ArquivoMorte

PesquisaMorte:

segunda-feira, 24 de setembro de 2018

O Filme Achado de Hoje: e-DEMON

Achei esse filme acidentalmente, depois de ter visto do Dark Web...


Já adianto... o filme é chato, mas dessa vez não irei spoilar tudo.

Boa leitura




História


Um cara, anônimo, compartilha os reais eventos que levaram a morte de uma porrada de pessoas, mostrando um chat virtual gravado entre amigos, que acabaram zombando do sobrenatural e libertando um vírus demoníaco.

Atual


Há bastante influência digital, como o uso de headsets com câmeras a prova d'água e wii-fi da NASA, e celulares com streaming via 6G. É um negócio surreal, que torna o filme bem difícil de engolir. Referente ao sistema operacional usado na gravação, como em Unfriended, não é Windows, mas é bem eficiente viu, e o programa em que eles conversam é um tipo de Skype, (é o vídeo chat da Apple)

Convincente?


Nem um pouco. Em meio a falsas pegadinhas, o filme tenta surpreender e convencer mas, quando coisas realmente começam a acontecer, tudo é entediante de mais. Tem diálogo expositivo de mais, que tiram a naturalidade das cenas, e as mortes... vish...

Originalidade


A ideia de um demônio que possui através das câmeras, ou de olhar pra olhar, é interessante, mas a forma como tudo é mostrado não.

Atuações


Injusto julgar mas, estragaram o filme, principalmente as crianças. Alias, o próprio demônio é um ator melhor que os atores. Quando ele possui a galera, mantém a personalidade deles para confundir os demais e assim, baixar a guarda pra possuir mais e mais, porém, não da pra diferenciar. Ele é muito bom nesse sentido. Agora, cenas de luta, brigas, discussões, e até as porcarias de diálogos expositivos, onde eles contam tudo pra que você entenda o que ta acontecendo, mesmo sendo a coisa mais óbvia do mundo, tudo isso soa falso de mais.

Motivo da Câmera


Tudo grava e envia via streaming em tempo real, e tudo parece ter uma qualidade zoada, mas ainda assim, trabalha bem. Até os fones de ouvido gravam! 


Celulares, que se conectam ao fake-skype em segundos e já enviam os vídeos, e poxa, os próprios fones de ouvido que a galera usa (presente de um dos personagens) tem conexão própria com o tal vídeo chat. 


Sem contar que o vídeo em si é a gravação do PC de alguém, um dos personagens principais, só não da pra saber de quem. 


No começo é do carinha principal que inclusive começa o filme e a gravação, e diz em certa parte que ele mesmo ta gravando geral pra eles assistirem as pegadinhas da noite da pegadinha pra lembrarem, mas ai, do nada, do nada mesmo, a perspectiva muda pro pc da mina, que era uma das participantes do chat, e ela veste o manto do protagonismo.


Edição áudio e gráfica


Tudo que não deve aparecer, tipo relógios que entregariam a passagem de tempo num filme que tenta parecer um único Plano Sequência, é censurado com desfoque da câmera e tal. Fica bem óbvio em alguns momentos, e no final, é algo que prejudica muito o filme.


Também há sons de tensão quando o demônio ta passando perto da câmera, mesmo que não de pra ver nada, e isso entrega os momentos em que ele vai agir, e possuir alguém. É idiota.

Final



O vírus demoníaco vaza pro mundo, o anticristo nasce, e um cara anônimo, que mostrou o filme, pede pra compartilharmos para então, formarmos uma resistência contra o tinhoso. Todos do elenco original morrem, ou quase: Um acaba sem os olhos, que foi trouxa de abrir a caixa do demônio que avó avisou pra não abrir; 


O outro é possuído, mas é tirado do "skype" pois suspeitam que ele foi possuído (mas ele mata a mina dele); 


Outro se deixa possuir quando a esposa degola as filhas; 


E por fim, um flashmob ataca e joga a última mina, que queria queimar a casa do invocador do mal, de uma ponte e ela morre atropelada, depois de sobreviver a um acidente de carro.


Pelo menos os créditos são estilizados, como um grande código fonte.


Eu não curti esse filme... achei lento, e enjoativo.


Enfim, é isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CadastroMorte

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner