AnimeMorte: Dragon Ball Super - Resumão Pra Explicar Anime vs Mangá

Acabou! Finalmente o anime acabou, pelo menos essa última saga, mas pelo tanto de hype que deu é possível que retorne em breve com mais histórias de lutinhas e luzinhas. Mas, enquanto não chega mais pancadaria, bora entender o que ficou em vago? Ou seja... tudo!?



Eu tava ansioso por este dia e me preparei para digitar bastante, e explicar bastante, e agora que chegou, espero que esteja pronto para ser espancado com spoilers de todos os níveis e transformações possíveis, que até os deuses evitariam.

spoiler

Boa leitura.


Essa é uma análise complementar as análises que já fiz de Dragon Ball Super, que no caso foram 3, uma sobre o primeiro Filme lançado, antes do surgimento do anime, uma sobre o segundo filme e o anime, falando da péssima adaptação que fizeram quebrando as histórias dos filmes e transformando em sagas para enrolar no anime, e por fim, uma sobre as sagas originais do anime (que não eram resultado de fragmentação dos filmes que o precederam) e o quão confusas, mal elaboradas e ilógicas estavam sendo. Em resumo, foram todas grandes críticas de um fan revoltado, que manteve-se na esperança de ver algo decente surgindo nessa animação, que [SPOILER] infelizmente não aconteceu.

Mas, num belíssimo dia, descobri que existia um Manga de Dragon Ball Super, onde a história era bem diferente. No Mangá, tudo era melhor explicado, os eventos são diferentes, os personagens apesar de serem os mesmos visualmente, tem personalidades completamente alternativas e no fim, é quase como se o Mangá nos mostrasse uma segunda realidade da história que o anime tenta contar.

Curiosamente, essa obra foi criada depois do anime, e ainda está em produção, mesmo com o anime já tendo encerrado sua última saga mais atual (A Batalha do Poder). Alias, bota curiosidade nisso, pois é algo um tanto quanto raro (eu pelo menos nunca tinha visto) um mangá surgir após a animação.

Falando de Dragon Ball então, é ainda mais raro, pois o anime original, "Dragon Ball", que contava as aventuras de um pirralho lutador ingênuo com um rabo, uma garota cientista tarada e mais uma galera, em busca de Esferas Mágicas que podiam conceder qualquer desejo, era uma adaptação do mangá de mesmo nome e enredo, bem fiel diga-se de passagem.



Daí, a animação "Dragon Ball Z", que contava a história do mesmo pirralho, depois de crescer e descobrir que era um Sayajin, vindo de outro planeta, que tinha poderes e era loiro, que passa a defender o planeta conta inúmeros seres diabólicos e poderosos, através de combates ao lado de seus amigos lutadores, com as bolas de desejos ao fundo servindo pra ressuscitar um planeta ou outro de vez em quando, era uma história baseada no mesmo mangá "Dragon Ball", com o "Z" para simbolizar a fase adulta do garoto (que nos quadrinhos foi na mesma revista, sem diferencial de título). 



Alias, a nível de curiosidade extra: Dragon Ball Z na verdade era pra ser Dragon Ball Super, mas por um erro de tradução e americanizada básica, o "Super" virou "Z" e foi adotado oficialmente no título.

Logo, o padrão era: Surge Mangá, depois Anime, e isso se repetiu por várias longas sagas do famigerado DB. Até que... num fatídico dia, surgiu uma saga sem base em mangá, que revoltou geral...

Dragon Ball GT (Grand Tour) era o primeiro Dragon Ball sem um mangá prévio, feito de forma oficial, com apoio inclusive do criador da porr4 toda (Sr Akira Toriyama), mas que, foi rejeitado pela grande maioria dos fans, não apenas por sua história com alguns furos (ta, tem furo pra caramba...) mas principalmente por não existir uma obra mangá que o precedesse, ou seja, era algo original da televisão.



Por muito tempo DB sumiu do mapa, após o "fracasso" de GT, e um dia, surgiu o primeiro filme do Super, com a nova transformação Deus de Goku e tal, e ai, surgiu a saga Super. Mas, novamente, sem um Mangá prévio.

A diferença é que, aparentemente, o sr Akira estava totalmente envolvido com esse novo DB então, os fans ignoraram a péssima arte apresentada nos episódios, a narrativa horrenda, a dublagem deplorável (e to falando de japonês mesmo, eu não aguento escutar a voz do Senhor Kayoh do Norte) e cara, eles vangloriaram um monte de bobagem jogada na televisão. Tem gente que realmente amou a versão original de DBS, sendo que ela foi feita de qualquer jeito, enquanto a versão BluRay (lançada também na televisão, nesse caso depois de sair os episódios originais no japão) era bem melhor em questões visuais, mas ainda péssima em narrativa.

Só que, paralelo a tudo isso, passou a ser publicado oficialmente um mangá, de Dragon Ball Super, contando aparentemente a mesma história, só que com mais detalhes, explicando furos e pontas soltas que o anime deixou passar. Algo que, logo de cara se mostrou uma inverdade, visto que o mangá passou a contar sua própria versão dos eventos, com direito a muita coisa que no anime, nem sequer foi mencionada, e muito evento alterado.

O mangá, publicado sempre um passo atrás, conta uma história melhor, mais concreta, mais direta, menos enrolada e bem mais rica em detalhes.

Atualmente, o mangá se encontra no capítulo 34, cada capítulo com umas 25 páginas, e já ta no Torneio do Poder, que é o último arco do anime. O anime tem 131 episódios atualmente (pode ser que ele retorne com novos arcos futuramente), cada um com 24 minutos (na verdade, de história mesmo são 10 minutos em média, o resto é flashback, recapitulação, abertura e encerramento). Ou seja, o anime tem bem mais episódios, mas conta bem menos e de forma bem mais bagunçada que o mangá, que tem menos capítulos e é muito mais organizado.

Eu fiquei lisonjeado ao ler o manga e ver que por exemplo, a Saga Black, era surrealmente incrível, enquanto no anime, foi o maior acúmulo de incoerências e bobagens que eu já havia visto. Eu fiquei com tantas dúvidas nessa saga, pelo anime, que tinha perdido toda minha fé no roteiro do Akira, mas... era só no anime. A história do mangá não apenas é melhor contada, como é melhor desenvolvida e encerrada. Ela é perfeita, e de longe é a melhor saga de DBS. 

Se o mangá tivesse saído antes, eu diria que o anime foi um péssima adaptação... e ao que pareceu, apesar do mangá ser póstumo, o roteiro em si já estava pronto, e sim, ele foi muito mal adaptado.

Enfim, gora que já fiz essa longa introdução, gostaria de contar e comparar as histórias do anime e do mangá, explicando ambas e resumindo, é claro. Haverão spoilers pra caramba a partir daqui, principalmente do mangá, então se você deseja ler (e eu recomendo que leia) faça-o antes, pra não estrar suas surpresas. Acredite, tem muita coisa época no mangá que vai te surpreender... 

Bora la.

Arco Ignorado: Batalha dos Deuses

Nem perderei meu tempo explicando isso outra vez, mas em resumo, os caras pegaram os filmes Batalha dos Deuses e Retorno de Freeza e fragmentaram em arrastados episódios no anime, mudando não apenas a arte, mas elementos da narrativa que fizeram o produto do anime, pior que o dos filmes.

No Mangá, isso foi praticamente ignorado. Apenas citaram os eventos mesmo, afinal, se você quiser saber, é só assistir aos filmes, ou perder seu tempo vendo os 27 primeiros episódios enrolados do anime. Tecnicamente, da edição 1 a 4, é contada de forma resumida a história desses dois filmes, mas é tudo bem rápido.

Primeiro Arco, Torneio dos Universos

Anime

Depois de recontar a história dos filmes, o anime traz a história original do primeiro crossover entre universos. Dois irmãos gêmeos, que são deuses da destruição de seus respectivos universos, decidem disputar com times em um torneio pra ver quem é mais forte, e assim, obter as Esferas do Dragão Supremas.



O anime explica o que são esses universos, duas vezes, onde na verdade existem 12 universos, cada um espelhado. O universo 7 (do Goku) tem o universo 6, e os deuses da Destruição deles são irmãos gêmeos que vira e mexe se rivalizam. Cada universo tem seu universo irmão, não necessariamente com um deus irmão gêmeo, mas com semelhanças geográficas e tal.



Acima de todos estes universos, existe uma entidade chamada Zenou, responsável por gerenciar a coisa toda, e cada universo tem um deus da Criação (Kayoshin) e um da Destruição. Suas tarefas não ficam tão claras, mas deduz-se que o da Criação observa enquanto o da Destruição aniquila, tudo em prol do equilíbrio.



As Esferas Supremas são planetas inteiros, compartilhados entres os universos 6 e 7, e são melhores que as esferas do dragão vistas na Terra em DB. Elas podem realizar qualquer desejo, sem restrição, e isso chama a atenção do irmão gêmeo do Bills (Deus da Destruição do universo 7) que por sua vez vai até o universo 7 buscar as esferas que estavam la, quando é descoberto.



Resumidamente, esses dois deuses da destruição são esfomeados que buscam pelos melhores alimentos de seus universos e destroem aqueles que não os provém os mesmos, mas enquanto Bills encontrou na Terra um harém alimentício, Champa (seu irmão) descobriu que sua Terra respectiva estava destroçada por causa de guerras, e ai, ambos decidem sediar o torneio para decidir com quem a Terra ficará, e de quebra, as esferas supremas seriam o prêmio caso Bills vencesse. 



Logo ai já tiveram a oportunidade de por exemplo, introduzir uma versão alternativa de Goku, Vegeta, e o pessoal tudo, visto que o universo 6 era espelhado, mas, isso não acontece. Na verdade, apenas um personagem tem uma versão vagamente espelhada, e este é o Freeza, com um personagem chamado Frost aparecendo.



No torneio, que ocorre em um planeta anão existente entre os dois universos, 5 dos guerreiros mais poderosos de cada universos são escolhidos para se enfrentar, seguindo as regras de um torneio de Artes Marciais comum mesmo, (Vegeta e Goku ditam as regras pros deuses conhecerem). 



No time do Bills, vai Goku, Vegeta, Piccolo, Majin Buu e um cara que Bills escolhe, que ele diz ser o único que já o derrotou, um carinha com mamilos saltados sem importância, que na verdade é apenas pra servir de motivação pra Goku e Vegeta.



No time do Champa, vai Frost, um cara de uma raça robótica que cospe lava, um cara amarelo feito de elástico, um Sayajin chamado Kyabe e um assassino extremamente poderoso chamado Hit.



Porém, antes do torneio começar, uma prova escrita pra avaliar o conhecimento dos participantes é feita (a pedidos de Vegeta) o que acaba desclassificando Majin Buu, deixando o universo 7 com um participante a menos.



Então, as lutas, sem enrolação:



Goku é o primeiro a lutar, ele enfrenta o cara de elástico, que é jogado pra fora do ringue, visto que não leva dano nenhum, de forma alguma. É o jeito que ele encontra pra derrota-lo.



Depois Goku enfrenta Frost, que é tido como um grande herói do 6º universo, reconhecido e famoso, que tenta mostrar um lado sensato...



O que vai totalmente contra sua contra-parte do outro universo, mas que, durante a luta, revela ser um traiçoeiro e ardiloso trapaceiro, usando inclusive uma agulha envenenada pra derrotar Goku, mas depois ainda mantém as aparências de bom samaritano.



Depois Frost enfrenta Piccolo, e vence usando a mesma técnica trapaceira que usou contra Goku, só que, ele é pego no flagra e é desclassificado no ato, reintegrando também Goku e Piccolo ao torneio.



Mas, Piccolo passa sua vez para Vegeta lutar, que exige que Frost não seja desclassificado só pra ele dar uma surra no clone do Freeza.



Vegeta derrota Frost e logo em seguida, luta contra o robô de lava, que quase o queima vivo, mas perde ao ser insultado verbalmente e perder seu espírito de luta. 



Depois Vegeta vai contra Kyabe, um sayajin que em seu universo, é de um povo herói, e não conquistador, e que no caso, ainda tem seu planeta original (Sadala) intacto.



Vegeta fica todo empolgado com isso, ansioso pra conhecer e visitar a versão alternativa de seu planeta original, e pra variar, durante a luta, ensina o pequeno sayajin os segredos da transformação Super Sayajin, consolidando uma relação "Mestre e Aprendiz", porém vencendo a luta ao mostrar que há outras formas além daquela.




Ele ameaça o jovem Sayajin, diz que vai destruir o planeta dele e tudo mais só pra atiçar sua raiva, e depois de transformar ele em SSJ, fica felizão, mas logo se transforma em Super Sayajin Azul e vence a luta de vez, mas satisfeito por ter ensinado alguém de seu povo a ser mais forte e orgulhoso.



Vegeta então enfrenta, todo orgulhoso, o último participante, Hit, que é um assassino de aluguel temido do 6º universo. Ele perde numa surra que os olhos não acompanham. 



Goku então enfrenta Hit, numa batalha épica em que ele descobre que o assassino, tem de alguma forma poderes sobre o tempo. Hit ataca 0,1 segundo  pulando no tempo, o que faz seus golpes imprevisíveis, mas Goku começa a balançar os braços randomicamente e acerta ele várias vezes.



Depois disso, Goku e suas técnicas ninjas quase vence, apela pra Kaioken aumentado 10 vezes junto com a Transformação Azul, mas Hit melhora ainda mais seus poderes e na hora H, ambos entram num acordo de empatar propositalmente a batalha.



Mas, diante o desgosto dos deuses da destruição perante tal decisão, Goku deixa o ringue e diz que, irá enfrenta-lo um dia, de verdade, com toda suas técnicas assassinas e tal...



E logo em seguida ao desativar sua técnica, tem todos seus músculos atrofiados por causa do enorme esforço físico da mesma... era o efeito colateral (que nunca mais se repete).



Daí, o último participante do time 7 é o cara dos mamilos, que vai paralisado de medo, e só vence pois Hit finge sua própria derrota, como um favor pra Goku.



Ai todos ficam bem, felizes, menos o universo 6 com Champa ameaçando destruir os participantes que perderam, inclusive Hit por ter entregue a luta, até que Zenou aparece.



Zenou, o ser supremo acima de todos os universos, aparece pra chamar a atenção de Bills e Champa mas diz que gostou de ter assistido ao torneio mas que queria ter sido convidado e que numa próxima vez, não era pra esquecer de chama-lo.



Champa e Bills ficam apavorados, pois Zenou tem o poder de deletar universos inteiros só com um pensamento, mas Goku faz questão de cumprimenta-lo de forma informal, o que, apesar de assustar a todos, acaba atraindo a simpatia do ser supremo, que é meio infantil, e ambos acabam se dando bem.



Daí Goku promete um torneio ainda melhor pro Zenou.







No final, Champa perde as esferas, e eles descobrem que convenientemente, o planeta em que estavam lutando era a última esfera suprema que faltava, e ai eles invocam o grande Shenlong Supremo Dourado das Galáxias...  


E Bills deseja que o planeta Terra do universo do Champa voltasse ao normal, pra ele ter comidinha. 


E fim de arco.

Mangá

Resumidamente, essa primeira história no mangá basicamente a mesma. Mas, tem detalhes que mudam ao ponto de alterar a mitologia apresentada no anime... por exemplo:

Champa não estava apenas buscando esferas supremas nos dois universos, ele também estava destruindo planetas, tanto do 6º quanto do 7º universo. Isso chegou a influenciar, por exemplo, o exército do Freeza na vontade de ressuscitarem seu imperador, visto que eles tinham sido atacados por Champa, sofreram queima de arquivo (eles haviam encontrado uma das Super Esferas) e no final, os sobreviventes decidiram apelar pras esferas do dragão da Terra mesmo e trazer Freeza de volta, o que gerou o filme do Freeza dourado.



Sobre os universos, no mangá existe uma explicação extra sobre o 13º universo, que na verdade é a união de todos os 12 universos em um todo. Haviam inclusive mais universos dentro dele mas, todos foram apagados pela vontade de Zenou.



O torneio também ocorre no mangá por um motivo diferente do anime. No anime, Champa e Bills chegam a brigar, lutar fisicamente o que gera "instabilidades no universo" o que deixa claro que deuses da destruição não podiam lutar jamais, então, pra que não ocorressem catástrofes universais, os deuses escolheram guerreiros para representa-los. Já no mangá, a ideia de usar guerreiros já é ditada pelo próprio Champa de inicio, pois ele e Bills tinham um acordo pessoal de jamais brigar fisicamente, visto que da última vez que fizeram isso, destruíram planetas sem razão no processo (sem essa de instabilidades cósmicas por energia em conflito). Como uma disputa de comida não daria certo, Champa sugeriu uma luta de times, o que agradou Goku.



Alias, a ideia de Vegeta e a prova escrita também ocorre no manga, mas ela é ainda mais prejudicial, quase desclassificando Goku também, que tira a pontuação mínima por ser ignorantão. De fato, Goku não é brilhante quando se trata de assuntos intelectuais.



Por fim, detalhes como a personalidade conflitante de Frost foram ignoradas. Frost no manga é apenas um cara que tenta trapacear na última hora, mas toda a história dele ser um herói ou um imperador fajuto que arquiteta planos maquiavélicos pra se passar como benfeitor, tudo isso é totalmente ignorado no mangá.



E é isso, agora bora pra história mais daora de todas...

Segundo Arco, Goku Black

Anime

Bem, sem nem mudar a abertura, acrescentando apenas uma foto no final, começa a saga onde uma versão maligna de Goku surgiria. Eis a Saga Goku Black.


Nela, Trunks do Futuro, o mesmo da saga do Androides de DBZ, volta mais uma vez ao tempo de Goku, para pedir ajuda, pois no futuro, um novo inimigo todo poderoso e implacável surgiu, e aniquilou toda a existência, incluindo Bulma (sua mãe) e praticamente toda a raça humana.



Sabe-se la por que, o viajante do tempo deseja salvar a Terra do futuro e suplica por auxilio do heróis do passado, mais uma vez, que agora ganham carta branca para viajar ao futuro e lutar contra esse terrível guerreiro, que na verdade, usa o corpo de Goku.

Mas o estranho Goku do futuro, de um futuro que ele nem estava mais vivo (Goku havia morrido no futuro do Trunks do futuro) viaja no tempo, indo atrás de Trunks, usando um anel do Tempo, e batalha contra Goku, até que é puxado de volta ao futuro pelo anel do tempo.



Daí começam as teorias. Bills acha estranho o Goku "Black" (como ele é chamado) usar um Anel do Tempo, sendo que isso é exclusivo dos Kayoshins (deuses da criação) e, apesar de ser um put4 crime manipular o tempo e tal, ele decide ajudar Goku e os outros a investigarem o que estava havendo.



Então, eles descobrem, sabe-se la como, que no 10º universo (até então sem contato algum) havia um cara com uma aura parecida com a do Goku Black, e Goku vai investigar, chegando a lutar com esse tal cara. Alias, esse cara era um aprendiz de Kaioshin do 10º universo (repito, até então sem qualquer conexão com o 7º universo) e o mesmo passa a ter interesse em Goku justamente por causa dessa luta.



Este cara, obcecado por poder, acaba investigando sobre as Super Esferas do Dragão (existentes apenas nos universos 6 e 7, e ele era do 10, repito, sem ligação alguma com esses outros universos) e, ciente do poder dos anéis do tempo, que são vagamente explicados (tem 5, 4 inutilizáveis e um que permite viajar no tempo, mas apenas aos Kaioshin que usam os Brincos Potara de Kaioshin), e ai... é enrolação pra caramba.




Então Goku decide ir ao futuro, mas pouco antes de partir, Zenou o convoca pra uma reunião de emergência, na qual ele vai teletransportado. La, Zenou apenas pede pra Goku ser seu amigo, e para brincarem juntos, Goku aceita, mas diz que não pode brincar na hora pois tava ocupado, prometendo trazer alguém para brincar com Zenou posteriormente.



Com tal promessa, Zenou da pra Goku um Botão Especial para que ele o convocasse assim que necessário, e ai, Goku volta pra Terra.




Então, a viagem no tempo ocorre, pela máquina restaurada de Bulma com uma documentação da versão dela do futuro (é mó enrolação, o Black destrói a máquina do tempo quando aparece no passado pelo Anel e ai Bulma usa uma versão antiga, a que pegou do Cell, pra refazer a máquina usando livros da Bulma do futuro... só encheção de linguiça.)


Goku viaja ao futuro com Vegeta e Trunks, onde acabam encontrando e resgatando Mai do Futuro (reservarei um espaço exclusivo pra ela depois) que era a namoradinha sobrevivente de Trunks e mais uma pá de humanos genéricos (pra dizer que tinha algo pelo que lutar la).




E ai, rola mais uma luta contra Black, que vira um Super Saiajin Pink por sua energia divina... 



E ao tomar um coro, apresenta seu amiguinho Zamasu, um cara com imortalidade, que haviam usado as super esfera do dragão pra desejar isso e destruiu elas.




Depois de tomar uma surra pra ambos os guerreiros, Goku, Vegeta e Trunks viajam no tempo pro passado.




Mas, por causa da aparição de Zamasu ao lado de Black, eles já sabiam de seu envolvimento certo...


Depois de descobrir que Zamasu tava envolvido mesmo com Black, Bills usa uma habilidade de Destruição chamada Hakai (Destruir) pra pulverizar Zamasu de seu tempo antes dele tentar viajar no tempo, mas ai rola um monte de debates sobre isso poder ou não alterar o futuro de Trunks, sendo que é mais do que óbvio que não mudaria pois o futuro do Trunks já era resultante de outra distorção temporal bem anterior a essa, na época do Cell.



Mas pra tirar a dúvida, viajam pro futuro Goku, Vegeta, Trunks e Bulma (que queria conhecer o futuro todo fud*do)...




E ai dão de cara com o terror, os dois Zamasu la de boa, o Black e o imortal.




E então, no meio da luta, a verdade vem a tona e Zamasu começa a contar sua história e de Black..






Goku Black era na verdade esse Kaioshin Aprendiz, chamado Zamasu, que tinha viajado no tempo depois de conhecer Goku, roubou seu corpo... 


Virou amigo de sua outra versão no tempo de Trunks, que sabe-se la qual o motivo ou circunstância de ter ido parar justamente na realidade dele, e no fim, virou o terror da realidade do Futuro do Trunks do Futuro, massacrando todos os Mortais num plano de "Extinção aos Humanos"... 


Sendo que, tecnicamente, os universos são compostos de várias raças inteligentes, além dos humanos, e o próprio Goku em quem ele se baseava pra depositar seu ódio, era um Sayajin, não humano (mas acho que foi erro de tradução, acho que o correto era "Mortais"). Enfim... eles mataram todos os deuses, e eles tomaram conta de tudo, e agora, só tinha a Terra viva. E pra variar, eles ainda colocam a culpa de tudo em Trunks e na existência da máquina do tempo, dizendo que tudo ta mó merd4 pois eles inventaram de viajar no tmepo e distorcer a coisas, forçando essa limpeza divina.


Isso causa uma revolta tão grande em Trunks, que o faz atingir uma nova transformação SSJ com aura azul e amarela ao mesmo tempo, e lutar pau a pau contra os dois...


Enquanto Trunks segura os vilões, Bulma, Goku e Vegeta pegam a máquina do tempo e viajam para o passado outra vez, pra buscar uma forma de derrota-los. Goku vai atrás e uma técnica chamada Mafuba (pra selar Zamasu e burlar sua imortalidade) e Vegeta vai treinar na sala do tempo.


Com a nova técnica aprendida, que falha posteriormente pois Goku esquece o selo final, ops 3 voltam para o futuro outra vez.


Rola pancadaria, treta, luta, muita luta. 



O Black começa a fazer umas magias loucas de multiplicação e invocar energia que rompe as dimensões, e fica todo poderoso, até que Goku e Vegeta começam a levar a luta a sério, ao ponto de quase vencerem os Zamasus.



Mas, os dois acabam apelando também, usando seus brincos Potara para se fundirem em um único Zamasu supremo.




Ele da uma surra em Goku e Vegeta, mas eles começam a segurar a luta...







Zamasu fundido toca o terror, até que metade dele começa a se tornar um monstro, pois apenas metade dele era imortal, e a metade mortal tava toda surrada. Daí ele, todo monstruoso, começa a tomar uma mega porrada do Goku apelando pro Kaioken com SSJ Azul... até ficar totalmente corrompido.



Ai Goku e Vegeta chegam a se fundir pelo Potara de um dos Supremo senhores Kaio que viaja ao futuro usando um Anel pra testemunhar o Zamasu do mal (vai o Kaioshin do 7º universo e o do 10º universo, o mestre do Zamasu que ainda duvidava que ele era mal) e ai, eles quase vencem, imitando a habilidade de criar lâminas com ki do Zamasu, mas desfundem por excesso de poder.


Até que Trunks, com sua espada quebrada, invoca uma Lâmina de Energia na empunhadura, formando uma espada de ki, e se transforma na sua forma inédita de SSJ de aura amarela com contorno azul... e vai na lutinha de espadas de luz contra Zamasu.



Depois de falar e gritar pacas, ele convoca a energia de todos que estavam ali presentes e transforma a espada em uma Genkidama azul, e perfura o monstruoso Zamasu, dividindo-o ao meio.



Com isso, Zamasu estaria derrotado, mas ai ele se converte na atmosfera, e sua forma monstruosa se espalha pelo universo, se convertendo e poluindo tudo. 



Com utdo fud*do, Goku, Gegeta, Bulma, Trunks e Mai pegam a Maquina do Tempo e viajam ao passado pela última vez, mas, antes de partir, Goku brilhantemente tem a ideia de invocar com o Botão o Zenou daquela realidade, e funciona.



Daí ele conta sobre Zamasu e como ele é mau e poluiu tudo, e Zenou apenas decide apagar todos os universos. E ai, o vazio toma conta, enquanto Goku e os outros fogem pro passado de sua outra realidade.


Com o futuro aniquilado, mas Black e Zamasu juntos, Trunks fica feliz e decide viajar no tempo para outro futuro onde Black não existia.



Goku também pega a máquina do tempo, antes disso, e viaja ao mesmo futuro apagado pra buscar o Zenou do futuro, e leva ele como amigo do Zenou de seu tempo, gerando assim dois Zenous na sua realidade...




(e quebrando todas as regras que poderiam haver no espaço e tempo, sem qualquer consequência).



E ai, fim.

Mangá

Depois de ver esse monte de bobagem eu achava impossível entender ou encontrar algo interessante na saga Black, mas, o mangá apresenta tanta coisa diferente, que é indiscutível, ela é melhor no mangá.

Trunks volta no tempo para pedir ajuda ao Goku do passado pra derrotar o Goku que apareceu massacrando tudo no futuro. Na verdade, ele tava fugindo pro passado mesmo, sua mãe tinha morrido, e a Mai (daqui a pouco falo dela) aparentemente também, então nada restava pra ele la. Mas, Vegeta repudia a covardia de seu filho e exige que ele lute, pela honra Sayajin, oferecendo ajuda.



É ai que eles, Goku e Vegeta, decidem viajar ao futuro, depois é claro de Goku mostrar umas transformações pra Trunks e ver que Trunks tinha ficado bem mais forte que um Super Sayajin 2. Além disso, Trunks conta que o grande terror do futuro não era Majin Buu (como suposto por Goku) e que ele já havia dado conta desse demônio fazia tempo.



Ele conta que, depois de eliminar os androides, o Supremo Kaioshin surgiu procurando um guerreiro para ajuda-lo a enfrentar Babidi. Trunks era o único poderoso o suficiente na Terra então ele foi o escolhido.

Observação: No tempo de Goku, o escolhido tinha sido Gohan, que tinha até sido levado para ser treinado no mundo dos Kaioshins, e tinha sido treinado com a Espada Z, a qual era tida como indestrutível mas acabou se partindo ao ser testada em uma rocha do material mais poderoso do universo, e dentro dela havia um antigo Supremo Senhor Kaio, que despertou por um ritual todos os poderes ocultos de Gohan (liberando a Forma Mistica, mais poderosa que Super Sayajin).



Trunks conta que apesar de ter vencido Babidi e Dabura, antes mesmo de Majin Buu ser invocado, os Kaioshin morreram na batalha (no caso, o Kaioshin e seu aprendiz) e tipo, ele explica que nem teve tempo de testar o fio da espada Z (onde ela quebraria e revelaria o ancião), e a mesma foi petrificada por Dabura em batalha (o que matou o ancião dentro da espada).



Isso é importante, pois com esse detalhe, Bills deixou de existir. 

Yep, no mangá é explicado que Bills é ligado ao Kaioshin. Na verdade, os deuses da Destruição de Criação são interligados, e se um morre, o outro vai junto pra vala. No universo do Trunks, Bills deixou de existir quando Trunks impediu o surgimento de Majin Buu... e isso é importantíssimo pois esse foi o fator decisivo que tornou sua realidade um alvo para Black.



Zamasu e o Kaioshin do 7° universo se conheciam e tinham contato. Na verdade, Gowaso, seu mestre, o treinava com o aprendiz do Kaioshin do 7º universo, pois eles dois eram tidos como os aprendizes de Kaioshin mais fortes dentre os universos, sendo Zamasu o mais poderoso de todos em poder físico. Nesse treinamento, o Supremo Senhor Kaio acaba mencionando seu descontentamento com relação ao trabalho do Deus da Destruição de seu universo, e que ele precisa ser mais ativo pra manter as coisas em ordem, citando inclusive o caso Majin Buu.



Ele diz que ele mesmo precisou por a mão na massa pra se livrar desse mal, uma ideia bem recebida pelos deuses da criação do 10º universo que concordam com essa proatividade, principalmente Zamasu, mas ai é citado Goku, o grande auxiliar mortal que é até mais poderoso que um deus, e isso desagrada Zamasu de forma descomunal.



Por causa desse dialogo, Zamasu fica obcecado pelo Goku, e por poder, e pelo poder absoluto dos deuses. Mortal algum deveria ser superior a um deus, e ele decide por um basta nisso. Ele usa as esferas supremas pra desejar o corpo de Goku, e o mata em seu corpo, mas depois fica com medo de Bills retaliar, e usando os Anéis da Realidade, ele foge.

Alias, no manga, os aneis são melhor explicados. Existem 4 anéis das Realidades e 1 Anel do Tempo. O Anel do Tempo permite ao Kaioshin navegar livremente pelo tempo, seja futuro ou passado, desde que ele não afete o mesmo. Caso algo seja modificado no tempo, uma realidade nova é criada, fora do fluxo deste tempo, e ai um Anel de Realidade surge. Existem 4 anéis de Realidade pois o tempo já foi modificado 4 vezes, 3 delas por causa da Terra (impune como sempre). Nessa saga, mais 3 anéis surgem... só que 1 é apagado.



Explicando quando os anéis foram criados:

O primeiro Anel da Realidade surgiu com a viagem do tempo de Trunks para salvar Goku de uma doença de coração. Trunks usaria uma máquina criada por sua mãe para levar um remédio a Goku no passado, e impedir uma morte cardíaca que ele sofreria. Em seu próprio tempo, logo após a morte de Goku pela doença, surgiram androides poderosos que espalharam o terror, mataram praticamente todo mundo, incluindo Piccolo que acabou desabilitando as Esferas do Dragão, impossibilitando a ressurreição do Son Goku. Mas, Bulma criou a máquina do Tempo "Esperança" e Trunks usou a máquina, indo para o passado e avisando sobre os androides, e sobre a doença. Mas, ele chega um pouco antes de Goku ou dos androides aparecerem, e retorna para seu tempo. Ele volta depois pra ajudar na luta contra os androides e ai descobre que Goku e os outros estão enfrentando os androides errados, e que os verdadeiros ainda nem tinham sido despertados. Ele descobre a existência de um controle capaz de destruir os androides ali mesmo e ciente disso, opta por utiliza-lo em seu tempo. Depois de destruir os Androides usando um controle de desativação, Trunks é morto no futuro por Cell, outro androide ainda mais poderoso mas em desenvolvimento, que rouba a máquina do tempo e viaja ao passado em seu lugar.



O segundo Anel da Realidade surgiu com a viagem do tempo bem sucedida de Trunks para salvar Goku. Nesse caso, ele viajou e fez tudo da mesma forma, porém na segunda viagem ao descobrir sobre o controle, ele foi impedido de o utilizar por Vegeta, que acaba o forçando a treinar e vence-los por sua própria força (Kuririn também quebra o controle por birra). De fato, os androides são despertados, mas não são tão terríveis quanto no futuro, pois Trunks se prepara bastante pra luta ao lado de seu pai, só que, Cell surge do futuro na máquina roubada, algum tempo antes, e começa a sugar geral, incluindo os androides, até atingir uma forma perfeita e virar um super vilão que da bastante trabalho pros guerreiros Z derrotarem. No fim, Trunks e os outros vencem Cell (na real Goku teletransporta com ele pro mundo dos mortos e ele explode mas okay) e ai, Trunks volta pro futuro, pra enfrentar seus androides e seu próprio Cell, sem dificuldades.



O terceiro Anel da Realidade surgiu no 12º universo. Na verdade foi o primeiro anel de realidade gerado, quando os primeiros mortais humanoides inventaram uma máquina do tempo e distorceram o tempo pela primeira vez. Não ´pe citado quem, como ou quando fizeram, apenas onde: No 12º universo. 



O quarto Anel da Realidade surgiu quando Trunks viajou pra pedir ajuda ao Goku do passado pra derrotar o Black do futuro. Ao fazer isso, ele modificou a linha do tempo de Goku outra vez, pois algo terrível estava pra acontecer. Goku iria morrer nessa realidade, pelas mãos de Zamasu, mas o fato de Trunks aparecer já mudou as coisas.



O quinto Anel da Realidade surge quando Bills apaga Zamasu, criando mais uma variação de realidades. Tecnicamente, o universo foi modificado pois esse Zamasu morto era justamente aquele que viajou para o futuro de Trunks após matar Goku. Apesar do tempo já ter sido modificado só pela presença de Trunks, a influência de Bills, ciente do futuro iminente (previsto e visto pelo Kaioshin que ele pediu para fazê-lo), já acaba gerando mais um anel.



Por fim, o sexto Anel da Realidade surge quando Trunks viaja pra um futuro de outra configuração. A máquina, apesar de viajar várias vezes, estava configurada pra uma mesma época em todas então, isso não causa distorções, mas na última viagem, como seu futuro tinha sido apagado, ele configura pra um futuro antes de Babidi e Dabura aparecerem, com direito a outro Trunks e outra Mai la, ai sim ele cria uma distorção e gera mais um Anel pra todos os Kaioshins, em todos os universos.

Um dos anéis é destruído, o do Futuro do Trunks, pois Zenou o apagou. Goku só consegue viajar pra la pois a máquina ainda tava com a configuração intacta, mas depois de modificada pra uma nova época, é impossível voltar pra mesma linha do tempo.



Resumindo, esses são os anéis de realidade.

Se deu pra entender, Black é o Zamasu do tempo de Goku mesmo, que influenciado pelo Kaioshin do 7º universo acaba invejando-o e usurpando seu corpo. Posteriormente ele usa os 4 anéis existentes pra buscar uma realidade onde Bills não existia, e da a sorte de encontrar a de Trunks, onde ele toca o terror, mata todos os Kaioshins dos outros universos (matando assim os outros deuses da destruição), inclusive do 10º, se alia ao Zamasu do futuro, faz ele usar as Super Esferas do Dragão pra desejar vida eterna, pra assim manter o poder de Aprendiz de Kaioshin ativo.



Alias, outra informação importante é essa, a do poder do Aprendiz de Kaioshin. Quando em treinamento, pra se tornar um Kaioshin, o aprendiz recebe um dom de cura pra dar suporte ao Kaioshin. Ao virar Kaioshin ele perde esse poder, e no caso de Black, como ele mudou de corpo com Goku, ele perdeu esse poder. Mas, ele tinha um plano. Com o poder de sua outra versão, e o corpo de um Sayajin, ele podia atingir o poder ilimitado.



Sayjins quando deixados a beira da morte, se curados, retornam muito mais poderosos. O objetivo de Black era simplesmente se deixar espancar até ficar fraco pacas e se curar com Zamasu, razão pela qual deixou Trunks vivo e o torturou em lutas por tanto tempo. 

Infelizmente, Goku e Vegeta aparecem pra atrapalha-lo e, tomam uma surra bonita. A história é quase a mesma da saga do anime, o que muda é que tem apenas 2 viagens ao futuro e eles manjam o segredo todo logo de cara. Além disso, Bills vai e pulveriza Zamasu sozinho, sem Goku do lado. Zamasu também se transforma em SSJ loiro antes de virar Rosé (e apanha muito).



Mas quando ele vira Rosé, ele fica forte de mais, e Goku e Vegeta fogem pro passado pra aprender o Mafuba e selar o imortal, e pra treinar pra continuar lutando contra o Black, enquanto Trunks fica segurando os dois Zamasus no futuro.



Ao voltar, Vegeta usa a Forma Super Sayajin Vermelha, a de Deus, pra dar uma surra em Black, mas não só isso, ele intercala entre a Azul e a Vermelha em golpes rápidos pra economizar energia e aplicar força total. Acontece que, a Forma Azul é a forma máxima de SSJ Deus, porém, ela praticamente queima energia com a aura sempre em exposição. 



A forma vermelha por outro lado, é totalmente equilibrada, e ilimitada, mas não é tão poderosa quanto a Azul em danos físicos. Pra contornar isso, Vegeta vira vermelho pra atacar e na hora do golpe, vira Azul, aplicando o golpe e voltando pra Vermelha, em segundos.



No anime ele nunca virou Sayajin Vermelho apesar de ter se transformado no Azul, o que nem faz sentido pois a Azul é uma evolução da forma Vermelha... mas beleza...

Zamasu acaba usando a fusão Potara pra apelar com medo de perder após quase ser selado pelo Mafuba e derrotado pelo Vegeta, mas ai vem outro detalhe que ficou de fora do anime: Por Zamasu jamais ter virado um Kaioshin, ele era como um mortal perante os potaras então a fusão era temporária, de no máximo 1 hora. Com essa informação, o plano era simplesmente segurar o cara por 1 hora até ele desfundir, e ai tentar a sorte novamente na porrada.



Goku e Vegeta chegam a se fundir pelo Potara também, mas a fusão num dura praticamente nada e a surra rola solta... 



Até que, os Kaioshin que estavam la assistindo as lutas comentam que se tivessem pelo menos um aprendiz de Kaioshin poderiam curar os sayajins pra dar mais tempo pra eles... e ai Trunks revela, que ele é um Aprendiz de Kaioshin!



Trunks havia sido treinado como discípulo junto com a espada Z, por medida de segurança, e ai ele descobre ter poderes curativos. Ele então tenta curar o pai dele, mas Vegeta diz "Cure o Kakaroto (é o nome Sayajin de Goku) pois ele tem mais chances de vencer." Vegeta diz isso pois durante a fusão ele viu o real poder de Goku, e não da outra...



Trunks cura Goku que volta muito mais poderoso, e ele peita a fusão de Zamasu de igual pra igual, usando uma técnica recém aprendida: Ele usa a forma Azul, com poder total, conservando a aura flamejante dentro dos músculos. Ou seja, ele luta sem aura, enquanto queima os músculos.



Ele segura Zamasu até o tempo da fusão acabar e seu próprio corpo ficar bem debilitado pela energia do poder Azul, mas antes de ceder ao poder, Goku ainda faz uma put4 mitagem do caralh0, ele coloca todo o poder de SSJ Azul na mão, cria uma pseudo-genki dama, teletransporta pra trás de Zamasu fundido e diz "Foi mal Bills, vou roubar sua técnica... HAKAI!"



Pois é, Goku usa Hakai, poder de destruição (é um costume de Goku copiar habilidades de outros lutadores, todas as habilidades dele são cópias, não é de se surpreender isso), e quase dissolve Zamasu, que perde metade de seu corpo mas puxa Mai por um portal e força Goku a interromper a habilidade. 



Com isso Goku perde todo seu poder e Zamasu se regenera completamente (sem aquela mutação tosca do anime) e ai, a fusão termina, e ele começa a se dividir...



Só que como os dois Zamasus eram psicologicamente o mesmo, a fusão tinha alcançado nível celular e eles se recusam a se separar, e no meio do divide ou não divide, surge Trunks, com a espada dele normal mesmo, sem aura azul nem nada, e corta Zamasu no meio.



Só que... cada lado do Zamasu se restaura perfeitamente, e surgem dois Zamasus fundidos, com poder total cada um. É ai que Zamasu descobre que tem o poder de se multiplicar igualmente e multiplicar seu poder ilimitadamente, apenas se dividindo, e ele começa a se dividir propositalmente... igual ao Majin Buu.



Surgem centenas de Zamasus fundidos, todos com anéis do tempo e poderes absolutos, todos querendo destruir tudo, e pra variar, Goku e os outros optam por fugir desse tempo e deixar tudo como tava mesmo, mas, Zamasu deixa claro que agora, ia fazer questão de ir pra todas as dimensões e realidades e destruir tudo e todos, agora que era todo poderoso. 


Pouco antes de tentar fugir, Goku lembra do botão que pegou com Zenou (no mangá ele também vai ao encontro com Zenou e ganha o botão) e convoca o Zenou do futuro, que depois de trocar uma ideia, com Goku dizendo que Zamasu é mau, faz o ser divino apagar todos em desespero, não antes é claro dos heróis fugirem na máquina do tempo.



Alias, Zamasu também tinha uma máquina do tempo, a do 12º universo, ele obteve e menciona isso, como uma das formas dele simplesmente sair por ai gerando novas realidades pra destruir.



Enfim, depois disso, Goku volta pra essa mesma linha do tempo sem Anel existem pra resgatar o Zenou do futuro e levar pro Zenou do presente como amiguinho.



Trunks e Mai decidem ir pra uma linha do tempo onde já havia um Trunks  e uma Mai, e contar sobre Zamasu pro Bills dessa outra realidade, e Bills permite isso pois, já tava tudo uma baderna mesmo.



E fim.

Sobre a Mai

Eu não consigo engolir essa personagem presente no universo de Trunks. Mai é membro de um grupo de vilões que antagonizou o grupo de Goku em sua fase infantil, na busca pelas esferas do dragão. Aparentemente, eles conseguiram pegar as Esferas do Dragão antes dos Androides aparecerem e desejaram pela infância de volta, se rejuvenescendo. Daí, Mai, de uma quarentona, se converte em uma menina com a mesma idade do Trunks criança... ai rola o massacre dos androides, do mundo todo, e a única pessoa que sobrevive ao lado de Trunks, além de sua mãe, é Mai. 

Isso é, estúpido... mas okay... pra mim ela nem deveria existir nessa linha do tempo, sem contar que, nem faz sentido Bulma manter Pilaf e sua gangue em sua casa, sem nem imaginar quem eles são, sendo que eles usam os mesmos nomes e tem a mesma aparência dos vilões do passado... eu me revolto com isso mas, me ignore, é bobagem.

Terceiro Arco, Torneio do Poder

Anime

Por fim temos o torneio do Poder, onde todos os universos participam pela sobrevivência de apenas 1.



Entre fillers ridículos surgem partes importantes como o torneio de demonstração, que por si só já é enrolado pacas.



Goku acaba exigindo pros Zenous que um novo torneio ocorra, um entre todos os universos, e os Zenous aprovam isso de imediato. Então eles pensam em convocar todos os deuses e anjos de todos os universos e o Zenou do presente diz "Depois do outro torneio eu to empolgado pra ver mais gente se socando, bora?!" mas o outro Zenou, do futuro, fala: "Que torneio? O que é isso???" Então, pra demonstrar o que é um torneio de artes marciais, os caras escolhem os dois universos na escala de poder mais baixa, e pedem pra definirem 3 guerreiros para se enfrentarem. 



Os dois universos mais fracos eram o univero 7, do Goku, só pra variar, o o universo 9, e ai depois de muita enrolação padrão, com mais episódios fillers, rola o torneio de demonstração.




O time do universo 7 escolhe Goku, Gohan e Majin Buu, enquanto o do universo 9 escolhe 3 cachorros antropomórficos. 



A primeira luta é de Majin Buu contra um dos cachorros, ele ganha.



A segunda luta é de Gohan contra outro dos cachorros, ele quase perde, fica cego, toma uma surra, mas da empate.




A terceira luta é de Goku contra o líder dos 3 cachorros. Goku vence, mas sua reputação vai pra vala, pois é divulgado que o grande prêmio do torneio, além das Super Esferas do Dragão dos universos 6 e 7 (FURO GIGANTE, depois falo disso) seria a sobrevivência. Dos 12 universos existentes, 8 eram obrigados a participar devido a fraqueza deles, e apenas 1 deles sobreviveria, sendo que os demais universos seriam completamente apagados pelos Zenous.


E pra melhorar isso tudo, Goku, por ter sido o grande responsável por motivar o torneio, é taxado como o culpado e se torna o alvo de todos os universos. Durante a luta contra esse cachorro ele é chamado de vilão e todos passam a encara-lo como tal.



Depois disso, um dos seguidores de um dos deuses pula pra cima do Goku e o desafia pra uma batalha extra, a qual é bem intensa, mas não tem vencedores. Goku chega a usar Kaioken junto com o Ki Azul (ele nem sofre mais com isso) pra peitar o estranho lutador bigodudo chamado Toppo.




No fim, os Zenous ficam tão impressionados que forçam o encerramento da luta pra aliviar a tensão. 



Goku tenta fazer as pazes com Toppo, seu desafiante, mas o mesmo diz ser o defensor de seu universo, e que Goku é um vilão, por isso seria enfrentado como tal, sem jamais ter sua mão apertada ou ser merecedor de qualquer respeito.



E ai, mais enrolação. São 14 episódios só mostrando a galera se preparando pro torneio, e no fim, nada é importante... e umas asneiras que eu nem quero comentar (tipo... transformação Super Sayajin Por Acúmulo de Ki nas Costas... mano ¬¬).



10 guerreiros de cada um dos 8 universos deveriam ser escolhidos em 2 dias, para o grande torneio do Poder, onde todos os 80 lutadores se enfrentariam ao mesmo tempo, numa enorme batalha campal de 40 minutos, sem a possibilidade de Voo, com proibição de morte, armas, acessórios, ou afins. O ringue aparentemente seria feito do minério mais poderoso dentre todos os universos, mas ele num dura nada, pois 3 deuses, de 3 universos poderosos (dos 4 que ficaram de fora) testam um ringue com esse minério e ele fica quebrado... mas beleza... eles arrumam depois... (mas o minério é fraco de qualquer forma).



O time do universo 7 conta com Goku, Vegeta, Gohan, Tenchinhan, Piccolo, Kuririn, Androide 18, Androide 17, Mestre Kami e Majin Buu, porém na última hora, Majin Buu depois de passar um bom tempo treinando, dorme e não acorda mais, e ai, Goku tem a brilhante ideia de buscar Freeza no inferno pessoalmente pra ir junto com eles. 




Eu fiquei pistola quando vi isso, foi contra tipo... tudo o que eu acreditava em DB... mas ta, foi, aconteceu. 



Goku teletransportou até o inferno e com ajuda da prima do Mestre Kami, deu uma auréola temporária pro Freeza, o Imperador do Mau, aquele que destruiu o Planeta Vegeta (a pedidos do Bill alias, só pra constar) aquele que matou Kuririn e causou a transformação SSJ de Goku, aquele que matou o pai do Goku, ou mandou ele pro passado... não fica muito claro o que houve com ele... aquele que ferrou com tudo e quando foi ressuscitado, tipo... uns 50 episódios atrás, destruiu o planeta Terra (que foi resetado pelo anjo do Bills, no filme... isso não causou uma distorção temporal nem gerou um anel de realidade pois anjos podem mexer com o tempo de boa).




Daí Goku vai la buscar justamente ele pra em prol do universo!



Detalhe: Goku promete ressuscitar Freeza com as Super Esferas do Dragão (num é nem com as esferas normais, alias as normais são totalmente ignoradas agora) em troca da ajuda, mas um deus do universo 4 manda um monte de capangas atacarem Goku e Freeza pouco antes do torneio começar, o que deixa eles arrebentados e quase se atrasam (consequentemente quase sendo desclassificados) pro torneio. No anime, os universos se influenciam o tempo todo, deu pra perceber né?!



Então, rola o torneio.


Os outros times... bem... o que dizer... tem gente pra caramba, tem umas mahou shoujo estilo Saylor Moon, e no universo delas tem um cara do universo 7, da raça que ensinou teletransporte pro Goku (sem explicação alguma)...




 Tem robôs de um universo de máquinas... 


Tem os cachorros e animais...


Tem mais Sayajins (duas minas, as primeiras mulheres Super Sayajin de DB - chupa Pan) e até galera da raça do Piccolo do universo 6, 


Tem um monte de personagens genéricos de outros universos...


E no fim, tem a Tropa da Justiça de onde Toppo fazia parte. 


Alias, Toppo havia dito pra Goku que, seu amigo e líder era um cara fodão bem mais forte que ele, chamado Jiren, e ia dar um coro nele. Goku tenta se apresentar pra esse tal Jiren e toma um gelo.

O torneio dura longos 35 episódios.

E o que tem de importante nele? Bem... Goku quase morre numa certa parte, ao usar uma Genkidama contra o tal Jiren, ele cai dentro da Genjidama, e do nada, ele começa a brilhar prateado e gritar como um dragão...




Esquivando como nunca e sendo épico, até enfraquecer e cair duro no chão.



Duas garotas Sayajins aprendem a se transformar em Super Sayajin, pelo que a porcaria do anime mostrou, aprenderam concentrando o ki nas costas... é sério, elas concentraram a porr4 do ki nas costas pra virar Super Saya... a mano isso me irrita... mas beleza... uma delas é uma versão feminina do Browly, um super sayajin tido como o primeiro e verdadeiro SSJ (na cor amarelo esverdeada) totalmente descontrolado que apareceu num dos filmes de DB. 



Toppo, é um aprendiz de Deus da Destruição de seu universo, e usa hakai trocentas vezes, quase acaba com tudo, e é derrotado no final.

A mina Browly e a irmã dela se fundem usando Brincos Potara (as regras do torneio vão pro beleleu nessa parte) e viram uma forma mais fraca do que ela descontrolada (foi mal, ela toma um coro do Goku sendo que ele apanhou pra ela na forma normal dela... pif).




Goku vence ela alias apelando pra forma SSJ Prateada (Instinto Superior) outra vez, sabe-se la de onde ele tirou a energia pra isso... mas ele da um Ka-hame-ha na fuça dela que é irado pra caramba!


Geral do time 7 dura bastante, até que começam a cair do ringue.


Só ficam sobrando 2 universos, o do Goku e o do Jiren, sendo que em campo permaneciam Goku, Vegeta, Androide 17 e Freeza, contra Jiren e Toppo.



No embate, Vegeta vira um Super Sayajins Azul Evoluído (Azul Escuro) e Goku apela pra sua forma Super Sayajin Azul com Kaioken, até começar a apelar pro Instinto Superior, sua forma com aura prateada...



Enquanto Freeza fica dourado e o Androide 17 apela pra sua energia ilimitada e barreiras defensivas na coloração verde. É tipo Power Ranger. Tinha o Gohan também na cor branca do modo místico mas ele é desclassificado pra tirar os outros do time do Jiren do ringue.



Por fim, o Androide 17 se explode e é dado como morto, sendo inclusive apagado no tablet dos Zenous, pra derrotar Toppo, que só chega a ser derrotado depois pelo Vegeta mesmo.



E ai, Vegeta toma uma surra pro Jiren, Goku também, Freeza desaparece e vira meme...




E ai, Vegeta apanha tanto, que chora, e lamenta não poder cumprir as promessas que fez, tanto pra Bulma, que tinha acabado de ter a filha Bra, quanto pro Sayajin do 6º universo que pouco antes de ser apagado, foi jurado que seria trazido de volta (OUTRO FURO ENORME falo depois).



E ai, ele joga ki, tirado num sei de onde, pro Goku, que fica over e ativa o Instinto Superior Perfeito, ficando com Cabelo Prateado e tal... e da uma surra no Jiren.




Ele também apanha um pouco, mas levanta e continua dando uma surra...



Afinal, o poder do protagonismo o atinge, quando Jiren ataca a plateia (onde alias, estavam os deuses também, mas beleza) e Goku se enfurece ficando ainda mais forte... e deixando Jiren com cara de tapado.



Mas, perto de vencer, ele se prepara pra dar energia pra Jiren... pois é, Goku iria aparentemente passar energia pra Jiren que já tinha desistido de lutar de tão esgotado que tava. É uma mania estúpida dele, e dai do nada ele cai no chão de dor. Pareceu até que Freeza tinha atacado ele, pra impedir a burrice, pois foi exatamente o mesmo que ele fez no passado, contra Freeza, mas não...



Seu corpo explode de dentro pra fora, sem gore pois DB parou de ter sangue, e ele cai duro no chão, fraco, por causa dos efeitos colaterais da habilidade nova.




Então Jiren vê a chance de vencer e destrói o chão...



E ai, Freeza aparece...



Mas por puro fan service, o Androide 17 aparece também.




E eles começam a bater no Jiren, que do nada recupera as forças. Alias, Jiren... esse personagem no anime é um idiota que só pensa em poder absoluto e não liga pra ninguém... lembre-se disso.



Então, perto do fim, perto de ser derrotado, Jiren pensa um pouquinho em seus amigos, que ele não considerava amigos, e ai fica fortão de novo e quase vence tudo... mas, Goku e Freeza peitam ele juntinhos, enquanto o Androide 17 fica de cobertura, só olhando.

Ai eles 3 se jogam do que sobrou do ringue...



E o androide 17 vence, faltando 1 minuto.


Sim, 35 episódios de no minimo 10 minutos cada, mostrando lutas intercaladas porém, todas elas uma de cada vez, não eram paralelas, e o torneio ainda acaba com tempo de sobra!

Daí o Androide 17 deseja que todos os universos voltassem a existir.



E assim é feito.




O anjo dos Zenous diz que eles já sabiam que esse seria o desejo e estavam de acordo, e ai, deixam acontecer de boa, então tipo... todo o torneio foi em vão.



E ainda por cima, por ter lutado bem até o fim, Wills, o anjo do Bills, ressuscita o Freeza.



E ai, é fim.



Terminou o anime... por enquanto.



Mangá


O torneio de demonstração ocorre de forma tão simples que me fez fica boquiaberto: Botaram os 12 deuses da destruição pra se espancarem e pronto. Todo mundo mira no Bills, pois ele era o responsável do 7º universo e aparentemente, era por causa de Goku que o torneio ia acontecer, mas o torneio é tão intenso que o Zenou do futuro num entende nada e diz "A para, isso é chato, eu não consigo ver nada, vamos só apagar tudo mesmo e cancelar essa ideia de torneio.".




Goku insiste tanto no torneio, que os Zenous dão outra chance, e ele luta contra o aprendiz de deus da Destruição que tava presente na reunião, o Toppo, por ser um poder inferior aos dos deuses. Mas Goku toma uma surra enorme e perde o combate indo pra fora do ringue.



De quebra, após essa derrota, os Zenous curtem a ideia do torneio e anunciam a premiação das Esferas, e claro, a aniquilação dos perdedores. Isso deixa todos espantados, e ai o anjo explica que na real, Zenou ia apagar todos de qualquer forma pois tava cansado de tantos universos, mas, Goku o convenceu que a ideia do torneio seria interessante, o que deu uma chance de pelo menos um universo sobreviver.



E ai, começa o torneio, logo no capítulo 33, uma penca de gente é desclassificada, e no 34, o time 7 tem 2 na arquibancada, e um universo já é apagado, o universo dos Lobos. Agora, pensa... o mangá ainda ta no 34 mas, nessa velocidade, logo logo também encerra.



Eu, prevejo o seguinte:

TEORIA


O final verdadeiro será Jiren querendo vencer pra desejar que os universos se unifiquem. Jiren no mangá é um personagem prestativo e misericordioso de mais, tanto que ele se recusa a participar do torneio, dizendo "Eu nunca porei a vida de outros universos em risco por causa do meu". O do anime é egoísta e egocêntrico... então, são bem diferentes. Enfim, Goku e Freeza ficaram até o fim mas Freeza sumirá. 

Como no mangá num tem o Tablet de eliminatórias do Zenou, num da pra saber quem ta dentro e quem ta fora, apesar da arquibancada não mostrar Freeza de qualquer forma. Mas, no fim, pouco antes de Goku ser derrotado, Freeza aparecerá e derrotará Jiren, ao lado de Goku. 

Mas, ainda assim, Goku cairá do ringue ao lado de Jiren e só vai sobrar o Freeza no campo, o qual vencerá o torneio.

Mas, na hora de desejar, o imperador do mal, ao invés de pedir pra ser ressuscitado, pedirá para que todos os universos voltem, indo contra o que todo mundo esperava dele, mas só pra contrariar Zenou.

E ai, no fim, ele é ressuscitado como um prêmio extra.

E ai sim, fim.

Agora, os furos:


1 - Se as Super Esferas do Dragão fazem parte do universo 6 e 7, uma vez que eles fossem apagados, elas iriam junto correto? Afinal o Dragão faz parte desses universos.

2 - Se Zenou queria diminuir o trabalho eliminando universos, e após fazê-lo, todos retornassem, diante sua imaturidade e implacabilidade, ele não ficaria injuriado?! 


Alias, o Zenou do mangá é bem mais agressivo (apesar de ser infantil também) do que o do anime, sendo que ele chega no torneio de Champa e Bills já condenando ambos por terem causado desequilíbrio entre os universos. Ele é proativo e presente, o que vai contra sua postura, por exemplo, na saga Black onde todos os universos estavam em apuros e ele simplesmente nem apareceu, até Goku convoca-lo.

Enfim... é isso.


Dragon Ball Super foi uma experiência divertida, eu curti, apesar de ter me revoltado pacas em várias partes. Mas agora que acabou... que bom. 




Vai sair um novo filme, eu espero que seja bom, e talvez role analise de novo... mas por hora... é isso.

Obrigado por sua leitura... e até!

Postar um comentário

4 Comentários

  1. Acho que jirem poderia ganhar o torneio no mangá e fazer o pedido de restaurar os universos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser isso também. A índole de Jiren é bem positiva... mas a ideia de premiar Freeza por algo surreal é muito DB da vida.

      Excluir
  2. Resumindo tudo o anime é uma bela bosta bem mau feita. Já o mangá tem sido trabalhado com mais respeito e carinho

    ResponderExcluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)