O Filme Achado de Hoje: Found Footage

Na real, é:

Found Footage 3D


Então, bora falar dele...

Vai ter spoilers...

Boa leitura!


Dentre as dezenas de found footages que já vi, nunca achei um que fizesse o trabalho direito (tirando algumas exceções que acertaram em praticamente tudo mas, nunca chegaram ao nível de Bruxa de Blair) e a impressão que tive é que, o mundo dos found footages não estava divulgando corretamente as regras pro gênero vingar... E ai, um dia, me deparo com este filme, que é basicamente um guia para "Como Fazer um Found Footage de Sucesso". 

Sem ironizar, ele ensina todas as regras, e por pouco, por muito pouco, não consegue executa-las de forma impressionante, mas, consegue aponta-las e explica-las de forma impressionante.

Este filme é tipo um técnico de futebol que ta ensinando o melhor jogador do mundo. Ele não joga nada, talvez até tenha jogado um dia, mas o que importa é que ele manja, e ta passando sua sabedoria adiante. 

A história é bem simples: Um grupo decide produzir um found footage de raiz pra ser o melhor found footage da nova geração, e o grande diferencial de seu filme é o fato dele ser totalmente 3D! O primeiro Found Footage 3D do mundo!!!

Essa obra foi lançada em pleno 2016, na segunda metade do ano, enquanto Atividade Paranormal Dimensão Fantasma, que tava na onda tanto dos founds quanto dos 3D, foi lançado no mesmo ano, em janeiro.



Os caras perderam a corrida nesse quesito, e dentro do universo fictício, mesmo o filme tendo saído perfeito pra eles (dentro dos padrões apresentados, ta uma obra prima), AP já tinha saído como o primeiro FF 3D. 

Mas, considerando que este é o primeiro filme found footage sobre a produção de um filme found footage, já é um marco a se respeitar.

A ideia do filme é bem legal, eles tentam mostrar que durante os bastidores de um found footage totalmente fictício, ocorreram eventos reais, tornando o trabalho algo real... e eles até que fazem um bom trabalho.

Mas, paralelo a isso os caras querem apontar todos os passos pra se fazer um found decente, e nessa pegada de guia, eles se perdem e acabam cometendo alguns clichês que não deveriam, por exemplo: Em Found Footages, todo mundo morre no fim. Isso é algo que eles afirmam como uma regra, mas na verdade é um clichê batido e que prejudica a maioria dos longas que se aventuram pelo gênero, e acabam cometendo.

Bem, bora pras 11 regras de sucesso:

Regra 1
Elenco

Para um bom found foutage, orçamento não serve de nada, o que realmente importa é o elenco, de preferência pequeno e composto apenas por atores extremamente competentes pra fingir que não são atores, e pessoas reais que são atores, fingindo que não sabem fingir que não são atores... isso ficou confuso...



Exemplo: Em certa parte do filme, os caras entrevistam 2 tiozinhos e pedem pra eles serem mais realistas e espontâneos, respondendo o que tava no roteiro, só para aproveitar a presença de civis no filme. Mas, eles fingem mal e interpretam mal, e ai, quando a equipe desiste de coletar algum material bom deles, eles abaixam as câmeras e vão pegar as autorizações de imagem.



Nessa parte um deles fala algo que era exatamente o roteiro (eles perguntam pra que lado fica uma casa mal assombrada) e ai os tiozinhos ficam espantados, um até levanta, e o outro fala "Lá é amaldiçoado, não vão!". Curiosamente, essa era a mesma frase do roteiro que eles falharam em seguir.



Alias, o elenco é composto por: Uma mulher gata atriz, uma mulher gata produtora, um diretor mesquinho, um co-diretor desrespeitado, um camera-man que é irmão do diretor, um gordinho sonoplasta e pra finalizar, uma criatura feita de sombras, e uma participação especial.



Regra 2
Ideia Original

Tenha e trabalhe com grandes ideias pioneiras, só não use o 3D pois é a ideia que o grande diretor teve aqui.




Eles não conheciam Atividade Paranormal na época... mas ter uma grande ideia é a chave do sucesso. Se você for o primeiro, a publicidade te alcança facilmente.


Regra 3
Improviso



A história precisa estar predefinida, mas deixar que as coisas sejam improvisadas torna tudo mais real, logo, a presença de um roteiro em um found footage é quase desnecessária. Tudo que é preciso fazer é ir pra um lugar maldito, fazer barulho, dar sustinhos até algo acontecer de verdade, e a criatividade é o que manda.



Legal é que tanto na versão fictícia do filme quanto na real, tudo parece improvisado mesmo. Claro que o filme real tem fim, mas o filme fictício não. Eles nem tinham um final pra coisa, pois roteiro é pra quem não manja do improviso!

Regra 4
Locação

Ir pra um lugar com espíritos e demônios, lendas por trás, abandonado, de preferência em um local isolado onde todo tipo de coisa pode acontecer (assassinos, doenças, animais silvestres, desmoronamentos, fantasmas, demônios, etc) pra assim, contando com a sorte, poupar em efeitos e tornar tudo mais real. O medo real supera o medo fictício... e o espectador percebe!



Por isso os caras vão filmar a história num casebre no meio do nada com lendas de que gente se matou por la.



Sucesso!

Regra 5
Câmeras

Justificar as câmeras é importante, extremamente importante. Os caras justificam tanto as do filme fictício quanto as do filme real. No filme fictício, o marido (interpretado pelo diretor e roteirista) ama câmeras 3D, e ta filmando uma tentativa de recuperar o fogo do casamento, com sua esposa (interpretada por uma atriz que ajudou no roteiro, era casada com o diretor, mas separou). Só eles dois filmam tudo que tem pra ser filmado em seu casamento sobrenatural.



No filme real, a justificativa é que eles tão filmando os bastidores junto com o filme, pra depois fazer uma edição marota e vender como extras no dvd.



Legal que tem uma parte que o maridão instala câmeras de segurança na casa, pra pegar as atividades sobrenaturais, mas ele instala duas gopro ligadas por fita isolante, pra assim filmar tudo em 3D também!

Regra 6
Sons e Clima

"Pegar sons bons e torna-los piores, este é meu trabalho" é a frase proferida pelo gordinho do som. 



Preciso explicar mais? 



Legal que o diretor, pra criar um clima legal, começa a tocar sons de espíritos, animais e coisas avulsas, durante a noite, enquanto o elenco dorme. Muito legal de sua parte, só pra "estabelecer o clima".

Regra 7
Efeitos Especiais

Pra que efeitos? Da-lhe um murro no olho da atriz, joga coisas na cabeça da produção, finge que ta vendo coisas e corre, e se as coisas tiverem fracas de mais, joga xarope vermelho pra todo canto, uns pedaços de carne, e diz que o cara explodiu.



Na verdade, o filme fictício não conta com efeitos especiais, apenas o filme verdadeiro, mas são aqueles efeitos bem meia boca só pra dizer que tem. 



Efeito prático também, pra quê? Quanto menos coisa tiver, melhor, pois o medo mora no desconhecido, e não da pra conhecer o que nem existe né?!

Regra 8
Intriga



Faça a galera brigar. Tire sei la, o cara do som por causa do medo provocado pelo diretor, e bota ele pra fora da casa. Depois faça ele reaparecer morto quanto todos tão correndo por suas vidas.



Pegue a esposa, que no "mundo real" é ex-esposa e bota pra lavar a roupa suja ali mesmo, na frente das câmeras, enquanto tem crise de ciumes pela produtora com seu ex.



Faça os irmãos brigarem por atenção... e pronto, tem um filme parado que segura mais a atenção do público que novela mexicana nas tardes de domingo.



Ta feito!

Regra 9
Ansiedade do Elenco

A melhor forma de deixar o filme perfeito, é fazer todo mundo querer termina-lo logo. Pessoas querendo fugir, ou morrer, antes da hora, ou pessoas apenas dizendo o quanto estão descontentes por estar filmando essa merd4, é isso que é real.



Ninguém gosta de ficar numa casa com fantasma, então mostrar a dor de cotovelo de todo mundo pelo desconforto espiritual é o que fortalece o não-Roteiro. Detalhe: Isso pode até virar parte do roteiro! Afinal, energia negativa atrai energia negativa, isso é fengshui puro, ying yang, essas paradas espirituais.



Regra 10
Surpresa

Invente qualquer coisa pra fazer o espectador pensar "Mas olha que audácia, eu nem imaginei isso!" e pronto, ta feita a surpresa.



Um bom exemplo é, botar uma entidade sombria que gosta de passar de filmagens pra filmagens, pra possuir uma das pessoas, que ninguém imagina que estava possuída até o fim. 



Melhor, bota alguém carregando a câmera e filmando todo o elenco, fazendo os caras perceberem que tem intruso na casa... ou apenas fantasmas mesmo, fantasmas que arranham.




O importante é surpreender!

Regra 11
Matança



"Se tem uma regra em todos os founds, é que ninguém pode sobreviver", dito e feito, a moça possuída mata o irmão do diretor, que era o último sobrevivente, e ainda fez o possível pra salvar a loirinha. Claro que, ela tava com o demo, e é um found footage dentro de outro found footage, as chances desse final ocorrer eram de 200%.


Maluco, num olha pra essa foto muito não... cuidado hein.
Com essas 11 regrinhas este filme é um perfeito professor.

Um exemplo de profissionalismo, e um achado na história do cinema.

E é isso.



Eu não vou conseguir postar mais nada antes de Janeiro de 2018 então, esse é o último post do ano!

Feliz Ano Novo!!!
 E vamos ver se eu consigo falar de algum jogo muito top ano que vem.

See yah!

Postar um comentário

2 Comentários

  1. Genial a ideia!
    Mas fica a dúvida, o filme é em 3D mesmo? o Sr assistiu ele em 3D?
    xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ta ai uma grande pergunta, eu não sei. Talvez em festivais tenha sido mostrado em 3d mas, eu não notei nenhum momento em que isso enriqueceria o filme. Assisti a versão normal mesmo. Mas o filme é legal, talvez ver uma coisa preta saindo da tela seria mais, tenebroso e notável se em 3D, vai saber.

      Excluir
Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)