos que são as vilãs, também só aparecendo nessa parte. Creio que sejam as mesmas tochas da época do Crank vs Mario.

Tomates Assassinos




São inimigos que só Chunky pode matar, esmagando após ficar gigante. Ele só enfrenta eles uma vez, quando tenta ajudar um cara minhoca que vive numa casa fruta gigante a encontrar um lugar pra viver. Esse cara nem é importante.



Tem um Tomate Assassino congelado, que não é um inimigo, apesar de desafiar Lanky num jogo, que é um bônus. Depois disso ele deixa de ser amigo dele...


Livros Vivos


Donkey precisa passar por uma horda de livros voadores na Torre Fantasma, em uma biblioteca assombrada. Eles não podem ser derrotados, por isso ele usa invulnerabilidade. 


Existe outro furo nessa parte, onde Donkey encontra vários livros colossais. Provavelmente essa seria uma fase da Tiny, mas converteram pra ele, o que não faz sentido nenhum afinal, como é que existem livros tão grandes? Será que os Kremlings aprenderam a ampliar coisas?


Morcegos




Apesar de terem morcegos inofensivos quase que o jogo inteiro, chega uma parte em que aparecem uns maiores que causam dano, mas, eles são fracos. Aparecem na fase do cogumelo, de noite, e na torre fantasma.

Kremlings




Se você jogou os games mais recentes da série DK, provavelmente sentiu a falta dos "krocks" como eu chamava. Os Kremlings deixaram o universo de DK, por um bom tempo, após a Rareware romper o contrato com a Nintendo, porém... talvez voltem. De qualquer forma, eis uma das últimas aparições deles como vilões em DK.

King Krusha Kremling Rool (King K. Rool)


O principal, eu deveria falar dele por último mas, tenho muita coisa interessante pra esclarecer sobre ele, começando por seu nome: Krusha.


Eu não fazia ideia que era esse. Imagino que o "K." seja de "Kremling", como um sobrenome familiar, exatamente como o "Kong" nos macacos, então todos os crocodilos são Kremlings por serem todos da mesma família.


Agora, seu nome é revelado durante a batalha final, em uma apresentação de quebrar a quarta parede, com um Microfone vivo anunciando "King Krusha K. Rool" como o grande anfitrião, ao lado da Nintendo e da Rareware (uma citação direta aos desenvolvedores, doidera!).


Além disso, é revelado que K. Rool é um nome familiar, e não apenas o de Krusha. Na real eu já havia notado isso bem antes mas, esperava achar algo mais concreto sobre isso e estou por satisfeito com o que encontrei.


Acontece que o Rei, é um dos membros que já lideraram a vilania contra os Kongs. Além dele tivemos o Capitão, e o Cientista.

Muitos fans acreditam que King K. Rool, Capitão K. Rool e o Doktor K. Roolenstein são o mesmo Kremling, com roupas diferentes. Porém, é um erro tal conclusão.



King K. Rool é egocêntrico, narcisista e preguiçoso, além de ser um bom estrategista mas, preferir mandar à fazer.




Ele ficou muito tempo bolando sua vingança contra os macacos, e juntando materiais para aniquilar a ilha deles, depois de sua colonização fracassada e humilhação em seu barco.


Porém, seu irmão, Capitão K. Rool, tentou vingar sua humilhação, sequestrando Donkey Kong e o levando pra sua ilha.

Durante o DK64, podemos achar grandes informações sobre isso, como o navio naufragado de Capitão K. Rool, bem como muitos quadros dele, e principalmente, seu Diário de Bordo. 


Não é possível ler o diário nem nada, porém, só a presença dele, paralela a presença do Rei, deixa bem claro que eles não são a mesma entidade.


Mesmo tendo sim traços parecidos fisicamente, Capitão é bem mais paciente e inteligente que seu irmão, e inclusive, pelo que é revelado em DK64, ele passou um bom tempo estudando os macacos para fazer tudo o que fez.

Lembra que ele tinha "poderes"? Ficava invisível, deixava os macacos mais lentos, ou mais rápidos com sua arma?! Então, tudo não passavam de invenções e toxinas que desenvolveu para afetar os primatas. Isso tudo faz bastante sentido quando encontramos a Casa dele na Ilha dos Macacos!


Na fase do gelo, que se passa na ilha de Donkey Kong, tem uma casa que pode ser visitada por todos os macacos. 


Sempre há Quadros do Capitão pendurados, ilustrando seu domínio, e há livros com os dizeres "Monkey, Book of Science By M. Nuts", livros estes que tratariam justamente da ciência por trás dos macacos!


Ele ficou um tempo estudando eles, desenvolveu seus equipamentos, e provavelmente sequestrou DK naquela época, deixando tudo isso pra trás na caverna congelada onde ele próprio havia se confinado. Afinal, mantenha seus amigos próximos, e seus inimigos mais próximos ainda.

Já no caso de Roolenstein, ele é muito inteligente, bem mais que o King, e ele próprio fazia questão de por a mão na massa, e fazer seus inventos. Sozinho, ele tomou conta da ilha dos ursos e a transformou em seu grande experimento, além de ter conseguido usar DK e Diddy como bateria pra um robô feito por ele.

Além disso, ele é bem mais covarde que Krusha, tentando se esconder atrás de suas invenções, e ele tem uma esposa.


Ele provavelmente também é um irmão do King, só que ele tinha sua própria ilha dominada, e deu o azar de se deparar com os macacos.

Bem, King ta de volta, agora com uma nova ilha (a anterior foi afundada com seu irmão) e no fim, ele próprio se veste como boxeador e enfrenta todos os 5 macacos.

Normais




Existem vários Kremlings serviçais que são o básico do básico. Normalmente vestem camisetas pretas e servem pra mão de obra, construindo, seguindo ordens, e sendo escravizados.

Cachorros


Pra mantê-los obedientes, Krusha usa cachorros Kremlings e os tortura com eles. Tem vários tipos desses cães, sendo o mais comum o verde, que agora ao ser derrotado deixa sua dentadura pra terminar o serviço.


Tem os Rosas também que são quase imortais, só morrendo pra Mangas Explosivas.

Fortões com Cabelo


O inimigo que carrega os Planos Secretos é esse. Da pra identificar o arquivo que tão carregando pela cor do cabelo, e apenas o macaco certo da cor correspondente pode conquistar o prêmio.


Caso sejam derrotados por outro, o item até cai, mas não pode ser recolhido, e depois de derrotados, eles voltam mas com cabelos brancos.


Diddy pensando "Mas que porr4 ele ta fazendo?"

Ah é, os inimigos, todos eles, respawnam depois de alguns segundos.


Gordões



Esse Kremling solta bombas e arrotos, e só pode ser derrotado por bombas... ou arrotos.

Clava Grande




Esse Kremling é complicado, pois carrega uma Clava enorme e não pode ser derrotado com ataques normais, nem com a bomba pois ele rebate. Pra ser vencido, ele precisa bater com muita força no chão e ficar preso, pra assim ser atingido pelas bombas.


Clava dos Trilhos




Pra mim, esse é daquele mesmo tipo de Kremling que apareceu no DKC2, com a Clava e todo fortão. Aqui ele só aparece nas fases de trilhos, tentando atingir os macacos por trás.

Barris


Sempre tem aqueles que se disfarçam de barris. Eles são bem chatos, não morrem pra pulos, nem socos, apenas pra bombas.



Tem o Explosivo que é meio kamikaze e se mata depois de um tempo.

Cogumelos



Tem uns que se disfarçam de cogumelos pra pegar os macacos, são fracos, mas podem surpreender.

Esqueletos




Existem Kremlings esqueletos que, mesmo depois de perderem a cabeça, continuam de pé. Eles são fáceis de derrotar mas podem pegar de surpresa se não tiverem cuidado.


Observação: No navio naufragado tem esqueletos pendurados. Inicialmente achei que eram Kremlings mortos, mas o crânio é humano, logo... os Kremlings torturavam humanos!!!

Fantasmas Falsos




Alguns Kremlings tentam assustar se disfarçando de fantasmas. Tem vários deles na fase da Torre Assombrada na ilha deles.


Fantasmas Reais



Mas pra variar, tem os de verdade também, numa fase de trilhos com o DK, lembrando muito aquela de DKC2.

Robôs



Na fábrica de brinquedos do mal, tem robôs Kremlings, fortes e resistentes, mas apenas máquinas.

Seguranças




Por fim, há os seguranças mas, eles só aparecem em fases bônus... eles iluminam e precisam ser evitados, mas são bem interessantes... guardinhas kremlings com lanterninhas.

Chefes


E ai, chegamos neles, os chefes, que são os servos mais poderosos do Rei, além disso, há alguns chefes secretos, que são apenas bônus, porém são únicos, e difíceis de se derrotar.

Tatu Bola


O primeiro chefe, na Ilha dos Macacos, na fase da Floresta, é enfrentado por Donkey, e é um Tatu Bola gigante equipado com dois canhões de bolas de fogo.



Ele é bem fraco, usa ataques padrões de atirar primeiro, e rir depois, ficando vulnerável pra Barris Explosivos.



Além disso ele gira na tela, tentando esmagar Donkey mas, ele roda por pouco tempo.



Depois de derrotado ele libera a primeira chave da jaula e foge pra chorar pro Rei Kremling, com seu casco detonado.



Lavadeira


Esse é o segundo chefe, enfrentado por Diddy, na fase Azteca, também na Ilha dos Macacos. É uma Lavadeira Gigante, que mais parece um dragão (Lavadeira em inglês é "Dragon Tail", que significa "Rabo de Dragão", daí o trocadilho).


Ele usa basicamente os mesmos ataques do Tatu Bola, jogando bolas de fogo e parando pra provocar, sendo alvo de Barris Explosivos. O que muda é que a batalha se passa num ringue cercado de lava, e é preciso evitar cair.


Depois de derrotado, ele cai na lava e deixa a Chave, mas na real ele foge também pra choramingar pro Rei.



Peixe Espinho


Esse chefe é enfrentado por Lanky, e é basicamente um Peixe Espinho (acho que esse é o nome) que fica no centro da tela, um mapa totalmente aquático, na fase dos Navios Naufragados, que fica na Ilha dos Kremlings.


Lanky usa um barquinho, e precisa fugir dos ataques dele, e das ondas que ele provoca, enquanto passa por Estrelas e invoca Antenas do fundo da água.


Uma vez que todas as Antenas são ativadas e posicionadas, elas eletrocutam o peixe no centro da fase e tudo se repete, até ele sair voando murcho.


O difícil é que, a cada estrela passada, há contagem de tempo, e o cronometro fica menor a cada nova fase da luta, além do chefe apelar com mais e mais ataques.


Kremling de Brinquedo


Também na Ilha dos Kremlings, na Fábrica de Brinquedos, Tiny enfrenta um Brinquedo assustador em forma de Kremling, em um ringue cheio de plataformas cúbicas.


Ele fica pulando de plataforma em plataforma, tentando esmagar Tiny, enquanto ela usa sua habilidade de planar pra escapar dele.


Quando ele para de pular, algumas plataformas se iluminam e surgem interruptores, é preciso então ativar o interruptor na plataforma de mesma cor que aquela em que ele parou, pra eletrocuta-lo. Caso contrário, a plataforma de Tiny é eletrocutada.



Em caso de queda, ela retorna pro ringue normalmente, e só da game over se ela perder todas as melancias.




No fim, ele até fica invisível, mas da pra vencer apenas prestando atenção na sombra, e ele cai do centro do mapa, explodindo, e liberando a chave.

Lavadeira na Revanche


Na fase dos Cogumelos, que fica flutuando acima da Ilha dos Macacos, surge a Lavadeira, porém ela enfrenta Chunky ao invés de Diddy.


A batalha começa igual, mas logo ela passa a apelar pra ataques próximos e mais fortes, além de soprar bastante fogo, e balançar o ringue que, facilitando a queda.


No final da luta, Chunky assume a forma gigante e espanca ele, jogando o chefe na lava e vencendo definitivamente, conquistando também mais uma chave.


Tatu Bola Turbinado

No mapa do Gelo, também na Ilha dos Macacos, surge o Tatu Bola pra uma revanche, contra Donkey.




Ele usa os mesmos canhões de antes, porém em dado momento da luta passa a usar os canhões como uma JetPack, e cria impactos explosivos que balançam a tela toda.


Além disso, ele agora tem um super canhão que lança Bolas bem mais fortes, e um Míssil Rastreador.



Porém, ele é derrotado e libera mais uma chave.

King K. Rool de Papelão


Na fase da Torre Fantasma, na Ilha dos Kremlings, o chefe é na verdade um falso Rei, feito de Papelão, que atira lasers pelos olhos e é controlado por capangas Kremlings.


Todos os macacos enfrentam ele, começando por Chunky, e é preciso usa-los como munição pra acertar ele quando ele aparece, em um dos 4 cantos da tela, evitando cair na água, e derrotando os fantasmas falsos que aparecem no centro da tela.


Em caso de acerto, o macaco precisa nadar de volta pro centro da tela e atirar novamente, em caso de erro, o macaco usado como munição é perdido e outro assume a batalha. Se os 5 macacos perderem, é game over.


No fim, o Kremling de papelão desmonta, e mais uma chave é conquistada.



Fase do Canhão


No fim, K. Rool fica impaciente por tantas derrotas e ativa seu canhão pra destruir a ilha dos macacos, mas, com ajuda da Fuinha, os macacos conseguem travar o canhão temporariamente, e invadem sua ilha, na parte de comando. 


Então, tem 60 minutos pra desativar o canhão, jogando como todos os macacos, com fases bônus especiais em Barris do King pra cada um, e ao invés de terem bananas na fase, tem apenas Medalhas Bananas, uma pra cada macaco.


Vencendo tudo antes do tempo acabar, o canhão é desativado e o Rei foge em um jatinho Kremling.



Ai a última chave é conquistada.



King K. Rool Boxeador


Com o Kremling Gigante livre, ele corre atrás do jato e tenta agarra-lo, mas tropeça, e bate sem querer nele, derrubando-o na ilha dos Macacos.



Assim, os macacos podem entrar na nave e enfrentar K. Rool, porém ele estava preparado.



Ele montou um Ringue de Boxe e enfrenta cada um dos macacos, na mão mesmo.




Primeiro, Donkey precisa usar sua habilidade de ser lançado por barris canhões pra acertar K. Rool no peito, quando ele provoca.



Isso depois de escapar das ondas que ele causa quando pula de bunda no chão.



Uma vez derrotado, ele cai no ringue mas, é só o primeiro round.




Diddy o enfrenta em seguida, e precisa usar seu poder de Voar e Atirar pra derrubar as Luminárias da fase na cabeça do Rei.



O Rei tenta se defender jogando suas luvas como bumerangues.



É complicado, mas vencendo, ele fica com uma luminária presa e atordoado, mas a luta continua.




Lanky o enfrenta, mas ele esta cego por causa da luminária, então, ele precisa dar socos em plataformas fora do ringue, usando seus braços longos, pra acionar interruptores e pegar Barris com Bananas.




E com esses barris, ele joga Cascas de Banana Gigante no chão do ringue, enquanto o Rei corre de um lado pro outro, e ele precisa chamar a atenção dele tocando Trompete.


Ai, o Rei corre em sua direção, a qual precisa ser calculada pra ficar entre ele, a casca e Lanky, pra que o rei escorregue e caia de bunda no chão.



Vencendo (e sim, é difícil), os Kremlings tiram a luminária da cabeça do rei e a batalha continua.




Só que quem assume agora é Tiny, que precisa escapar das ondas que o rei provoca ao pular no chão. Só que, dessa vez, ele ta com o bumbum ferido, e ele começa a sentir dor.



Quando ele reclama de dores, Tiny precisa encolher e entrar no buraco do sapato dele...



Ai ela precisa usar as penas pra fazer cócegas nos dedos dele, enquanto escapa dos mesmos...



Ai o Rei fica com o pé coçando e cai no chão, novamente sendo vencido.




E ai, por fim, Chunky o enfrenta... mas o Rei usa as redes do ringue pra se impulsionar de um lado pro outro, tentando acertar ele. Ele se joga tão rápido, mas tão rápido, que fica invisível.




Então, Chunky precisa usar seu poder de ficar invisível, pra ver o K. Rool invisível, e também pra enxergar o Barril invisível pra virar gigante.


Uma vez gigante, ele tem 1 chance de acertar um soco especial em K. Rool, porém, se ele errar, toma um gancho de direita que faz ele voar longe e perder melancia.


Custei pra aprender isso, e depois de alguns socos, K. Rool fica invisível na hora de dar a investida final, ziguezagueia pela fase e é preciso dar o golpe final.


Só pra constar, minha adrenalina foi ao auge nessa parte, pois eu só tinha 1 fatia de melancia e era minha chance única de acertar. 


Em caso de derrota, por causa do tempo (sim, cada luta dessas tem 3 minutos pra terminar) rola mais um round, e tem um total de 12 rounds, sendo que os macacos precisam vencer 5.

É legal que o Cranky até aparece pra dar uma motivada quando se perde um dos rounds.




Enfim, em caso de derrota por falta de Melancias, que só se regeneram quando o macaco é trocado, a batalha volta pro inicio!

Então imagina minha adrenalina ao ter uma única melancia, num golpe difícil pra executar, na última batalha!

Pois é, após acertar, o jogo termina.



King K. Rool é distraído por Candy (ele tem queda por macacos... estranho) que aparece toda sedutora.




E enquanto isso, Funky lança um golpe com sua bazuca...


Dando um pé na bunda de Krusha e jogando ele pra prisão onde o Kremling Gigante tinha ficado confinado, e onde ele próprio passará o resto de seus dias.



Então, Donkey recupera suas bananas tudo.



Os papagaios soltam peidos coloridos e escrevem DK no céu.



Alias, um peido era amarelo, o outro vermelho... ou seja, um fedido e o outro doído...



Os macacos brincam pois não tem nada melhor pra fazer.



A galera que ajudou eles também, fica de boa la na ilha...



Ai, no fim, geral é mostrado curtindo na ilha, e os macacos viram amigos do Kremling Gigante.



Chefes Secretos

Os chefes secretos são opcionais, e só dão Bananas Grandes quando derrotados.

Brinquedo Gigante




Vários brinquedos da fábrica se juntam pra formar um grande Mega Brinquedo Tron. Esse Brinquedão é enfrentado por Chunky, que precisa ficar gigante e esmurra-lo.

Aranha Gigante


Tiny enfrenta essa Aranha na fase dos cogumelos, que pode ficar de dia e de noite. Ela só sai de Noite, na verdade, sua toca fica acessível apenas de noite, e ela é enfrentada em sua teia.


Ela lança veneno que deixa Tiny com efeitos diferentes, como paralizada, lenta, com direcionais alterados, enfim, é preciso matar as aranhas menores primeiro, pra depois acertar o olho dela, até ela se transformar em uma ranha pequena e ser destruída.


Peixe Robô

Diddy enfrenta esse peixe que é liberado na fase dos navios. Ele é um tipo de submarino autônomo.



Ele entra no peixe, e ataca seu coração com amendoins (viu, amendoim faz mal pro coração).




O coração é protegido com um ventilador, mas depois de acertar todos os pontos fracos, que são interruptores, explodindo-os, enquanto se derrota a abelha dentro do peixe, e evita a maré... ele é destruído.


E ai, bem, uma vez que se coleta todas as bananas, inclusive a da Fada Banana, surge um final extra...




Que é idiota de mais. Cranky é o diretor do jogo que faz a auditoria do elenco, mas nem é o elenco completo. Ele os avalia e usa sua claquete pra dispensa-los.




É bem idiota... bem mesmo... eu preferia os finais com o elenco passando na câmera... era bem mais divertido e interessante.


Observação: No jogo também tem um mini-game do Astronauta, oferecido por Cranky. Ele é obrigatório pro 101% pois, da a Moeda Rareware, usada junto com a da Nintendo pra abrir uma porta no fim do jogo e revelar 2 Fadas Bananas.



Esse joguinho consiste em pegar as partes de uma nave, desviando dos cometas, aliens e afins, e monta-la, na ordem certa, pra tentar decolar.



A cada tentativa falha de decolagem, o que faz parte da história desse joguinho, os inimigos da fase mudam e fica mais difícil. Não é um jogo difícil alias, mas, ele é chatinho depois de um tempo.

E então... fim.

O que achou de DK64?


2 comentários:

  1. Já comecei esse aí mas, nunca tive aquela vontade de continuar talvez agora eu tenha menos ainda kkkkk. Não tenho mais tanta paciência de ficar correndo atrás de banana. Você já jogou Rayman? Testa aí o 2 que tem para 64 e Dreamcast, foi um um jogo que joguei muito quando era moleque

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fiquei um bom tempo sem o menor incentivo pra jogar o de 64... eu não gosto mesmo do visual, mesmo depois de ter terminado. Eu preferia muito mais os de Snes. Ainda assim, fico feliz por finalmente ter terminado e analisado. Agora posso jogar o Returns com olhar analista! Eu tava ansioso pra isso...

      Joguei uns Raymans doidos... acho que o de 64 também, na versão de PC e de 64... só que não curti. Joguei também um em 2D, que pareceu legal mas não me empolgou... sei la... Rayman, Crash e Sonic são personagens que não me agradam... mas um dia sr Luan, um dia...

      See yah... e muito obrigado por comentar... isso me ajuda a manter a empolgação.

      Excluir

CadastroMorte

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner